Magnésio: Para que serve? Indicações e Contraindicações

O magnésio é um mineral extremamente importante, pois desempenha mais de 350 reações bioquímicas no corpo, como síntese proteica, metabolismo, produção de energia e crescimento das células. No entanto, o Brasil é um dos países onde existe mais carência de magnésio, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Desde funções como o controle da pressão arterial, atividades cardíacas e saúde de ossos, nervos, tecidos e tônus muscular precisam do magnésio. O mineral é responsável por regular o corpo em toda a extensão do sistema nervoso, digestivo e do metabolismo.

A deficiência de magnésio pode provocar muitas câimbras, pressão alta,fadiga, ansiedade, dificuldades para dormir, problemas nos ossos, calcificação nas artérias entre outros sintomas. Continue lendo para saber mais!

Indicações do Magnésio

Magnésio: Para que serve? Indicações e Contraindicações

Existe uma indicação diária para o consumo de magnésio para todas as fases da vida, pois o mineral desempenha um papel essencial no organismo humano. Portanto, todos devem ingerir, seja pela alimentação equilibrada, seja pela suplementação.

Alguns estudos apontam que pessoas que possuem uma baixa ingestão de magnésio podem ser alvos mais fáceis da depressão, além da probabilidade de desenvolverem outros problemas de saúde, como osteoporose, ansiedade, pressão alta, diabetes tipo 2 e envelhecimento precoce.

A indicação de consumo de magnésio é:

  • Bebês de 0 a 6 meses = 30 mg;
  • Bebês de 7 a 12 meses = 75 mg;
  • Crianças de 1 a 3 anos = 80 mg;
  • Crianças de 4 a 8 anos = 130 mg;
  • Crianças de 9 a 13 anos = 240mg;
  • Adolescentes de 14 a 18 anos = meninas (360 mg) meninos (410mg);
  • Mulheres = 320 mg;
  • Gestantes = até 350mg;
  • Homens = 420mg.

Contraindicações do Magnésio

Por ser um mineral essencial para organismo, o magnésio não possui contraindicação, quando ingerido na dosagem certa, especialmente quando provém da alimentação, pois é um recurso natural para nutrir o organismo.

Com relação à suplementação, é essencial buscar orientação médica, especialmente quem possui alguma patologia digestiva, distúrbios intestinais e problemas renais.

O excesso de magnésio no organismo faz mal, podendo provocar rubor na face, pressão muito baixa, náuseas, fraqueza, boca seca e problemas para respirar. Essa condição é chamada de “hipermagnesemia” e precisa de tratamento.

Quem pode indicar o magnésio?

Os estudos têm mostrado que os benefícios do magnésio para a saúde podem privilegiar muitas pessoas, inclusive as que sofrem com doenças cardiovasculares, depressão, ansiedade, fibromialgia, diabetes e outros problemas.

No entanto, não existe um exame específico que avalia qual a quantidade de magnésio nos tecidos, pois somente 1% do mineral vai para o sangue – por isso, os testes de sangue são imprecisos.

Outras formas de analisar a quantidade de magnésio no organismo é o exame de urina e também do mineralograma capilar. Mesmo assim, é preciso um médico para avaliar os testes e outros sintomas e determinar a necessidade da ingestão da suplementação de magnésio.

Portanto, quem pode indicar o magnésio é um nutrólogo, nutricionista, clínico geral, médico ortomolecular ou cardiologista. Se você tem dúvidas com relação à necessidade de ingerir um suplemento de magnésio, procure orientação de um especialista.

Onde encontrar o magnésio

Magnésio: Para que serve? Indicações e Contraindicações

Muitos alimentos têm um alto teor de magnésio, inclusive, muitas pessoas que mantêm uma alimentação equilibrada não possuem deficiência do mineral, pois ele está presente em:

  • Salmão;
  • Brócolis;
  • Couve de Bruxelas;
  • Sementes de abóbora e de girassol;
  • Abacate;
  • Quinoa;
  • Arroz integral;
  • Aveia;
  • Espinafre;
  • Amendoim, amêndoas, Castanhas;
  • Leite e seus derivados;
  • Carne vermelha;
  • Cacau;
  • Banana.

O magnésio também pode ser obtido pela suplementação em cápsulas, que é indicado especialmente para pessoas que possuem fatores que reduzem os níveis de magnésio no organismo. Alguns deles são: diabéticos, idosos, usuários de álcool e de certos medicamentos, como furosemida, tiazidas, hidroclorotiazidas, tetraciclina e pílulas anticoncepcionais.

No geral, poucos médicos indicam a suplementação de magnésio, pois consideram muito fácil adquirir o aporte necessário com a alimentação. Entretanto, as pessoas que têm interesse em usar suplementos precisam consultar um especialista, para ter mais informações a respeito.

A deficiência de magnésio se manifesta por: insônia, pressão alta, câimbras, insuficiência cardíaca, osteoporose, ansiedade, depressão, TPM, problemas de memória entre outros. Fique atento, pois, como os sintomas são muito parecidos com outras questões de saúde, é essencial buscar orientação médica.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply