Albumina – Benefícios dessa Proteína, Onde Encontrar Naturalmente e Suplementos

Você provavelmente já deve ter ouvido falar da proteína do ovo e sabe que o nome dela é albumina. Mas não somente isso: ela é considera como o mais antigo suplemento de musculação!

Curioso para entender tudo sobre a albumina? Veja só o que você vai aprender hoje:

  • O que é?
  • Para que serve?
  • Benefícios,
  • Suplementação de albumina,
  • Como tomar?
  • Contraindicações,
  • Dúvidas pertinentes sobre a albumina.

Confira tudo isso agora mesmo!

Tudo Sobre a Proteína Albumina

A proteína chamada albumina que encontramos na clara do ovo se classifica pelo alto valor biológico (principalmente pela origem animal) e por estar presente também em nosso corpo. Ou seja, a albumina humana existe e está em grande quantidade no nosso sangue. Por curiosidade, é a proteína cuja concentração plasmática é a mais elevada! Produzida pelo fígado – em torno de 120 a 200 mg/kg de peso diariamente – a albumina também pode ser encontrada em outros animais.

Enfim, a forma mais comum que conhecemos da albumina é através dos ovos de aves. Sendo que ela possui todos os aminoácidos essenciais que o corpo humano não produz nas quantidades e proporções ideais.

Altamente digerida e absorvida pelo organismo, a albumina é a mais rica proteína animal.

Para Que Serve a Albumina?

A albumina é uma proteína que apresenta inúmeras funções em aspectos metabólicos, levando-se em consideração a que está presente no ovo é a melhor aproveitada pelo corpo humano.

Por conta do seu alto aproveitamento, podemos destacar como principais funções da albumina:

  • Ser capaz de transportar e armazenar uma grande variedade de substâncias de baixo peso molecular. Como é o caso de hormônios sexuais, cálcio, cortisol, entre outros.
  • A albumina também desempenha um papel muito importante no metabolismo das gorduras.
  • Bem como é uma boa fonte de nitrogênio.
  • Para a nutrição, a albumina também tem função importante – principalmente para os praticantes de exercícios de força, como o caso da musculação. Isso acontece pelo fato da albumina auxiliar na recuperação muscular.
  • Além disso, fornece os aminoácidos que são importantes no aumento da musculatura e da massa magra.
  • Outra função é a manutenção da pressão osmótica.

Quais são os Benefícios da Albumina?

Com tantas funções é fácil afirmar que a albumina apresenta muitos benefícios.

Veja os que mais se destacam:

  1. Ganho muscular: a recuperação do tecido muscular e hipertrofia são influenciados pelo consumo de albumina. Pois ela atua na reparação de pequenas lesões ocasionadas pelos exercícios.
  2. Saciedade: a albumina pode aumentar a sensação de saciedade, pois tem a digestão mais lenta. Para quem procura perder peso, a albumina ajuda a diminuir a fome entre as refeições.
  3. Sem lactose: a albumina é uma proteína livre de lactose – vantagem esta para as pessoas que possuem intolerância à lactose ou que possuem alergia ao leite.
  4. Auxilia no bom funcionamento do metabolismo.
  5. É detentor de variadas vitaminas e sais minerais.
  6. Ajuda no pós-operatório, em especial na fase de cicatrização: como toda proteína, a albumina, por ter absorção mais lenta, evita a formação de fibrose, que acontece por conta do excesso de proteína na alimentação.

Como vimos, a albumina é extremamente interessante para a hipertrofia, isto é, o ganho de massa muscular. Nesses casos, existe uma alternativa mais atraente de consumo: o suplemento.

Suplementação de Albumina: Como Tomar?

A proteína albumina pode ser encontrada em pó – esse é o método de suplemento mais comum de uso. Sendo que para tomar é muito simples, pois o pó pode ser diluído com algum líquido, como água, iogurte, leite, entre outros, pois é encontrado em vários sabores.

Basta seguir as recomendações de preparo que está presente na embalagem do produto.

Hoje em dia é também possível ingerir a albumina em pó na forma de shake, batida com frutas, assim como em receitas. Principalmente se você escolher o pó com sabor original (que pode até não ser tão agradável para seu paladar) – forma esta para quem tem dificuldades de ingerir como líquido.

Lembre-se que para começar a consumir albumina você deve procurar um nutricionista. Pois ele poderá lhe indicar facilmente qual é a quantidade correta, de acordo com suas necessidades nutricionais e desejos.

O consumo de albumina é recomendado:

  • Nos intervalos das refeições,
  • Quando acordar,
  • Após o treino,
  • Antes de dormir.

Essa última opção funciona muito bem, pois faz com que previna o catabolismo durante o jejum prolongado que é feito enquanto se dorme.

Contraindicações e Dúvidas da Albumina

A albumina e o seu consumo trazem algumas dúvidas, principalmente se tratando sobre o que acontece com o corpo em caso de doses excessivas da proteína. Por isso, vale ficar atento que o excesso de qualquer proteína – incluindo a albumina – no organismo causa:

  • Sobrecarga nos rins, pois são eles os responsáveis pela metabolização do excesso de proteínas ingeridas por meio da suplementação.

Obviamente, para evitar este problema, basta tomar o suplemento com cautela e nas quantidades orientadas. Se você possui complicações renais, não faça uso da suplementação de albumina.

Sugere-se que pessoas com alergia ao ovo evitem o uso de albumina. Assim como aquelas que possuem vários problemas de desconforto gastrointestinal (se você sofre com intestino sensível). Pois a proteína aumenta a flatulência e pode causar diarreia.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...