O que são leucócitos? Valores de referência e cuidados

Certamente, você já ouviu falar em glóbulos brancos. Saiba que são a mesma coisa que os leucócitos. Esses são células sanguíneas, que têm uma função: agir em defesa do organismo. Essa processo é feito de duas formas, pela fagocitose e pela produção de anticorpos.

A quantidade de leucócitos na corrente sanguínea sofre quedas ou aumentos consideráveis, dependendo de uma série de fatores. Para entender melhor o que significa quando os valores de leucócitos estão altos ou baixos, continue lendo a matéria:

O que são leucócitos?

O que são leucócitos? Valores de referência e cuidados

São células sanguíneas, que defendem o organismo de infecções, doenças, alergias e, até mesmo, resfriados. Elas são dividas em dois grupos: granulócitos e agranulócitos, tendo como diferença a presença de grânulos, que podem ser observados por microscópio. Entenda melhor:

Agranulócitos

São tipos de leucócitos sem grânulos, podendo ser linfócitos ou monócitos. Os linfócitos são células esféricas com núcleo volumoso, divididos entre linfócitos B (plasmócitos) e T. Enquanto o primeiro trabalha na produção de anticorpos, o segundo atua estimulando as primeiras a trabalhar. Já os monócitos são maiores e o seu núcleo é mais variável, atuando, principalmente, na fagocitose, ou seja, englobam partículas estranhas para depois destruí-las e eliminá-las.

Granulócitos

São células que possuem grânulos visíveis em microscópio. São divididas em três tipos: neutrófilos, eosinófilos e basófilos.

Os neutrófilos estão em maior quantidade do que as outras. Sua principal característica é a fagocitose, sendo semelhantes aos eosinófilos, no entanto, o poder de fagocitose desse tipo é um pouco mais lento.

Os eosinófilos atuam, principalmente, durante crises alérgicas. Já os basófilos são leucócitos, que produzem duas substâncias, funcionando como anticoagulante e vasodilatador.

Valores de referência

Para observar a quantidade de leucócitos no organismo, é preciso realizar um exame de sangue, chamado hemograma. A quantidade de leucócitos no organismo irá variar de acordo com a idade e o sexo de cada um. No geral, 30% das células correspondem aos 5 tipos de leucócitos.

Considerando a variação, os valores de referência para uma pessoa adulta são de 4.000 e 12.000 leucócitos ou glóbulos brancos/µL. Além disso,a contagem pode ser influenciada por uma série de fatores, como infecções e estresse.

Leucócitos altos o que pode ser?

O que são leucócitos? Valores de referência e cuidados

Os leucócitos altos ou leucócitos aumentados são conhecidos como leucocitose. Nesse estágio, consideram-se exames que acusam mais de 11.000/mm³ no exame de sangue.

Esse aumento pode acontecer devido a uma série de fatores, como infecções ou doença recente. O estresse também faz com que o número de leucócitos aumente, além de que alguns medicamentos, certas alergias e mielofibrose ou leucemia.

Essa é uma condição, basicamente, assintomática, mas que quando apresenta sintomas, o paciente pode sofrer com febre acima de 38°C, dificuldades em respirar, perda de apetite, tonturas e formigamentos nos membros (braços e pernas).

Leucócitos baixos, o que pode ser?

Quando o volume de leucócitos está baixo, chama-se essa condição de leucopenia. Considera-se baixo valores menores que 4.500/mm³. Isso ocorre em quadros em que o paciente apresenta anemia ou má nutrição. O uso de antibióticos, HIV, lúpus, leucemia ou quimioterapia também pode provocar a queda.

Os sintomas mais comuns, neste caso, são o cansaço excessivo, infecções e resfriados recorrentes ou que parecem não ir embora, febre, dores de cabeça e dores abdominais.

Seja leucócitos altos ou baixos, é preciso procurar um clínico geral, a fim de avaliar a causa. Afinal, para resolver o problema, é necessário tratar a causa, caso contrário, a quantidade de glóbulos brancos não irá normalizar.

Leucemia: leucócitos baixos ou altos?

Essa condição é considerada um tipo de câncer que ataca a produção de leucócitos. De um modo geral, ela estimula a produção dos glóbulos brancos, no entanto, as células multiplicam-se de maneira descontrolada. Isso significa que elas não conseguem alcançar o seu estágio maduro, prejudicando as células que estão em estágio normal.

Essa produção desenfreada atrapalha a contagem, podendo causar tanto leucócitos altos como baixos.Muitos desses sintomas passam despercebidos. Por esse motivo, o ideal é sempre procurar um médico, com periodicidade, para a realização de exames de rotina, entre eles o hemograma completo. Isso ajudará a prevenir doenças ou até começar a tratá-las logo no começo.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply