Guia do Pênis – Qual o tamanho normal? Ele cresce até que idade? Principais cuidados e tudo que você precisa saber

Motivo de orgulho para muitos homens, o pênis também carrega alguns segredinhos e até mesmo curiosidades. A grande preocupação do público masculino é quanto ao seu tamanho.

Muitos pensam: “será que o meu o pênis tem tamanho normal?”. Isso acaba levantando a outras questões que envolvem o tão adorado órgão. Para sanar todas essas dúvidas — e até fazer descobertas incríveis — confira o guia do pênis.

Tamanho do Pênis

Para alguns homens ir até um banheiro público ou ao vestiário do time é sinônimo de preocupação. Afinal, ninguém quer se sentir diminuído pelo tamanho do pênis de outros homens. Mas se o seu pênis flácido possui entre 6 e 9 cm e ereto tem entre 14 e 16 cm, fique tranquilo! Pois você está na média dos brasileiros.

Porém o pênis também possui suas particularidades, existindo dois tipos diferentes:

  • O pênis pequeno enquanto flácido pode até triplicar o seu tamanho durante uma ereção.
  • E o pênis longo quando flácido, que aumenta poucos centímetros durante a ereção.

tamanho do pênis

O órgão começa a se desenvolver — crescer — por volta dos 12 ou 13 anos de idade e o crescimento dura até aproximadamente os 18 anos. A partir daí, ele começa a engrossar. Mas vale ressaltar que isso não é uma regra.

Fumar Diminui o Pênis?

Antes de responder a essa questão é preciso entender como o pênis funciona. A ereção acontece quando há um aumento da circulação sanguínea no órgão, fazendo com que a musculatura fique rígida.

O pênis é composto por um corpo esponjoso e 2 corpos cavernosos. E é dentro desse último que fica a musculatura responsável por receber esse aumento do fluxo sanguíneo, que por sua vez precisa ser bom para estabelecer a ereção — e o tamanho do órgão ereto.

Ou seja, a musculatura é a grande responsável por definir o tamanho do pênis ereto.

Um dos malefícios do cigarro é deixar a musculatura do corpo menos relaxada, e isso significa que a musculatura do seu pênis tem dificuldades de ficar ereto. Isso acontece porque os vasos sanguíneos dos corpos cavernosos acabam obstruídos, dificultando a passagem do sangue, o que diminui a circulação do oxigênio.

Todo esse processo, devido ao uso do cigarro, faz com que o pênis possa diminuir até 1cm durante sua vida — além de outros malefícios que você já deve conhecer.

cuidados com o pênis

Obesidade Diminui o Pênis?

Sim, porém não diretamente. O que acontece é que uma pessoa obesa sofre um acúmulo de gordura na região pré-pubiana. Isso faz com que a parte abaixo do umbigo — na região abdominal — seja “mais gordinha”.

O púbis, que é o osso abaixo do umbigo e próximo ao pênis, também sofre com essa gordura e, de quebra, acaba levando o pênis a ficar escondido em meio a gordura. Assim, dá a impressão de que o órgão é menor. Isso acontece com todos os homens que estão acima do peso, independente de sua idade.

Para que seu amigo volte ao tamanho normal, basta fazer uma dieta e manter o peso saudável.

Pênis Torto é Normal?

Não precisa se preocupar se o seu parceiro é inclinado para esquerda, para direita ou ainda é em formato de “cabo de guarda-chuva”. É comum que alguns homens tenham o pênis torto. Se isso não causa nenhum tipo de desconforto ou se não interfere em suas relações sexuais, não há com o que se preocupar.

Esse “fenômeno” acontece por vários motivos como, por exemplo, a uretra não cresceu o mesmo que os corpos cavernosos ou ainda se um dos músculos do corpo cavernoso cresceu mais que o outro.

O pênis também pode entortar devido a traumas sofridos, como uma fratura peniana. Que acontece devido a uma ereção e penetração inadequada, resultados do uso abusivo do álcool. Esse topo de fratura causa dor intensa e também uma dose de constrangimento.

tamanho do pênis

Principais Cuidados

Assim como qualquer outra parte do corpo, o pênis precisa de alguns cuidados. O primeiro deles, sem sombra de dúvida, é quanto a sua higienização. É fundamental mantê-lo limpo, pois isso evita doenças e infecções.

Pode parecer clichê, mas manter uma boa alimentação também faz parte dos cuidados com o seu órgão. Além de ficar longe dos cigarros e evitar bebidas alcoólicas — seu uso pode prejudicar o seu desempenho sexual ao longo da vida.

Há também alguns problemas que precisam de tratamento médico, como é o caso do priapismo. Quem sofre com esse problema continua com uma ereção por até 4 horas após a ejaculação. Parece bom, mas ele causa uma dor intensa. Nesses casos é essencial contatar um médico. O priapismo pode acontecer devido a alguns fatores, um deles é o uso inadequado de medicamentos para disfunção erétil.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (41 votes, average: 4,54 out of 5)
Loading...