Como acabar com as estrias – Dê adeus a esse problema!

O que começa como um singelo risco avermelhado, posteriormente se torna mais largo e profundo até você perceber que ele ficou esbranquiçado e que se tratava de uma estria. Essa é a terrível verdade de muitas mulheres (e homens) que não aguentam encarar marcas de estiramento parecidas com cicatrizes em determinadas partes do corpo.

  • Mas como elas aparecem?
  • Quais são os tipos de estrias?
  • Quais são as causas?
  • Como prevenir?
  • Como acabar com as estrias?

Curiosamente, essas marcas de estiramento podem aparecer em qualquer parte do corpo, até mesmo no rosto, mas não se assuste: as áreas mais frequentes são as que mais armazenam gordura, como é o caso do abdômen, tórax, braços, coxas e nádegas.

Dê adeus a esse problema!

Estrias: Entenda As Causas E Tipos

As estrias são fruto do rompimento das fibras elásticas que sustentam a pele – isso ocorre quando a pele se estira rapidamente e mais do que ela pode suportar.

Biologicamente, justificado ou não, as estrias podem ser um dos motivos da baixa autoestima, impactando o psicológico e o emocional, já que a imagem corporal é um quesito cada vez mais importante no mundo atual.

Detestáveis, as estrias por serem causadas pela distensão demasiada e rápida da pele, podem aparecem em várias situações. Alguns exemplos claros são:

  • Aumento de peso,
  • Colocação de prótese mamária,
  • Crescimento abrupto,
  • Fatores hormonais,
  • Gravidez,
  • Musculação excessiva,
  • Uso prolongado de tratamentos com corticoides,
  • Utilização de anabolizantes.

As estrias são classificadas em dois tipos:

  1. Arroxeadas ou avermelhadas: são as estrias recentes.

Se definem pela inflamação local.

  1. Esbranquiçadas: são as estrias antigas.

Se definem pela atrofia mais intensa e não há mais inflamação.

Isso quer dizer que as estrias esbranquiçadas são marcas de estiramento que já estão presentes há muito mais tempo em seu corpo e transmitem mais a ideia de “cicatriz”.

Como Acabar Com As Estrias – Dê Adeus A Esse Problema

Geralmente, as estrias causam um desconforto estético. Por isso o dermatologista é o médico indicado para esses casos, é ele que fornecerá um tratamento adequado para cada situação, pois será necessário:

  • Fase em que as estrias estão,
  • Local (ou locais),
  • Espessura (s).

Alguns fatores irão influenciar no tratamento – sua genética, sua raça, sua idade e a própria produção de colágeno.

Existem inúmeros tratamentos que visam amenizar a aparência das estrias. Grande parte das estrias antigas, as esbranquiçadas são realmente difíceis de serem curadas totalmente, enquanto que as recentes podem ser tratadas com mais facilidade, desde que o tratamento seja iniciado cedo. Veja os melhores métodos atuais:

Ácidos: uso tópico que estimula a produção de colágeno da região em que estão presentes as estrias.
Peeling: promove uma leve esfoliação na pele, estimula a microcirculação e à formação de colágeno.
Carboxiterapia: regenera a pele e reorganiza as fibras de elastina e colágena.
Dermoabrasão: lixamento da pele que provoca escoriação para fazer com que o organismo regenere o tecido e hidrate a pele e forme um novo colágeno.
Intradermoterapia: estímulo para a formação de colágeno nas regiões em que as fibras se degeneraram.
Laser: disparos de laser sobre as estrias e na área próxima para estimular a reconstrução das fibras e a produção de colágeno.

Não há uma maneira certeira para prevenção de estrias – o que acontece é o seguinte: depende de você e de seu organismo. Uma alimentação balanceada é uma das melhores ferramentas contra o surgimento das marcas de estiramento, bem como a prática de exercícios físicos regulares.

Veja algumas sugestões e dicas para incorporar no seu dia a dia:

  1. Consuma alimentos ricos em vitamina K, como espinafre, alface, couve-flor e cebola.
  2. Consuma alimentos ricos em vitamina C, como laranja, morango, acerola, pêssego, goiaba, entre outros.
  3. Consuma alimentos ricos em zinco, como carnes vermelhas, cereais integrais, ovos, sementes, leguminosas, entre outros.
  4. Aposte nos cremes hidratantes: as melhores opções são à base de óleo de semente de uva, de amêndoas, de rosa mosqueta e de macadâmia.
  5. Faça massagens localizadas: com o creme hidratante massageie nas áreas que surgem as estrias com o objetivo de melhorar a circulação sanguínea.
  6. Hidrate-se: a água é fundamental para combater as estrias – ela auxiliará que o tecido não tenha rupturas.

Procure manter-se saudável sempre!

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...