Parto Normal Passo a Passo – Benefícios, Dói muito? Detalhes do processo

O parto normal é a forma natural de dar à luz a um bebê lindo e saudável, porém a cesariana continua sendo a opção favorita das mulheres brasileiras. Este tipo de parto é considerado o melhor para a mãe e para o bebê, já que o processo espontâneo de nascimento promove alguns ajustes no corpo da criança e facilitam a recuperação pós-parto por parte da mãe.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) somente 15% dos partos deveriam partir de cirurgias cesarianas. Em contrapartida, no Brasil, há o que se chama de epidemia de cesarianas. A cada 10 realizados, 8,5 são feitos por meio do procedimento.

Na tentativa de diminuir estes números equipes médicas de diferentes hospitais e campanhas do Ministério da Saúde estimulam a escolha pelo parto normal por meio do que se chama parto humanizado. Neste técnica os médicos ouvem mais as opções da mãe durante o processo de nascimento do bebê, coias que vale até para a intensidade da luz, por exemplo.

parto normal doi muito

Parto Normal Passo a Passo

O parto vaginal é considerado o melhor para o bebê, já que ocorre de uma maneira completamente natural. No entanto, para que o processo seja possível é preciso que o bebê termine a virada durante as contrações para que a cabeça passe por primeiro no canal vaginal.

Se a mulher entrar em trabalho de parto e o bebê não estiver na posição correta: sentado, por exemplo. O parto por cesariana se torna obrigatório.

O parto normal acontece de acordo com as fases de dilatação do colo do útero da mulher. Para entender como o bebê nasce confira o passo a passo do que acontece desde que a bolsa de líquido amniótico estoura até o momento de saída da criança pelo canal vaginal. No total, são 3 principais etapas. Confira:

Início da dilatação do colo do útero

Aqui a mulher sente a primeira contração (sim, dói). A partir deste momento a mãe entra em trabalho de parto. Esse processo deve acontecer naturalmente a partir do nono mês de gestação (confira aqui o que acontece em cada mês da gravidez), mas pode acontecer um pouco antes ou um pouco depois.

É nesse momento que a mulher terá a bolsa de líquido estourada e precisará correr para o hospital para inciar o parto.

Fase latente: de 0 a 3 u 4 cm de dilatação

As contrações começam a ser mais frequentes, mas ainda irregulares e com baixa intensidade de duração. O colo do útero começa a se abrir. Com o passar do tempo as contrações aumentam de tempo, podendo acontecer a cada 10 ou 15 minutos.

A mãe não precisa se preocupar caso o médico diga que ainda não é o momento do bebê nascer, afinal, é preciso estar num momento ideal de dilatação e contrações para que a criança saia da barriga sem sofrer qualquer tipo de dano.

parto normal passo a passo

Fase Ativa: de 4 a 7 cm de dilatação

Neste fase as contrações começam a ficar mais rápidas e mais dolorosas. O intervalo entre cada uma passa de 10 para 2 ou 3 minutos entre cada puxada. A duração pode chegar até a um minuto ou mais.

As contrações fortes cansam a mãe e esse é o momento que ela precisará a começar fazer força para acelerar o processo de dilatação do colo do útero e ajudar o bebê a ser empurrado para o canal vaginal.

Neste momento é comum que se mude de posição para ajudar a relaxar o corpo e aliviar o estresse.

Fase de transição: de 8cm a 10cm ou mais de dilatação

Aqui é o momento em que a mãe atinge a dilatação máxima. Algumas mulheres conseguem dilatar até mais do que 10 cm. A vontade de fazer força chega no auge e o bebê estará quase saindo.

Durante todo o processo é o médico obstetra que deverá pedir para que a mãe intensifique ou diminua a força.

Nascimento do bebê

Este é o momento em que o bebê nasce, empurrado pelo canal vaginal. Enquanto a contração nasce a mãe já poderá sentir o bebê entre as pernas e aqui não há mais dor, mas sim uma sensação de alívio. O médico faz o corte do cordão umbilical e dá o filho já limpo para descansar junto à mãe.

Assim que a criança nasce o processo é concluído com a limpeza e expulsão da placenta, um processo que acontece de forma espontânea e não dura mais do que 30 minutos depois do parto.

Se ficou alguma dúvida do processo de nascimento do bebê pelo parto normal confira abaixo o passo a passo num vídeo completo de como acontece o procedimento. Lembre-se que apesar de existir um padrão sempre é possível que aconteça alguma complicação que vai fazer com que algo mude ou o nascimento seja mais rápido ou demorado do que o esperado. No parto normal pouco há para se prever o que pode acontecer.

Parto normal Dói Muito?

O parto normal dói por conta das contrações, mas a intensidade da dor varia muito de acordo com cada mulher. Durante o processo o cansaço é mais incômodo do que a própria dor, de acordo com os relatos das mães. Mesmo para as de primeira viagem geralmente os comentários não são tão ruins quanto as expectativas.

O maior motivo pelo qual as futuras mães têm em não escolher o parto normal é o medo de sentir dor. No entanto, um parto normal pode ser livre de dor se feito uma anestesia ou métodos como massagens ou banhos de imersão.

parto-normalÉ claro que muitas mulheres podem não ter outra opção e passarem por uma cesárea.

O que é fundamental: fazer um pré-natal de qualidade, para que seja possível avaliar qualquer obstáculo que possa impedir que a mamãe tenha parto normal, tais como infecções ou mesmo alterações no bebê.

Se estiver tudo normalizado, o parto normal é a melhor opção. É deixar a natureza seguir o curso no tempo adequado.

Parto normal com anestesia

Para evitar a dor do parto normal as mães podem optar pela anestesia epidural. No entanto, o uso não é muito recomendado pelos médicos de uma maneira geral. Acontece que a mulher que a toma pode perder o controla da força que faz ou que precisa fazer, dificultando o trabalho de parto. Para isso, acaba sendo necessário a inclusão de um aparelho que faz a medição das contrações.

Cabe ao médico de cada mulher reconhecer se é possível liberar a anestesia ou não de acordo com o organismo de cada uma.

Não é somente a anestesia que ajuda a aliviar as dores do trabalho de parto. Massagens durante o intervalo das contrações, técnicas de respiro, acupressão e hidroterapia é somente algumas das técnicas usadas para facilitar o parto normal sem necessidade do uso de remédios.

parto normal com anestesia

Benefícios Do Parto Normal

Escolher o parto normal é escolher a melhor opção para a mãe e para o bebê!

Saiba quais são os diferenciais de um parto normal e o que pode influenciar sua decisão – se estiver com receio:

  • A recuperação pós-parto é mais rápida,
  • Há risco de ocorrer menos dor no pós-parto também,
  • Complicações possuem um menor risco se comparado com uma cesárea,
  • A cicatriz é menor (se você se preocupar com a estética),
  • Há um risco menor do bebê nascer prematuro,
  • O bebê terá mais facilidade para respirar,
  • Pode ocorrer com ou sem anestesia – isso vai de você e do quanto você pode aguentar,
  • O bebê corre menos risco de contrair doenças respiratórias.

Uma grande diferença entre o parto normal e a cesárea é o tempo do trabalho de parto, que no parto normal é mais longo, pois depende exclusivamente do organismo da futura mamãe.

Se precisa de outros motivos para escolher o parto normal, saiba que:

parto-normal-seguro

  • A mamãe, corre menos riscos de contrair infecções,
  • A amamentação é mais fácil,
  • Os laços emocionais e sentimentais com o bebê acontecem com maior facilidade,
  • O útero da mãe voltará ao tamanho original mais rápido.

Até quantas semanas pode nascer de parto normal?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde a data provável de parto (DPP) é calculada para a 40ª semana de gestação (a qual deve ser calculada a partir do primeiro dia de atraso menstrual). O bebê que nasce a partir da 37ª semana é considerado prematuro e o que vêm após a partir da 42ª pós-termo.

O parto normal é recomendado para todas as mães que entrarem em trabalho de parto de forma natural, mesmo quando prematuro. Em casos em que a data de paro provável é ultrapassada a maior parte dos obstetras também recomendam a espera, na tentativa de avaliar se há chances de que a mãe inicie as contrações.

Tipos de parto normal

Há vários tipos de parto normal, os quais variam de acordo com a necessidade de cada mãe:

  • Parto normal induzido: este é feito principalmente quando o bebê já passou da 40ª semana de gestação ou se o colo do útero é imaturo, ou seja, não tem a capacidade de dilatação necessária.
  • Parto normal na água: esta é uma das técnicas de parto humanizado. Neste tipo a mulher é imersa numa banheira com água aquecida e limpa. O processo ajuda no nascimento e a facilitar contrações, já que causa o relaxamento das articulações pélvicas e tecidos vaginais. O uso é ideal para mães que possuem HIV ou herpes para evitar a contaminação do filho.

parto normal humanizado

Quanto tempo dura o parto normal?

Não existe uma média. Vários fatores influenciam para a duração de um parto espontâneo, incluindo a quantidade de filhos que a mulher teve. Por isso, não há como revelar de ante mão quanto tempo terá de duração.

Há partos que levam uma hora, outros dez. Em casos complicados o médico pode optar por encerrar o parto normal e inciar uma cirurgia cesariana – já falamos como é feita aqui, caso a mãe o bebê estejam correndo riscos.

Parto normal domiciliar

O parto normal domiciliar é uma escolha da mãe, devido a técnicas de humanização do processo de nascimento do bebê. Para isso são aplicadas várias técnicas que podem ser feitas em banheiras e até piscinas infláveis.

O que dificulta o procedimento é a contratação de um profissional qualificado, já que nos hospitais não existe esta possibilidade e a maior parte dos planos de saúde não cobrem despesas em casa.

Se não houver qualquer condição de saúde que interfira em sua escolha, opte pelo parto normal. Embora existam riscos de parto, porém menores do que em cesáreas, uma equipe capacitada estará atenta para realizar uma cesárea para o bem-estar do bebê e do seu.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...