Benefícios da erva cidreira, como consumir e muito mais.

Erva-cidreira, também conhecida como melissa, é uma planta medicinal da mesma família da hortelã e do boldo. Com propriedades calmante, analgésica, cicatrizante, diurética, antimicrobiana, tônica, sedativa, relaxante, expectorante, antiviral, antiespasmódica, antinevrálgica, sudorífera, e muito mais.

Isso quer dizer que a erva-cidreira é vantajosa para sua saúde. No caso, ela é muito popular para tratar problemas estomacais, casos de insônia, gases, ansiedade e depressão, sem contar a ajuda na redução do estresse.

Isso é só o começo do que a erva-cidreira pode beneficiar. Saiba todos os outros poderes desta planta, como utilizá-la e se há contraindicações para o seu caso.

Erva-cidreira: benefícios e como usar

Benefícios da erva cidreira, como consumir e muito mais.

Rica em polifenóis, terpenos, flavonoides, taninos e alguns ácidos, a erva-cidreira se destaca pelo alto nível de ação antioxidante, o que sugere a sua capacidade de combater os radicais livres de nosso organismo e, como consequência:

  • Evitar o envelhecimento celular;
  • Prevenir alguns tipos de câncer;
  • Evitar a degeneração da mácula;
  • Proteger o coração;
  • Evita as doenças cerebrais degenerativas;
  • A presença de fibras na erva-cidreira melhora o trânsito intestinal.

Conheça todos os benefícios comprovados da erva-cidreira antes de saber como utilizar essa planta no seu dia a dia:

  • Alivia dores de cabeça,
  • Alivia dores e desconfortos ocasionados pelo reumatismo,
  • Alivia e acalma a tosse, combatendo o catarro,
  • Ameniza os sintomas gástricos,
  • Diminui a pressão arterial, pois pode provocar uma leve vasodilatação dos vasos sanguíneos periféricos,
  • Diminui o colesterol ruim, prevenindo o surgimento de doenças cardiovasculares,
  • Diminui problemas de insônia,
  • Facilita a digestão,
  • Fortalece o sistema imunológico,
  • Melhora a absorção de nutrientes,
  • Melhora a indigestão causada pela tensão nervosa,
  • Melhora dores nos dentes e as inflamações nas gengivas,
  • Promove o bem-estar e tranquilidade, graças ao efeito calmante e sedativo,
  • Proporciona o relaxamento, inclusive dos tecidos, podendo aliviar as cólicas menstruais,
  • Reduz a produção de gases.
  • Reduz o estresse, a ansiedade e combate a depressão.

A forma mais popular e fácil de utilizar a erva-cidreira é através do chá, utilizando-se entre 1 a 4 gramas de folhas desta planta para cada 150 ml de água, dividindo a ingestão em duas a três vezes por dia.

Conforme a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a recomendação é esta: não ultrapassar 12 gramas de folhas de erva-cidreira por dia (ou 450 ml de chá). Ferva a água e depois despeje sobre as folhas em uma xícara, deixando a infusão agir entre 5 e 10 minutos. Coe e aguarde. Tome o chá preferencialmente em temperatura morna, sem adoçar (se for necessário, utilize mel).

Além do chá, você pode utilizar a erva-cidreira em muitas receitas do seu dia a dia, como, por exemplo, em bolos e sorvetes. Sucos também são opções que podem ter erva-cidreira como ingrediente diferenciado, afinal ela tem um sabor cítrico e um aroma bem peculiar.

Ainda, você pode usar como tempero para saladas, aves e peixes! Dentro das áreas da Fitoterapia e Aromaterapia, a erva-cidreira também tem popularidade.

Existem contraindicações para a erva-cidreira? E riscos?

Por ter efeito sedativo, é recomendável que pessoas com problema de hipotireoidismo e hipotensão (pressão baixa) evitem o uso da planta. Se você faz uso de medicamentos sedativos, como é o caso dos remédios calmantes, é melhor ficar longe da erva-cidreira, ok?

Não esquecendo, a erva-cidreira não é indicada para gestantes, lactantes e crianças menores de 12 anos.

O uso em excesso da erva-cidreira, isto é, quando há consumo em altas quantidades, pode ocasionar pressão arterial baixa e uma frequência cardíaca mais lenta, gerando um certo entorpecimento, assim como:

  • Hipersensibilidade;
  • Irritação da pele, como erupções cutâneas, coceira e vermelhidão;
  • Náuseas;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Dor abdominal;
  • Tonturas;
  • Sonolência e letargia.

Converse com o seu médico antes de consumir a erva-cidreira para ter certeza que você não possui qualquer uma das contraindicações citadas anteriormente. E tome cuidado com o consumo (tenha bom senso) para que você não tenha esses efeitos colaterais, está bem?

Onde encontrar erva-cidreira?

Benefícios da erva cidreira, como consumir e muito mais.

Você terá muita facilidade em adquirir a erva-cidreira, isso porque há muitas possibilidades de uso.

É possível comprar em estabelecimentos agrícolas para ter sua própria planta em casa ou apartamento, assim como se dirigir a farmácias de manipulação (óleo essencial de erva-cidreira é um exemplo) ou a lojas de produtos naturais para conseguir as folhas secas e usá-las para chá e infusão.

Em alguns supermercados, você também pode encontrar a opção para chá.

Vale lembrar que tirar as folhas do pé, ainda fresquinhas, garante todas as propriedades e nutrientes sem qualquer perda. O plantio é relativamente, já que a erva-cidreira se dá muito bem em locais de luminosidade sombreada, tem grande resistência (apesar de ser sensível à geada) e ainda gera flores muito bonitas.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply