BCAA – O que é, Para que serve, Como tomar, Tipos, Efeitos, Suplemento

BCAA é uma sigla do idioma inglês que se refere aos Branched-Chain Amino Acids, que significa os “aminoácidos de cadeia ramificada”. Grande parte dos aminoácidos essenciais conhecidos (20 deles) conseguem ser produzidos pelo organismo, assim como através da alimentação e suplementação. O suplemento de BCAA é uma forma de aumentar a massa muscular ao acrescentar três aminoácidos essenciais para o corpo e formação de fibras musculares, são eles:

  • L-Valina,
  • L-Leucina,
  • L-Isoleucina.

Com o fortalecimento da composição das fibras musculares por meio do incremento dos músculos o BCAA acaba por se tornar um tipo de suplementação essencial para quem tem objetivos de manter a boa forma ou padrões de corpo em específico.

Para que serve o BCAA? – Todas as utilizações

O suplemento de BCAA pode ser utilizado para várias intenções, tudo dependerá da forma como ele é consumido adequado ao tipo de rotina de exercícios físicos e alimentação de cada um:

  1. Manutenção dos músculos: o organismo não irá utilizar os aminoácidos existentes nos músculos para suprir a demanda do corpo em termos de energia. Isso geraria uma perda de massa muscular, objetivo totalmente oposto ao pessoal que pratica algum treino com pesos ou exercícios aeróbicos.
  2. Estímulo na produção e liberação de insulina no sangue: para manter o corpo com energia, o BCAA irá fazer com que o açúcar do sangue seja absorvido pelas células musculares. A produção de insulina irá, além dessa função, facilitar a penetração dos aminoácidos nessas células musculares de maneira que estas proporcionem a construção dos músculos.
  3. Aumento da massa muscular: por conter vários dos aminoácidos essenciais para a formação das fibras musculares o BCAA torna-se um grande aliado no momento de potencializar os treinos de musculação e academia para fortalecer e aumentar os músculos.

Suplemento BCAA Como tomar

Como tomar o BCAA

  1. Calcule 0,20g de BCAA em pó ou líquido por cada quilo corporal. Isso deve resultar uma média de 4 a 8 gramas
  2. Misture com água ou leite e tome antes do treino
  3. Repita a mesma dosagem no pós-treino
  4. No caso de cápsulas 1g equivale a 1 comprimido

No caso de cápsulas, a grande maioria indica que 1 grama equivale a 1 comprimido. Mas é fundamental ler a embalagem antes do uso. No caso do Max Titanium BCAA (que por sinal é uma das marcas mais indicadas pela qualidade e excelência), 4 cápsulas equivalem a 2,9 gramas. Por isso nunca se deve utilizar qualquer medicação ou suplementação sem antes verificar o quanto estará sendo ingerido. A dosagem máxima de BCAA diário é de  77 a 154 mg/kg por dia.

Realizando esse costume de tomar o BCAA anterior e pós-treino, irá dar o máximo de energia para realizar as atividades e alcançar o potencial de crescimento da massa muscular. É notável que uma dose maior será recomendada se comparada com as próprias indicações de uso das embalagens de BCAA.

 

Além das cápsulas, encontra-se o BCAA em pó e também em líquido, sendo que suas dosagens estão especificadas na embalagem, mas precisa-se sempre de orientação médica ou nutricional para que se possa ajustar a dosagem de acordo com suas especificidades de peso, altura e objetivos.

Contraindicações do BCAA

BCAA aminoacidoComo explicado anteriormente, o BCAA é um suplemento que propicia uma recuperação rápida dos músculos, pois acabam se prejudicando com as práticas físicas.

Além destas, o BCAA pode reduzir a fadiga física e mental. Atualmente, não há comprovação que envolva as contraindicações desse suplemento – vários estudos foram realizados, mas não há qualquer problema de uso. A sugestão é, assim como qualquer outro suplemento ou medicamento, que os grupos abaixo evitem o uso de BCAA sem qualquer orientação médica:

  • Gestantes,
  • Lactantes,
  • Crianças,
  • Idosos,
  • Pessoas alcoólatras.

Entretanto o consumo em excesso dos aminoácidos existentes no BCAA podem prejudicar as funções dos rins e do fígado. Esse detalhe é controverso, pois um estudo realizado em 2013 por uma revista internacional afirmou que o uso desses aminoácidos é muito benéfico a pessoas portadoras de cirrose – o uso sim, mas e quanto ao excesso desses aminoácidos? Fica a dúvida.

Interação com medicamentos

Em relação a interação do BCAA com alguns medicamentos, por enquanto, não se tem qualquer relato na área da medicina que prove problemas no uso de BCAA com outros medicamentos, porém a dica é conversar com um médico ou nutricionista para tirar qualquer dúvida.

Positivamente falando, há três interações que são interessantes:

  1. BCAA e Whey Protein: esse outro suplemento poderá auxiliar no aumento do nível de proteínas e aminoácidos na corrente sanguínea, promovendo a recuperação do músculo danificado.
  2. BCAA e creatina: a intensidade dos treinos será aperfeiçoada com essa combinação.
  3. BCAA + alimentos proteicos: excelente para garantir que o organismo também tenha os outros aminoácidos em quantidades suficientes para a saúde no todo.

Por exemplo, pode-se optar por carnes magras, peito de peru, queijos, salmão, sardinha, atum, iogurte e leite.

Tipos de BCAA como tomar

Tipos de BCAA

Entre os três tipos de BCAA vendidos no mercado, há uma observação inicial a ser ressaltada: até hoje não há qualquer estudo científico que tenha definido que um tipo é melhor do que outro. Isso quer dizer que, independentemente da forma de BCAA escolhida, todas elas terão o mesmo objetivo: auxiliar na recuperação muscular e também melhorar o desempenho esportivo do indivíduo.

É claro que é verdade que qualquer coisa líquida tem uma velocidade de absorção maior, mas não existem evidências em resultados melhores do BCAA em líquido quando comparado com o pó ou cápsula.

Assim, conheça os três tipos de BCAA disponíveis para consumo e escolha o seu preferido:

BCAA em cápsulas: são práticas e podem ser ingeridas com rapidez com um pouco de água.

É uma forma de ingestão que geralmente é indicada para pessoas que saem direto do trabalho ou da faculdade e já se encaminham diretamente para a academia.

 

Um cuidado está associado com as pessoas que ingerem uma grande quantidade desse suplemento: consumir várias cápsulas pode causar irritação no estômago.

BCAA em pó: o foco do suplemento em pó é a pureza da composição, já que a cápsula, ao contrário do pó, possui excipientes presentes na fórmula – o motivo: facilitar o processo de fabricação.

Considera-se que o BCAA em pó possui maior concentração de aminoácidos. Menor custo é também um fator desse tipo.

BCAA líquido: em forma líquida o BCAA tem grande praticidade, já que não há necessidade de ingestão de várias cápsulas ou de misturar o pó.

Esse tipo pode ser ótimo para ser consumido durante os treinos ou em horas do dia em que não se tem muito tempo. É caracterizado pela menor concentração de aminoácidos e já ocorreram relatos de irritação gástrica – o preço também é um pouco maior que as demais formas.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (39 votes, average: 4,38 out of 5)
Loading...