Citomegalovírus – O que é? Causas, Sintomas, Transmissão e Tratamento

O citomegalovírus é um vírus da família da herpes que, na maioria das vezes, não apresenta sintomas. Porém, ele pode trazer muitos riscos às grávidas ou para pessoas com imunidade baixa.

Esse é um vírus que, após entrar no organismo, permanece ali por toda a vida. No entanto, ele fica ativo apenas por determinados períodos, sendo nestes que o vírus pode ser transmitido de uma pessoa para a outra.

Entenda mais sobre o citomegalovírus:

Causas do Citomegalovírus

CMV sintomas

O citomegalovírus é um vírus muito comum, que pode ser transmitido, entre outras formas, das seguintes maneiras:

  • Vias aéreas em contato com a saliva;
  • Transfusão de sangue;
  • Contato com objetos que tiveram contato com a saliva infectada (como copos);
  • Transmissão da mãe para o bebê durante a gestação ou amamentação.

Sintomas do Citomegalovírus

Em crianças e adultos saudáveis, é provável que o citomegalovírus não apresente nenhum sintoma, mas, quando há algum, eles duram poucos dias e, muitas vezes, são confundidos com os de outras doenças, como a gripe.

Alguns dos sintomas mais comuns são:

  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de garganta;
  • Inchaço abdominal;
  • Fadiga;
  • Perda de apetite.

Em pessoas com imunidade baixa, especialmente aquelas com HIV ou em tratamento contra o câncer, os sintomas podem ser mais comuns e mais graves. Alguns deles são:

  • Febre;
  • Diarreia;
  • Pneumonia;
  • Convulsão;
  • Hepatite;
  • Coma;
  • Problemas de visão.

transmissão citomegalo vírus

Ainda, bebês que são infectados pelo citomegalovírus, durante a gestação, podem apresentar sintomas específicos, como:

  • Icterícia;
  • Peso abaixo do esperado;
  • Microcefalia;
  • Pneumonia;
  • Problemas no fígado;
  • Convulsão.

Riscos do Citomegalovírus

O citomegalovírus apresenta riscos mais graves especialmente para as pessoas com baixa imunidade e para os bebês ainda na barriga da mãe. Quando a gestante tem contato com o vírus pela primeira vez, os riscos para o bebê são ainda maiores. Já quando se tem o vírus no organismo antes de engravidar, há chances de que o bebê não seja afetado.

Se o vírus for transmitido para o bebê, durante a gravidez, é possível que ele nasça com uma síndrome congênita, que pode causar, no futuro, perda de visão e audição.

O principal risco do citomegalovírus para pessoas com imunidade baixa é a possibilidade dos sintomas apresentarem-se de forma muito agressiva, causando outras consequências bastante graves.

Tratamento para Citomegalovírus

Antes de iniciar um tratamento para o problema, é preciso diagnosticá-lo. Esse se dá por meio de exames de sangue, pela identificação de anticorpos específicos. No caso das gestantes, é possível diagnosticar durante o pré-natal.

citomegalovirus tratamento

Não é possível remover o citomegalovírus do organismo, já que mesmo não estando ativo por muito tempo, o vírus ficará para sempre no corpo do infectado. O que é possível fazer é tomar um antiviral, para evitar que ele se desenvolva.

Já em casos específicos, é possível e necessário tratar os sintomas do citomegalovírus. Por exemplo, se o principal sintoma for a febre, o médico indicará um antitérmico. Se o citomegalovírus causar pneumonia ou hepatite, por exemplo, é fundamental tratar a doença para que os demais problemas não se agravem.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply