Sintomas HIV: quais são eles? Veja aqui.

O HIV é o vírus da imunodeficiência humana, que ataca o sistema de defesa do corpo. É o causador da AIDS, também conhecida como Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA), no entanto, ter HIV não significa ter AIDS.

Há pacientes que são soropositivos e vivem por anos sem apresentar nenhum sintoma. Por comprometer o sistema imunológico, o paciente pode sofrer resfriados ou infecções, levando, até mesmo, ao óbito.

Essa é uma doença sem cura, mas que, com o avanço da medicina, é possível controlar. Ela é transmissível, o que faz os cuidados redobrarem, para não infectar outras pessoas.É preciso entender muito bem o que é esse vírus e como ele age no organismo do paciente infectado. Veja:

O que é HIV

Sintomas HIV: quais são eles? Veja aqui.

O vírus da imunodeficiência humana ataca o sistema imunológico, deixando o organismo sem defesas contra qualquer outra doença. O HIV faz cópias de si mesmo, alterando o DNA dos linfócitos T CD4+, também conhecidos como glóbulos brancos. Em seguida, destrói-os e a infecção se alastra pelo restante do corpo.

O HIV é um retrovírus, isso significa que ele tem um período de incubação prolongado. Apenas depois de um longo período é que os sintomas surgem. Portanto, quem é portador, deverá fazer o acompanhamento médico e tomar os devidos cuidados, para encontrar formas de controle e não infectar outras pessoas com o vírus.

Como é transmitida

A forma de transmissão mais conhecida é pelo sexo desprotegido. O líquido seminal, o sêmen e as secreções vaginais contaminadas com o HIV podem carregar a doença. Há ainda outras formas de contaminação, como o sangue.É por meio do compartilhamento de agulhas ou pela transfusão de sangue contaminado que alguém pode contrair a doença.

A mãe também poderá transmitir a doença para o filho durante a gestação, no parto ou pelo leite na amamentação. Por isso motivo, mulheres com HIV não devem amamentar.

Sintomas

A princípio, o paciente infectado pode não ter AIDS, ainda. O organismo pode levar algum tempo para apresentar os sintomas da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, sendo os sintomas iniciais bem semelhantes a uma gripe, fazendo com que o paciente nem desconfie que é portador do vírus.

As primeiras manifestações são febre e mal estar, que culminam em:

  • Perda notável de peso;
  • Diarreia prolongada e sem causa aparente;
  • Febre alta;
  • Fraqueza;
  • Problemas nos pulmões;
  • Problemas no desenvolvimento (em crianças infectadas no nascimento).

Além desses sintomas, a AIDS se divide em dois tipos: infecção aguda e fase sintomática inicial. Cada um dos tipos possui suas particularidades em relação aos sintomas e às consequências.

Fase sintomática inicial

Os sintomas incluem:

  • Candidíase oral;
  • Surgimento de gânglios em axilas, pescoço e virilha;
  • Cansaço constante;
  • Transpirações noturnas.

Infecção aguda

Incluem os sintomas:

  • Abatimento extremo, físico e mental;
  • Dores de cabeça;
  • Feridas em boca, esôfago e órgãos genitais;
  • Falta de apetite;
  • Ínguas;
  • Manchas na pele;
  • Náuseas acompanhadas de vômito;
  • Sensibilidade à luz.

Riscos e tratamentos

Sintomas HIV: quais são eles? Veja aqui.

A doença não tem cura e o vírus não é eliminado, apenas transmitido. O tratamento consiste em combater a evolução da doença e diminuir os riscos de transmissão. Os pacientes consomem o conhecido coquetel, formado por, pelo menos, três medicamentos.

A medicina desenvolveu vários antirretrovirais para tratar a doença. Geralmente, o mais receitado inclui três drogas: lamivudina, Tenofovir e Efavirenz, tudo em apenas um comprimido. O médico deverá receitar o remédio adequado, visto que o paciente pode ter alguma reação a um desses componentes.

O tratamento deve ser respeitado e o paciente não poderá interrompê-lo. Nunca se deve tomar os remédios em horários errados, pois a regularidade da medicação é essencial para o sucesso do tratamento. Caso contrário, poderá criar um vírus mais resistente e difícil de ser controlado.

Além disso, o paciente com HIV fica propenso a outras infecções e a outros cânceres, como tuberculose e sarcoma de Kaposi.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply