O que a doença de Lyme? Veja os sintomas, as causas, os cuidados e mais

A Doença de Lyme é uma doença bacteriana, causada pelo carrapato. Ela também é conhecida como borreliose ou “a grande imitadora”, já que seus sintomas são muito semelhantes a outras enfermidades, como os da gripe e artrite.

É uma doença um pouco difícil de ser diagnosticada, já que, em um primeiro momento, ela pode ser confundida com outras. Por isso, é importante conhecer suas principais características e procurar um médico assim que as primeiras suspeitas surgirem. Entenda mais sobre a Doença de Lyme:

Causas

O que a doença de Lyme? Veja aqui os sintomas, causas, cuidados e mais.

A Doença de Lyme é uma zoonose, ou seja, é transmitida tanto para animais quanto para o homem. Originalmente causada pelo carrapato Ixode ricinus, comum na Europa, a doença sofreu adaptações, sendo que, no Brasil, seu hospedeiro principal é o Amblyomma cajennense, também conhecido como carrapato estrela. Esse é um carrapato que encontra-se comumente em cavalos, podendo causar uma doença chamada de “febre maculosa”, por isso, é preciso ter muito cuidado ao ter contato com os equinos.

Outros carrapatos também podem causar a Doença de Lyme, sendo assim tenha muita atenção aos animais domésticos, que podem contrair o hospedeiro, levando-os para dentro de casa e aumentando os riscos de contaminação de sua família.

Sintomas

Os sintomas da Doença de Lyme vão variar de acordo com seus estágios, que são três:

Etapa localizada inicial

No primeiro estágio da Doença de Lyme, é comum que apareça uma mancha avermelhada no local em que o carrapato picou. Ela pode chegar a 15 centímetros de diâmetro e, geralmente, sua borda é mais escura, enquanto que o centro, muitas vezes, não sofre alteração de cor. Além disso, é comum que se formem vários “círculos”, criando uma espécie de alvo.

Os sintomas podem aparecer até um mês depois da picada do carrapato, mas, em alguns casos, esse primeiro estágio é assintomático. Isso faz com que a doença não seja percebida e, consequentemente, não seja tratada, evoluindo para outras etapas.

Etapa disseminada inicial

Caso a doença não seja tratada no primeiro estágio, ela pode evoluir para a etapa disseminada inicial. É neste momento que os sintomas bem semelhantes aos de uma gripe podem manifestar-se, sendo eles:

Além disso, há sintomas menos comuns, como enjoos e dores de garganta, sendo possível que todos os sintomas durem semanas ou desapareçam e reapareçam novamente por várias e várias vezes.

Etapa tardia

A Doença de Lyme pode desaparecer por meses ou anos e desenvolver-se novamente, até chegar no último estágio, que é a etapa tardia. Ela vem acompanhada de sintomas mais graves, como dor e inchaço nas articulações, podendo causar, até mesmo, uma artrite.

Tratamentos

O ideal é que o tratamento inicie na etapa inicial da doença, quando o corpo tem mais chances de responder ao uso dos antibióticos. O grande problema da Doença de Lyme é que,muitas vezes, ela não é diagnosticada, por ser confundida com outras, fazendo com que ela se desenvolva sem que o paciente saiba que está doente.

Porém, em todos os estágios é possível tratá-la com antibióticos, que variam de acordo com os sintomas e a intensidade. Para saber qual o indicado a você, é importante procurar um clínico geral — ou pediatra, no caso das crianças. Se necessário, ele solicitará exames e poderá te encaminhar para outros especialistas.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply