Potássio: o que é, para que serve e alimentos ricos.

O potássio é um elemento de origem mineral, sendo considerado o terceiro elemento mais abundante no corpo humano e principal responsável pelo bom funcionamento do organismo e pela boa manutenção da saúde.

Esse elemento serve para:

  • Manter o equilíbrio ácido-base;
  • Atuar na transmissão dos impulsos nervosos;
  • Ajudar a controlar a quantidade de água presente no organismo;
  • Auxiliar na contração muscular;
  • Preservar a síntese das proteínas.

Além disso, é responsável pelos inúmeros benefícios no organismo. Entretanto, pode acabar se tornando um vilão para certos tipos de pacientes, em caso de consumo exagerado.

Continue lendo e conheça mais sobre esse poderoso elemento mineral.

Benefícios gerais do Potássio no organismo

Potássio: o que é, para que serve e alimentos ricos.

O potássio é um elemento mineral de extrema importância para o corpo humano, sendo responsável por inúmeros e incríveis benefícios, como:

1. Regular a pressão arterial

A presença de sódio no organismo é responsável por gerar um aumento da pressão arterial. Por isso, ingerir quantidades razoáveis ajuda a equilibrar os elementos e, consequentemente, a pressão arterial.

2.  Prevenir o AVC – Acidente Vascular Cerebral

Um dos principais fatores de risco para um derrame cerebral (como é popularmente conhecido o AVC) é a hipertensão arterial.

Com a correta ingestão de potássio, há o equilíbrio entre este elemento e o sódio, regulando a pressão arterial, o que, consequentemente, previne o AVC.

3. Controlar o nível de glicose presente no sangue

Estudos demonstram que a ausência de potássio no organismo deixa o corpo mais propenso ao surgimento de diabetes. Se há ausência significativa, a glicemia aumenta.

Já quando há uma quantidade recomendada desse elemento, o risco de diabetes tende a diminuir.

4. Prevenir câimbras musculares

A câimbra é uma contração muscular forte, ocorrendo quando a quantidade de sódio e potássiono corpo – que funcionam como interprete das mensagens cerebrais – não é a ideal.

Logo, a mensagem sai normalmente do cérebro, mas, devido à baixa quantidade de sódio e potássio, acaba sendo “traduzida” de forma errada, gerando uma contração muito mais forte que a necessária.

Por isso, ingerir alimentos ricos em potássio é essencial para evitar esses “erros de tradução” e prevenir as câimbras.

5. Melhorar a recuperação muscular

O potássioé, também, considerado um eletrólito (minerais que carregam carga elétrica), sendo um dos nutrientes mais importantes para garantir energia, manter a hidratação e, ainda, auxiliar na recuperação muscular logo após a prática de uma atividade.

Além dos benefícios já elucidados, ele é responsável por:

  • Diminuir os níveis de estresse e de ansiedade;
  • Prevenir doenças cardiovasculares;
  • Aliviar dores;
  • Regular o metabolismo;
  • Realizar o balanço de líquidos.

Alimentos ricos em potássio

A forma mais indicada de ingestão é por meio de alimentos naturais. Os médicos recomendam o consumo de 4.700mg do elemento por dia, isto para um adulto saudável.

Já para mulheres que estejam amamentando, o recomendável é ingerir 5,1mg por dia, podendo até ser mais, de acordo com a recomendação médica.

Abaixo, confira os itens mais ricos nesse tão importante elemento de origem mineral:

  1. Batata tamanho médio: 952 mg;
  2. 1 xícara de molho de tomate: 811 mg;
  3. Salmão (100g): 628 mg;
  4. 1/2 xícara de feijão branco: 595 mg;
  5. Espinafre (100g): 558 mg;
  6. Batata doce tamanho médio: 542 mg;
  7. Iogurte natural desnatado (200g): 510 mg;
  8. 1/2 de um abacate: 507 mg;
  9. 1 xícara de leite de cabra: 498 mg;
  10. 1/2 xícara de soja: 485 mg;
  11. 1 xícara de beterraba ralada: 442 mg;
  12. 1 xícara de damasco fatiado: 427 mg;
  13. 1 xícara de tomate fatiado: 427 mg;
  14. 1 banana de tamanho médio: 422 mg;
  15. Figo (100g): 232 mg.

Potássio em excesso – risco ou benefício?

Potássio: o que é, para que serve e alimentos ricos.

A deficiência de potássio no organismo é chamada de hipocalemia, podendo causar sérios problemas de saúde, como câimbras, fraquezas nos músculos, etc.

O seu consumo em excesso, em regra, não há problema, pois o corpo humano expele o excesso do mineral pela urina.

Contudo, pacientes com problemas renais podem ter dificuldade em eliminar esse elemento, gerando hipercalemia (níveis altos do elemento no sangue), causando sérios problemas à saúde.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply