Cigarro Eletrônico Faz Mal?

Muitas pessoas se enganam ao pensar que o cigarro eletrônico não faz mal, mas ele contém diversas substancias que são nocivas ao organismo.

Cigarro eletrônico

Os cigarros eletrônicos também são conhecidos como e-cigarros, e são dispositivos que funcionam por meio de uma bateria. Existem, atualmente cerca de 7.000 sabores desses cigarros de vapor.

Esse tipo de aparelho possui um cartucho com nicotina e quando a pessoas aspira, funciona como um cigarro comum, mas ao invés de fumaça, é um vapor expelido. A nicotina é diluída e quando é ligado, o vaporizador ativa e transforma o liquido em fumaça. Mas, esse vapor contém substancias tóxicas que dão o sabor e a textura.

Ainda existem poucas pesquisas sobre os males causados pelo e-cigarro. Mas já é possível destacar alguns riscos como:

  • Problemas cardíacos;
  • Problemas respiratórios;
  • Aumento do risco de câncer;
  • Danos ao coração, pulmão e bexiga.

As últimas pesquisas apontaram que o dispositivo causou sim danos ao coração, pulmão e bexiga de cobaias que foram expostas ao material. Já quem aspirou ar puro, não teve nenhum problema.

Outro estudo, trouxe resultados que a frequência do uso de cigarros eletrônicos ocasionou resistência nas vias aéreas, como um sinal de dificuldades ao respirar.

Portanto, mesmo possuindo menos substancias cancerígenas e tóxicas que um cigarro normal, esse vapor pode trazer problemas sérios à saúde.

Diversos países permitem a venda desses dispositivos, como, a China, os Estados Unidos, Reino Unido e o Japão. Mas no Brasil, a venda e o uso dos e-cigarros é proibida desde 2009, pois acredita-se que o produto gera polêmica muito grande, sobre os riscos para a saúde e o consumo em ambientes fechados.

Cigarro eletrônico X Cigarro comum

Mesmo com todo o mal que o cigarro de vapor pode causar, ele ainda é menos ofensivo ao organismo do que os cigarros comuns, conheça algumas “vantagens” desses dispositivos:

  1. Não deixa mau cheiro;
  2. Não amarela os dentes;
  3. Possui menos substâncias toxicas;
  4. Há riscos menores de doenças pulmonares e respiratórias.

Mesmo assim, os cigarros eletrônicos não são indicados como uma forma de tratamento contra o tabagismo.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply