Dieta da Proteína – Como Funciona, Como Fazer, Cardápio e Benefícios

Quem é apaixonado por carnes, leite e ovos pode contar com uma dieta que pode ajudar a perder até 7 quilos em 14 dias. Fantástico, não é mesmo? Quer saber mais sobre o tema? Então, confira tudo sobre a Dieta da Proteína!

Está precisando dar um verdadeiro sacode no metabolismo? Até porque, sabemos que para emagrecer precisamos estar em uma relação de paz com ele, não é mesmo?

Corpo desinchado, pele firme, mais disposição e sensação de bem estar. É isso que a Dieta da Proteína pode fazer por você, ajudando a eliminar as impurezas do corpo, grande parte delas devido a uma alimentação pobre, e com muita farinha branca.

Mas o que é a Dieta da Proteína?

Como o próprio nome já indica, a dieta tem como objetivo oferecer um cardápio focado em 80% de ingestão de proteínas, diminuindo consideravelmente os carboidratos.

E é exatamente por deixar de lado os carboidratos que a dieta da proteína funciona, oferecendo resultados de fato surpreendentes para quem a segue com firmeza.

Com a retirada dos carboidratos da nossa alimentação, nosso organismo passa a funcionar de forma mais equilibrada, uma vez que os picos de insulina param de acontecer.

Quando isso acontece, deixamos de sentir fome com mais frequência e talvez esse seja um dos grandes segredos da dieta da proteína, deixar nosso organismo com maior sensação de saciedade.

Além disso, quando eliminamos boa parte dos carboidratos da nossa alimentação, nosso corpo consegue queimar mais calorias de forma mais fácil, fazendo os estoques de gordura irem embora.

Quais São os Alimentos Que Devo Evitar na Dieta da Proteína?

  • Pães, bolos e bolachas.
  • Macarrão, lasanha, pizza e massas em geral.
  • Arroz, farinhas e batata.
  • Alimentos industrializados, refrigerantes, pasteis, salgadinhos e fast foods.

Sugestão de Cardápio Para as Principais Refeições

Agora que você já sabe o que evitar para fazer uma dieta correta, precisa conhecer alguns dos alimentos permitidos e que devem ser sempre escolhidos no seu cardápio.

A partir desses alimentos, você pode montar suas refeições da maneira que considerar mais conveniente. Confira:

  • Ovos;
  • Carnes em geral – inclusive carnes com gordura boa, como bacon;
  • Queijos;
  • Iogurte;
  • Amêndoas;
  • Castanhas;
  • Abacate;
  • Azeite;
  • Sementes em geral, como linhaça, gergelim e chia;
  • Peixes;
  • Presunto;
  • Couve, alface, rúcula, chicória, rabanete, tomate e cenoura.

Consulta Médica com Especialista é Essencial

Todas as informações que trazemos em nossos artigos têm o intuito de ajudar e incentivar uma mudança para um novo estilo de vida. Mas nada disso substitui uma consulta médica para saber como está seu organismo e como a dieta da proteína pode ser incorporada em suas refeições.

Fora isso, somente um profissional poderá montar um cardápio ideal para o seu biótipo, uma vez que cada pessoa é diferente e com necessidades distintas também.

Restrições e Resultados Esperados

Como falamos anteriormente, é essencial que você consulte um médico antes de começar a dieta, porque trata-se de uma mudança radical, sendo que nem todos podem estar aptos para isso.

Em relação às restrições, mulheres gestantes, por exemplo, não devem fazer a dieta da proteína, assim como qualquer outro tipo de dieta. Existem casos de pessoas que sentem tontura nos primeiros dias, é por isso que você precisa prestar atenção.

A ideia é que você não elimine totalmente os carboidratos, mas sim faça uma redução para que o seu corpo possa ir se acostumando aos poucos. Uma reeducação alimentar precisa ser feita com orientação, sem exageros e sempre com foco na saúde e não em benefícios imediatos que visam apenas o emagrecimento.

Lembre-se que toda dieta funciona aliada a uma prática constante de atividade física.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...