Hepatologia – Quando procurar e Como se tornar um hepatologista

Hepatologia é a área da medicina que estuda e trata de doenças relacionadas ao fígado e às vias biliares. Essa importante especialização médica serve tanto para tratar das doenças que atacam os referidos órgãos quanto para preveni-las.O profissional especializado em hepatologia chama-se hepatologista.

A ciência destaca que as principais causas de doenças no fígado estão relacionadas ao consumo desenfreado de álcool, uso de drogas, alterações imunológicas, alterações genéticas e presença de parasitas ou vírus.

O hepatologista atua tanto na área clínica quanto na cirúrgica, ou seja, desde o diagnóstico de doenças hepáticas, passando por cirurgias, biópsias, transplantes de fígado, etc. Esse profissional também é responsável por oferecer orientações preventivas sobre as hepatites virais, como o uso de vacinas ou de medidas que evitem a transmissão do agente viral.

hepatologista

Exames e procedimentos comuns

O hepatologista possui um leque de exames que o ajudam no diagnóstico de doenças que atacam o fígado. Podemos destacar:

  1. Exames de sangue: é o exame inicial, no qual o profissional especialista analisa taxas importantes que, quando há alterações, indicam que o fígado encontra-se afetado, uma vez que os marcadores são extremamente sensíveis;
  2. Exames de imagem: ultrassonografia, tomografia computadorizada (entenda aqui), ressonância magnética e elastografia são exames que conseguem demonstrar como está a estrutura do fígado, ou seja, se há cistos, tumores ou outras alterações. Normalmente, os exames de imagem são solicitados pelo hepatologista quando ele detecta alterações no exame de sangue;
  3. Biópsia: Já a biópsia, ela é solicitada quando o hepatologista encontrou importantes alterações nos resultados dos exames anteriores, em especial quando é encontrado presença de cisto ou de nódulo no fígado. É o exame responsável por identificar se as células do fígado estão normais ou se há a presença de células cancerígenas.

Além disso, também é de responsabilidade do hepatologista o tratamento de hepatites crônicas e agudas, cirurgias no aparelho digestivo e no fígado, realização de resseção, alcoolização e ablação de tumores e, até mesmo, transplante de fígado.

Como se tornar um médico hepatologista

Primeiramente, é preciso diferenciar o médico hepatologista do gastroenterologista, pois há uma confusão comum entre ambas as especialidades.

O médico gastroenterologista é o profissional especializado no tratamento de doenças que estão relacionadas ao processo digestivo do corpo humano, doenças essas que podem ser no esôfago, estômago, intestino e bexiga. Por isso, ele também é apto a tratar doenças hepáticas.

Entretanto, o médico hepatologista é o profissional especializado em doenças hepáticas.O hepatologista formado realizou um treinamento intensivo para tratar exclusivamente de doenças que atacam o fígado e as vias biliares.

Assim, a hepatologia é considerada uma subespecialidade da gastroenterologia. Logo, considera-se que um médico hepatologista nada mais é do que um gastroenterologista que recebeu um treinamento intensivo e específico para o tratamento de doenças hepáticas.

Para atuar na área, é preciso ter graduação em medicina e fazer uma residência de 2 anos em hepatologia. Entretanto, é pré-requisito para essa residência que a pessoa já tenha residência em clínica médica, gastro ou infectologia.

Após, a Sociedade Brasileira de Hepatologia fornece um certificado de especialista na área, se o médico cumprir os requisitos por ela determinados.

Além disso, a faixa salarial de um médico hepatologista é bem interessante. Em uma empresa de pequeno porte, a faixa salarial pode variar de R$5.432,00 (trainee) a R$10.609,38 (sênior). Já em uma empresa de grande porte, os salários vão de R$9.180,08 (trainee) a R$17.929,85 (sênior).

hepatologia exames

Quando procurar um hepatologista?

Apesar de ser uma área importante, ainda não é muito difundida e a confusão com o médico gastroenterologista é frequente. Contudo, o hepatologista é o profissional mais qualificado para tratar de doenças hepáticas.

Comumente, a procura por um hepatologista se dá quando aparecem algumas das situações abaixo:

  • Hemorragias digestivas (vomitar sangue ou evacuar em forma de borra de café);
  • Emagrecimento sem causa aparente;
  • Pele e olhos amarelos;
  • Inchaço nas pernas e na barriga;
  • Encefalopatia (desorientação mental ou agressividade);
  • Ascite (água na barriga);
  • Fraqueza e sangramento na gengiva.

Como dito, o hepatologista também trata de câncer de fígado, sendo que os sintomas dessa doença são, além dos enumerados acima, presença de febre, náuseas, dor abdominal e mal estar em geral. Entretanto, esses sintomas só aparecem em estado avançado do câncer.

Em suma, a hepatologia é uma área da medicina extremamente promissora, tendo em vista a escassez de profissionais mais especializados em doenças hepáticas.

Vale a pena pesquisar e pensar a fundo em investir nessa área e tornar-se um médico hepatologista!

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply