O que é angina? Como identificar essa doença? Veja mais aqui

O corpo sempre emite sinais alertando sobre a sua saúde, e um dos sinais mais claros de que seu coração está em risco é o desconforto ou a dor localizada bem no centro o peito. Pode vir acompanhada da sensação de pressão, aperto, queimação um pouco acima do tórax e, até mesmo, pode espalhar para braços, costas, pescoço e mandíbulas.

Isso pode ser Angina – um sintoma de doença arterial coronariana. Saiba, abaixo, o que é angina, as principais causas e consequências, aprenda a reconhecer os sintomas e os tratamentos adequados:

  • O que é Angina e qual sua principal causa?
  • Quais as consequências da Angina?
  • Quais os sintomas da Angina e como reconhecê-los?
  • Importância do tratamento para Angina
  • Tenho Angina! Qual médico devo procurar?

O que é Angina e qual sua principal causa?

O que é angina? Como identificar essa doença? Veja mais aqui.

De acordo com os médicos, Angina é o sintoma de doença na artéria coronária, sendo o mais comum entre as doenças cardíacas. Ela ocorre quando há um acúmulo de placas nas artérias do coração, deixando elas estreitas e duras, consequentemente, diminuindo o fluxo sanguíneo para o coração e reduzindo o suprimento de oxigênio para ele.

A dor ou desconforto torácico é causada pela redução do fluxo sanguíneo na artéria, sendo a consequência dessa redução a falta de nutrientes e oxigênio, para o músculo cardíaco funcionar normalmente.

O coração é um músculo. Quando há uma oferta insuficiente de oxigênio e nutrientes, o corpo também terá uma resposta local e sistêmica, sendo que a dor é um aviso do corpo de que algo não vai bem, pois não há um equilíbrio entre a oferta e a demanda de nutrientes.

Principal causa da Angina

A angina é causada quando há uma isquemia cardíaca, ou seja, quando há a diminuição do fluxo de sangue nas artérias responsáveis por levar o oxigênio ao coração. Geralmente, a isquemia cardíaca é causada pelo acúmulo de placas de gordura nas artérias coronarianas, chamadas de aterosclerose.

Estas placas são formadas ao longo dos anos da vida, principalmente em pessoas com pressão alta, colesterol elevado ou diabetes descompensado.

Quais as consequências da Angina?

O surgimento e a progressão da aterosclerose, acúmulo de placas de gordura, são as principais consequências desse mal – o que trás diversos fatores de risco cardiovascular. As principais causas para angina são:

  • Hipertensão arterial;
  • Tabagismo;
  • Obesidade (principalmente a obesidade central, ou seja, da cintura para cima);
  • Sedentarismo;
  • Diabetes;
  • Elevação do colesterol e triglicérides;
  • Fatores genéticos.

Quais os sintomas da Angina e como reconhecê-los?

Veja abaixo, quais são os sintomas da Angina e como identificá-los:

  • Desconforto, peso ou dor no peito;
  • Palpitações (a sensação de que o coração “pulou”);
  • Sensação de fraqueza e cansaço constante, que podem evoluir para um esgotamento total do corpo;
  • Tontura e náusea, comuns, principalmente, após fazer esforço, podendo vir acompanhadas de suor frio;
  • Falta de ar;
  • Desmaio ou quase-desmaio, que pode ocorrer porque o coração não está bombeando sangue suficiente para o cérebro;
  • Batimentos mais acelerados do que o normal (taquicardia);
  • Batimentos mais lentos do que o normal (braquicardia).

Para identificar a angina com antecedência, é indispensável conhecer os sintomas listados acima .

Importância do tratamento para Angina

A angina pode ser tratada, porém seu resultado só é positivo em pessoas que conseguem fazer o tratamento de forma correta e disciplinada. Em muitos casos, é possível observar o sintoma ser controlado com o uso dos medicamentos prescritos pelo médico cardiologista. Tratamento da angina visa alguns objetivos básicos:

  • Redução da gravidade dos sintomas dos ataques de angina;
  • Redução da frequência de ataques;
  • Melhora do fluxo sanguíneo para os músculos do coração;
  • Redução de risco fatal ou não fatal, mas severamente debilitantes, como ataques cardíacos ou derrames cerebrais.

Tenho Angina. Qual médico devo procurar?

Um médico cardiologista é o mais apropriado. O diagnóstico da Angina, geralmente é baseado na presença de sintomas típicos, na história clínica do paciente e no alívio rápido dos sintomas. O médico também pode realizar um eletrocardiograma (ECG), antes de ceder a dor. Esse exame é crucial antes de qualquer suspeita de angina de peito.

Em muitos casos, o paciente pode ser submetido a um teste de estresse, ou seja, ele realiza um eletrocardiograma, enquanto caminha em uma esteira ou bicicleta de pedais fixos, que permitem graduar a intensidade do exercício. Este teste ajuda a determinar se a dor se origina no músculo cardíaco.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply