Azia na Gravidez – Entenda

Durante a gestação você pode passar por diversas sensações distintas – tudo parece novo e assustador, principalmente por conta das mudanças físicas e hormonais que estão acontecendo no seu corpo. A azia á uma delas, é uma sensação de queimação no estômago que pode afetar o bem-estar da mãe.

A dor de estômago conhecida como a azia é a queimação que, ocasionalmente, parte da garganta e chega até a boca do estômago. Muitas vezes é confundida com a dor de barriga na gravidez, mas ambos são diferentes e é preciso ver todos os sintomas para ser possível avaliar a sua condição. Na gravidez é ainda mais importante cuidar da saúde e bem-estar para que nada afete negativamente a criança que está por vir. Entenda sobre:

  • Causas da azia na gravidez,
  • A azia dura toda a gestação;
  • Como evitar azia na gestação;
  • Quais os riscos de ter azia durante a gravidez.
Confira sobre o assunto e fique mais tranquila durante esse maravilhoso período como futura mamãe.

Azia Na Gravidez: Entenda Sua Causa!

De modo geral, a azia – também chamada de pirose – é ocasionada pelo refluxo de ácidos gástricos. Esses ácidos são responsáveis pela digestão dos alimentos. Eles são bastante fortes e corrosivos, causando incômodo na maioria dos casos quando não permanecem onde deveriam. A boa notícia é que é possível aliviar esse sintoma tão comum na gravidez.

A azia acontece quando os ácidos seguem do estômago para o esôfago, é como se eles fossem retornar à boca. O  refluxo ocorre pelo mau funcionamento do esfíncter, um tipo de válvula que possuímos entre o esôfago e o estômago que tem a função de se abrir para deixar o alimento passar e fechar-se logo em seguida para reter o que foi ingerido (bem como os sucos gástricos que estão presentes no estômago).

Se há problemas no esfíncter, esses sucos gástricos podem passar para o esôfago e provocar a azia. Os sintomas podem ser recorrentes na gravidez, quando há o desenvolvimento de seu bebê, aliás tudo dentro de você muda e é muito comum que a mãe passe a ter sintomas que não tinha antes.

Apesar de o problema ser recorrente na gravidez, outros fatores também estão ligados:

  1. Conforme o feto cresce o útero aumenta e vai ocupando um espaço maior no abdômen;
  2. Isso faz com que o estômago tenha um esvaziamento mais lento, facilitando o refluxo dos líquidos entre ele e o esôfago;
  3. Roupas apertadas na região do abdômen podem contribuir para o agravamento da azia.

As alterações hormonais também impactam a válvula (esfíncter). O hormônio progesterona, por exemplo, é produzido pela placenta durante a gravidez – ele irá relaxar os músculos do útero, além de relaxar o esfíncter.

Início Da Azia Na Gestação

A azia pode ter início ainda nos primeiros meses de gestação, levando-se em conta as mudanças hormonais abruptas e do próprio crescimento inicial do útero. Entretanto grande parte das mulheres começa a sofrer com a azia e com a má digestão somente na segunda metade da gravidez.

Nos finais da gestação é interessante notar que, pelo fato do bebê estar quase em seu tamanho final, a cavidade do abdômen estará bem apertada, o que irá ocupar o espaço que anteriormente era dos órgãos. O estômago e o intestino, por exemplo, serão empurrados, diminuindo ainda mais o ritmo da digestão de sua alimentação – o resultado: mais azia.

Uma notícia infeliz: a azia só sumirá depois que o bebê nascer.

A Azia É Arriscada Para A Gestação?

Não. A azia é um efeito colateral muito comum para as gestantes, por conta do crescimento do feto e das alterações hormonais. A sensação de queimação e o próprio gosto amargo ou ácido na boca são os sintomas clássicos. Mas se você sentir outras dores e sinais, é necessário procurar seu obstetra. Não é recomendado o uso de medicações quaisquer, é preciso que o médico avalie a situação da mãe para indicar algo bom para a saúde dela, mas que não prejudique o feto.

Por exemplo:

  • Fique de olho em problemas digestivos, como úlcera ou gastrite,
  • Dores logo abaixo das costelas não é indicativo de azia,
  • Perder peso não é um bom sinal,
  • Dificuldades de se alimentar também indica a necessidade de procurar um médico.

As consultas regulares com o obstetra visam quitar suas dúvidas e preocupações quanto a sua saúde e do feto, assim como garantir o que é proveniente da azia ou não.

Como Evitar Ou Amenizar A Azia Na Gravidez?

A sensação de queimação pode incomodar bastante durante a gestação, por isso você pode apostar em algumas dicas importantes e fáceis que irão ser incorporadas facilmente no cotidiano:

  • Faça pequenas refeições,
  • Alimente-se a cada três horas,
  • Mastigue bem os alimentos,
  • Evite beber qualquer líquido durante as refeições,
  • Deixe de lado as bebidas quentes ou gasosas,
  • Procure não deitar depois das refeições.
  • Evite alimentos gordurosos,
  • Evite chocolate e frutas cítricas,
  • Beba bastante água,
  • Largue o cigarro.

Nunca se automedique: antiácidos ou outro medicamento contra azia só deve ser receitado pelo seu obstetra! A sua azia durante a gravidez pode até mesmo ser uma reação adversa de algum medicamento. Verifique com seu médico se há relação.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...