Curetagem: o que é, como funciona e muito mais.

Curetagem é o nome de um procedimento médico ginecológico, que também é conhecido pelo nome de raspagem. O intuito deste processo é fazer uma limpeza da parte interna do útero em situações de aborto e evacuação uterina (quando é preciso retirar o que não foi expelido espontaneamente).

Ainda, a curetagem pode servir para diagnosticar e tratar algumas condições uterinas mórbidas, como o caso do sangramento intenso.

Entenda mais sobre esse procedimento:

  • Como é feito;
  • Período de recuperação;
  • Consequências.

Confira, também, algumas dúvidas sobre o pós-curetagem.

Curetagem uterina: como ela é feita?

Curetagem: o que é, como funciona e muito mais.

A curetagem, apesar de muitas mulheres acharem assustadora, é um procedimento simples feito por via vaginal, sob anestesia geral ou raquidiana, em um ambiente hospitalar.

A curetagem é realizada pelo médico ginecologista e, em grande parte dos casos, é realizada em ambiente hospitalar, mas com a paciente tendo alta ainda no mesmo dia (algumas horas após o procedimento já é possível obter liberação).

Para a curetagem, como dito, a mulher pode passar por uma anestesia geral ou local, dependendo da razão da curetagem e do histórico médico.

A curetagem acontece da seguinte forma:

  1. A paciente deita-se de costas em uma mesa de exame, com as penas apoiadas nos estribos (suportes que a manterão em posição ginecológica);
  2. Para ter acesso à cavidade uterina, o médico precisa dilatá-la. Caso não haja dilatação espontânea (em casos de situações de aborto em curso), o médico pode fazer uso de instrumentos ou medicamentos para que isso aconteça;
  3. O médico faz uso de um instrumento conhecido como cureta – que tem o formato de uma colher com borda afiada – para fazer a remoção do tecido ou do conteúdo uterino não desejado.

O material pode ser enviado para análise, se for preciso.

  1. Se necessário, o médico também pode utilizar um dispositivo de sucção para remoção do conteúdo uterino;
  2. Finalizado o procedimento, é preciso que a paciente aguarde a anestesia passar, para que possa ser reavaliada pelo médico e ser liberada.

É importante que ela venha acompanhada de algum familiar, pois a sedação pode deixá-la sonolenta por um determinado período de tempo.Em geral, uma curetagem demora entre 15 a 30 minutos. Por estar sob efeito de anestesia, não há qualquer dor ou desconforto.

Como é a recuperação pós-curetagem?

Na realidade, a recuperação após a curetagem é bem rápida – por ter a capacidade de ir embora no mesmo dia do procedimento (aguardando, mais ou menos, umas 6 horas), a mulher pode retornar às atividades rotineiras entre 24 a 48 horas após a curetagem.

Dessa maneira, o período de recuperação recomendado é de 24 a 72 horas, dependendo do tipo de anestesia realizada. Depois desse tempo, provavelmente,a mulher não apresentará qualquer complicação.

Algumas observações são necessárias:

  1. A alimentação no dia seguinte à curetagem deve ser leve, por causa da anestesia;
  2. Banhos de imersão (seja em mar, piscina ou banheira) devem ser evitados nos primeiros 5 dias, por conta da dilatação do colo do útero e do aumento do risco de infecções;
  3. Cólicas ou outros sintomas dentro de 48 horas após o procedimento de curetagem, principalmente junto com febre ou sangramento intenso, são sinais que você precisa procurar o serviço de urgência.

Assim como simples é a curetagem, o processo de recuperação também é. Basta seguir as indicações do seu médico.

Dúvidas mais frequentes sobre o pós-curetagem

Curetagem: o que é, como funciona e muito mais.

É comum que as mulheres tenham certos questionamentos sobre o que acontece com o organismo após a curetagem em relação ao sexo, às tentativas de engravidar e quanto à menstruação. Essas são as perguntas mais comuns:

  • É normal ter sangramento após a curetagem?

Sangramento leve é tido como normal e pode ter duração de alguns dias. Entretanto, como dito antes, sangramento intenso não pode acontecer.

Fique de olho na quantidade de sangue e se há diminuição com o passar do tempo. Ainda, se puder, perceba se há alteração no cheiro dele.

Lembre-se que quando há muito sangramento, com cheiro forte e com coágulos, aliado com cólicas fortes e febre, é imprescindível procurar a emergência.

  • Fiz curetagem e a menstruação está atrasada. É normal?

Sim, é bem comum. Em geral, a menstruação vai ocorrer entre 4 e 6 semanas após esse procedimento.

  • Posso ter relações com meu parceiro após a curetagem?

A orientação é que você evite relações sexuais por, pelo menos, duas semanas após a realização do procedimento, podendo, ainda, estender-se por um tempo, dependendo da razão da curetagem.

Deixe que o útero se recupere totalmente do procedimento, para evitar complicações. Qualquer coisa, converse com o seu médico, a fim de ter a certeza do tempo de abstinência sexual para seu caso.

  • Quanto tempo depois de uma curetagem posso engravidar?

Desde o primeiro ciclo menstrual depois da curetagem. A ovulação continuará acontecendo mensalmente da mesma forma como antes da curetagem.

Complicações da curetagem uterina

A curetagem pode apresentar alguns riscos, mesmo que sejam raros, já que é um processo muito seguro para a mulher. O mais importante destas complicações é a possibilidade de ter perfuração do útero, por meio do uso de um dos instrumentos cirúrgicos, caso ele atravesse a parede uterina.

Outras complicações que merecem ser abordadas são:

  • Abortos;
  • Danos ao colo do útero;
  • Desenvolvimento de tecido cicatricial no útero – podendo provocar ciclos menstruais anormais;
  • Infecções;
  • Infertilidade futura.

Embora a curetagem afete o psicológico de uma mulher, principalmente se for indicação após um aborto, é sempre importante falar com o médico sobre uma nova tentativa de engravidar e a respeito dos cuidados que podem ser feitos.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply