Quais os sintomas do Colesterol Alto? Veja aqui.

Colesterol alto não apresenta sintomas, ou seja, é uma doença assintomática, silenciosa. Se você apresentar alguns sinais, tais como dor no peito, palpitação e falta de ar, saiba que eles podem estar associados com doenças provocadas pelo aumento do colesterol.

O colesterol alto não irá causar cansaço, dores de cabeça ou outros sintomas. É necessário estar atento aos níveis de colesterol, que se dá por um exame muito simples e que a maioria das pessoas está acostumada a fazer: o exame de sangue.

Existem alguns fatores de risco para o desenvolvimento do colesterol alto. Veja só:

  1. Idade e sexo: mulheres na menopausa estão mais propensas ao aumento de colesterol;
  2. Histórico familiar;
  3. Obesidade;
  4. Sedentarismo;
  5. Tabagismo: prejudica as paredes das artérias e faz com que elas tornem-se mais suscetíveis ao acúmulo de colesterol LDL (o colesterol ruim);
  6. Diabetes;
  7. Alimentação desequilibrada, rica em gorduras saturadas e trans e em açúcar.

Certos fatores acima podem ser controlados com determinadas atitudes suas, enquanto outros estão totalmente fora de nosso controle.

Perigos do colesterol alto

Quais os sintomas do Colesterol Alto? Veja aqui.

Níveis altos de colesterol podem ser determinantes para o surgimento de algumas doenças coronarianas e da aterosclerose (endurecimento das paredes dos vasos sanguíneos).

Embora o colesterol seja importante para o organismo – usado na produção de várias substâncias, tais como certos hormônios e ácidos biliares –, ele deve ser ingerido em pouca quantidade diária. Seu excesso, com certeza, irá causar problemas graves.

Tratamento do colesterol alto

Na realidade, tratar o colesterol quando ele está elevado pode ser mais fácil do que se imagina: basta realizar algumas mudanças no estilo de vida.

A primeira delas é na alimentação. Opte por gorduras insaturadas, evitando saturadas. Prefira alimentos de origem vegetal (frutas, verduras, grãos e legumes), pois todos os alimentos de origem animal possuem colesterol.

A prática de exercícios físicos também se torna fundamental, tanto para manter-se no peso, quanto para estimular o corpo para uma vida mais saudável – em especial se você estiver acima do peso (obesidade é um fator de risco, como comentado anteriormente).

Ainda, é interessante que se evite o fumo e crie-se o hábito de controlar a pressão arterial. Se o médico julgar necessário, medicamentos podem fazer parte do tratamento, como as estatinas, que reduzem o LDL e aumentam o HDL (colesterol bom).

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply