Gastrite – O que é? Quais os sintomas e tratamento?

A gastrite é uma doença que causa inflamação, infecção ou até erosão no revestimento estomacal, também conhecido como mucosa.

A mucosa do estômago é responsável por produzir ácidos e enzimas que atuam na digestão dos alimentos, quando o revestimento do estômago está inflamado, essa produção de enzimas e ácidos é reduzida, causando desconforto ao paciente.

Se você tem gastrite e chegou até aqui, acredito que queira uma solução RÁPIDA para se livrar desse problema, não é mesmo? Existe no mercado uma série de remédios que, muitas vezes, só aliviam as dores, porém não acabam com o problema. E você, certamente, quer vencer de vez com a gastrite e azia.

Que tal conhecer uma forma alternativa para tratar o problema, sem remédio e sem gastos exorbitantes? É possível vencer a azia e gastrite de forma 100% natural e sem causar malefício algum para sua saúde. Veja neste link um relato de uma pessoa que sofreu muito com esses problemas e hoje está recuperada:

gastrite_o_que_e_sintomas_tratamento_estomagoÉ necessário não confundir a dor na boca do estômago, causada por má alimentação e outros hábitos como tabagismo e ingestão de bebidas alcoólicas, com a gastrite. Esta pode ser classificada em aguda – durando pouco tempo, ou crônica – durando meses ou até anos, dependendo do caso, se o paciente não procurar tratamento. É importante salientar que a gastrite crônica pode e deve ser tratada, a palavra crônica, nesse caso, não significa que o paciente conviverá com a doença para o resto da vida, o que muitos pacientes pensam antes de procurar a opinião de um médico especialista.

A gastrite erosiva pode não causar infamação na mucosa estomacal, e sim causar uma lesão nas paredes do estômago. Na maioria dos casos, essa lesão é superficial, no entanto essa condição pode causar uma erosão, sangramentos e até úlcera.

No diagnóstico desses três tipos de gastrite, a bactéria helicobacter pylori foi encontrada no estômago dos pacientes, no entanto não há comprovação de que essa bactéria cause a gastrite ou se ela é somente parte do ambiente propício para o desenvolvimento da doença.

gastrite_o_que_e_sintomas_tratamento_desenhoHá outro tipo de gastrite, denominado gastrite nervosa, no qual o paciente sente todo o desconforto abdominal, dores fortes na boca do estômago, náuseas e às vezes até vômito. No entanto ao realizar o exame de endoscopia, não há inflamação na mucosa estomacal ou lesões.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam esse tipo de gastrite não é causada apenas porque a pessoa passou por um estresse muito grande. De acordo com especialistas, o aspecto emocional é um dos fatores que em conjunto com determinados hábitos diários, como longos períodos em jejum, tabagismo, ingestão de bebida alcoólica, consumo diário de frituras e alimentos industrializados podem causar o mal estar da gastrite nervosa.

A gastrite também pode ser provocada por interações medicamentosas, como o uso de anti-inflamatórios não esteroides, antibióticos, entre outros remédios que não devem ter o uso prolongado. Utilizar remédios sem consultar um médico pode causar gastrite, já que cada caso possui uma especificidade e quem deve prescrever o modo de usar cada medicamento é somente o médico especialista.

Possíveis Causas da Gastrite

A bactéria Helicobacter pylori foi encontrada no estômago de pacientes com gastrite ou úlcera. Mas como dito, não se sabe se ela é causa do problema ou apenas o ambiente é favorável para sua presença.

As causas mais comuns da gastrite, apesar disso, podem ser destacadas:

  • Uso prolongado de anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs) – por exemplo, a aspirina e o ibuprofeno;
  • Alcoolismo;
  • Idade;
  • Estresse;
  • Doenças autoimunes;
  • Uso de drogas, como o caso da cocaína;
  • Pessoas infectadas com o vírus do HIV (causador da Aids).

Em alguns casos, lesões traumáticas, radiação, queimaduras graves, cirurgia e doença crítica também se encaixam em causas da gastrite.

Principais sintomas da gastrite

Os sinais dos diferentes tipos de gastrite podem variar de paciente para paciente e às vezes pode não haver nenhum. Além disso, em alguns casos os sintomas podem ser confundidos com os de doenças ou gordura no fígado.

Os principais sintomas da gastrite são a sensação de azia, queimação e digestão difícil, mesmo comendo pouco. Dores na região do abdômen, principalmente na parte de cima, que podem ser tão fortes a ponto de causar náuseas, vômitos e em consequência perda de apetite. Em lesões graves pode haver o aparecimento de sangue nas fezes, que tendem a ser muito escuras.

Em caso de qualquer um desses sintomas é preciso procurar um médico especialista, que indicará o exame de endoscopia a fim de descobrir as condições da mucosa do estômago e indicar o melhor tratamento.

Complicações da Gastrite

A gastrite não tratada pode acabar sendo um fator de risco para o surgimento de outras complicações para o organismo:

  • Úlcera péptica,
  • Pólipos gástricos,
  • Tumores gástricos benignos e malignos,
  • Gastrite atrófica (destrói as células do revestimento do órgão, podendo levar a dois tipos de câncer – o gástrico e o linfoma do tecido linfoide relacionado à mucosa gástrica),
  • Sangramento no estômago.

Dessa maneira, frisa-se a importância do tratamento médico.

Tratamento Para Gastrite

O tratamento para gastrite consiste em formas de balancear os ácidos do estômago inflamado. Geralmente são indicados antagonistas H2, antiácidos e inibidores bombas de prótons (IBP), pantoprazol, omeprazol, iansoprazol, rabeprazol e esomeprazol. Esses medicamentos são receitados por um médico especialista e devem ter as doses e horários respeitados. Alguns devem ser tomados em jejum, outros antes ou após a refeição e assim por diante. É importante seguir corretamente a indicação do médico, a fim de gerar bons resultados no tratamento da inflamação.

gastrite_o_que_e_sintomas_tratamento_alimentacao_adequada

Recomenda-se a mudança de alguns hábitos para que a gastrite seja tratada com mais sucesso, como parar de fumar e consumir bebidas alcoólicas, além de acrescentar nas refeições diárias alguns alimentos que são benéficas para a mucosa estomacal.

Alimentos ricos em amido, como arroz, batata e outros tubérculos, preparados cozidos com pouco sal podem dar uma sensação de bem-estar no paciente. Legumes e verduras são recomendados cozidos em água ou no vapor para facilitar o processo de digestão. Frutas, como mamão e banana são ótimas para saciar a fome na hora do lanche.

Além dos tipos e preparo dos alimentos, é preciso estar atento à quantidade de comida em cada refeição. Os especialistas afirmam que comer pouco é melhor para uma digestão mais efetiva e para evitar a sensação de estômago cheio, que pode causar mal estar no paciente com gastrite.

 

Por esse mesmo motivo recomenda-se não ingerir líquido junto às refeições, pois esse hábito causa exatamente essa sensação de estômago cheio, prejudicando a digestão. Um pouco de água, meio copo, é o recomendado por especialistas para acompanhar as principais refeições. Os chás de hortelã, alecrim e boldo também podem ser consumidos e a água de coco é uma parceira para manter a hidratação nos dias mais quentes.

Evite complicações mais graves com tratamento imediato – mesmo que a recuperação demore mais do que o esperado, tratar a gastrite tem resultados positivos.

É essencial apontar em relação à bactéria H. pylori que estudos afirmam que ela é possível de ser transmitida de pessoa para pessoa e no consumo de água e comida contaminados. Para prevenção e evitar infecções, sempre se preocupe com sua higiene pessoal tanto dentro como fora de casa!

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (61 votes, average: 4,44 out of 5)
Loading...