Como acabar com a caspa: veja aqui dicas!

Em termos técnicos, a caspa é uma descamação demasiada do couro cabeludo. Popularmente, ela é reconhecida como partículas brancas que ficam aparentes na cabeça e, com certeza, não demonstram uma boa impressão.

Quem tem caspa sabe o quanto é constrangedor carregar essa condição, pois dá uma sensação de falta de higiene. Além disso, elas provocam uma coceira intensa e ainda podem cair nas roupas.

Se você quer acabar com a caspa, a boa notícia é que existe solução! No entanto, o primeiro passo é descobrir as causas e os truques para combatê-las.

Causas da caspa

Como acabar com a caspa: veja aqui dicas!

Embora muitas pessoas associam as caspas à falta de higiene, isso não é verdade. Ela é apenas o resultado do trabalho intenso das glândulas sebáceas na região do couro cabeludo.

A causas para o surgimento dessas incômodas casquinas podem ser diversas e incluem:

  • Estresse;
  • Dermatite seborreia, quando a caspa é associada a vermelhidão no couro cabeludo;
  • Couro cabeludo muito oleoso;
  • Couro cabeludo muito ressecado;
  • Pessoas que já sofrem de dermatite seborréia em outras partes do corpo podem apresentar o problema no couro cabeludo também;
  • Alergia a shampoos e outros cremes para cabelo;
  • Eczemas;
  • Psoríase;
  • Clima frio;
  • Não lavar o cabelo com uma frequência adequada;
  • Ser um portador de alguma doença que baixa a imunidade, como: câncer, HIV e doenças autoimunes;
  • Problemas hormonais, como Síndrome de ovários policísticos;
  • Uso de anabolizantes;
  • Alimentação rica em carboidratos,frituras e açúcares.

Consequências da caspa

É importante ressaltar que caspae dermatite seborreia não são a mesma coisa. A primeira acontece de forma mais ressecada e a segunda é associada à umidade, irritação e vermelhidão no local.

Além disso, a dermatite seborreia pode atingir outras áreas do corpo, como: nariz, barba, rosto, atrás das orelhas, região das sobrancelhas, etc.

Nas épocas frias do ano,as caspas podem aparecer com mais intensidade, já que elas atraem muitos fungos, sendo importante combatê-las, a fim de evitar consequências como:

  • Psoríase;
  • Calvície;
  • Infecções no couro cabeludo.

Na realidade, alguns profissionais dermatologistas afirmam que a caspa não tem uma cura definitiva, mas sim o controle. Por isso, é importante adotar cuidados, para tratar quando elas aparecem, e medidas de prevenção, quando elas são assintomáticas.

Tratamento da caspa

O tratamento da caspa consiste em utilizar shampoos que possuem compostos antifúngicos, como o ketoconazol – fármaco antimicóticoazólico, vendido em forma de shampoo, creme e até comprimido.

Outras formulações conhecidas para tratar a caspa são à base de zinco, selênio, ácido salicílico, alcatrão, entre outros. Mas, em via de regra, o objetivo do tratamento da caspa é eliminar a oleosidade do couro cabeludo eeliminar os fungos que causam a descamação da região.

Caso a caspa seja leve, os shampoos anticaspa vendidos em farmácias podem ajudar, sendo sempre importante consultar um profissional dermatologista, caso a caspa seja persistente e venha acompanhada de irritação e vermelhidão no local, pois somente ele poderá diagnosticar as causas para, então, indicar o tratamento de uso tópico ou medicamentos orais, conforme a necessidade.

Prevenção da caspa

Alguns hábitos podem desencadear a incidência de caspa e para prevenir-se, é preciso de atenção redobrada em:

  • Tomar banhos que não sejam excessivamente quentes, pois eles estimulam ainda mais a oleosidade do couro cabeludo, fazendo com que as caspas apareçam;
  • Evitar o estresse, para isso, é válido fazer atividade física regularmente;
  • Melhorar a alimentação, especialmente evitando frituras e refeições muito gordurosas;
  • Jamais dormir de cabelos molhados, pois essa prática aumenta a proliferação de fungos e, como consequência, das caspas;
  • Ingerir bastante água durante o dia;
  • Não coçar o couro cabeludo com a força das unhas – é essencial evitar feridas na região, por isso use a ponta dos dedos;
  • Evitar usar chapéus e bonés que abafam o couro cabeludo e aumentam a produção de sebo;
  • Manter o hábito de lavar os cabelos dia sim, dia não, para não acumular oleosidade no couro cabeludo;
  • Use shampoos anticaspa sempre que notar a necessidade;
  • Massagear o couro cabeludo com cuidado, afinal, a agressividade pode gerar mais descamação.

Dicas e cuidados com a caspa que podem ser feitos em casa

Como acabar com a caspa: veja aqui dicas!

Além das formas de prevenção da caspa já citados acima, você pode investir em cuidados caseiros, com o intuito de manter as partículas brancas longe da sua cabeça.Existem algumas receitas que são campeãs e podem ajudar, confira:

Óleo de coco

O óleo de coco é um antifúngico que pode ajudar, além de ser excelente para hidratar o cabelo. Veja como usar:

  • 5 colheres de óleo de coco;
  • Meio limão.

Misture os ingredientes, aplique em todo couro cabeludo e deixe agir por 20 minutos. Use essa máscara, no mínimo, 2 vezes na semana.

Bicarbonato de sódio

Esse produto é essencial para remover as partículas brancas do couro cabeludo, além de controlar a oleosidade. Você vai precisar de:

  • 2 colheres de bicarbonato de sódio.

Molhe bem o couro cabeludo e aplique o bicarbonato de sódio, massageando bem e, posteriormente, enxaguando. Faça esse processo 2 vezes na semana.

Para acabar com a caspa, use essas dicas, mas sempre buscando orientação de um profissional dermatologista, para iniciar um tratamento adequado.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply