Apneia do Sono: conheça seus tipos, causas, consequência e tratamento

A apneia do sono é uma condição que se caracteriza pela manifestação de paradas involuntárias na respiração, as ‘apneias’, que ocorrem durante o período do sono.

Essas pausas no sono geralmente duram 10 segundos, podendo esse tempo chegar até meio minuto. Elas podem acontecer várias vezes durante a noite a uma frequência que varia de pessoa para pessoa.

Em geral, as pausas na respiração causadas pela apneia são consideradas problemáticas quando acontecem mais de 5 vezes em um período de uma hora.

Quais os tipos de apneia?

Existem três tipos principais de apneia do sono:

  • Apneia obstrutiva do sono (AOS): é o tipo mais frequente de apneia do sono. Trata-se de uma interrupção no fluxo de entrada de ar no organismo em razão de uma obstrução nas vias aéreas superiores (nariz ou garganta).
  • Apneia central do sono (ACS): tipo menos comum, pode ser causada por insuficiência cardíaca ou alguma doença que tenha relação com o cérebro, como AVC, infecção viral no cérebro ou tumor cerebral.
  • Apneia mista do sono: distúrbio que reúne as características da AOS e ACS, é caracterizada pela diminuição do controle da respiração. É o tipo menos comum entre as três.

Consequências da apneia do sono

Quando não tratada corretamente, a apneia do sono pode trazer consequências muito negativas. Muitas dessas consequências têm relação com a falta de um suprimento adequado de oxigênio, já que as interrupções na respiração impossibilita uma correta oxigenação do organismo.

Alguns dos efeitos da apneia do sono são os seguintes:

  • Sonolência diurna;
  • Diminuição da função intelectual;
  • Hipertensão;
  • Aumento na incidência de infartos do miocárdio, derrames cerebrais e arritmia cardíaca.
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Impotência sexual;
  • Cefaleia pela manhã.

Como você pode perceber, muitos dos sintomas da apneia levam a uma menor qualidade de vida. Felizmente, há uma maneira de manter as vias aéreas abertas durante o sono e, dessa maneira, evitar os resultados negativos que a apneia do sono pode ter na vida de uma pessoa. Isso por meio de um CPAP.

Tratamento para apneia do sono: CPAP

CPAP é uma sigla em inglês que significa Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas. Ele é um aparelho utilizado para tratar a apneia obstrutiva do sono.

O CPAP fornece um suprimento de ar constante durante toda a noite, garantindo que a vias aéreas permaneçam limpas e abertas. Dessa maneira, o instrumento permite que a respiração ocorra sem interrupções durante todo o período de descanso, melhorando a qualidade do sono e eliminando as consequências negativas da apneia do sono.

Você poderá compreender melhor como se dá o funcionamento desse instrumento a seguir.

Como funciona um CPAP?

Para entender como um CPAP funciona, primeiro é preciso compreender quais são as partes que compõe o aparelho:

  • Um pequeno dispositivo portátil que fica ao lado da cama. Esse dispositivo fornece o ar sob pressão.
  • Um umidificador integrado que umidifica o ar.
  • O tubo que conecta o dispositivo com mascara CPAP.
  • A máscara CPAP.

Um pequeno insuflador de ar localizado na máquina de CPAP expele o ar através de um tubo flexível. O tubo está ligado a uma máscara CPAP que é colocada no nariz, ou no nariz e na boca, quando a pessoa afetada pela condição dorme. A circulação de ar constante que se dá no tubo impede que as vias aéreas do nariz e da garganta sejam obstruídas, impossibilitando dessa maneira que a respiração seja interrompida.

Tipos máscaras de CPAP

Existem três tipos principais de máscara de CPAP, sendo que cada uma atende as necessidades individuais do paciente. O nível de ar adequado não pode ser determinado até que a máscara esteja perfeitamente ajustada.

  • Máscara nasal;
  • Máscara de almofadas nasais;
  • Máscara oronasal (cobre a boca e o nariz).

Escolher uma máscara CPAP vai depender tanto da preferência individual como também do tipo da condição do paciente. Por exemplo, as máscaras oronasais são indicadas para as pessoas que tem o costume de dormir com a boca aberta ou sofrem de sinusite. Já as máscaras nasais mais simples são indicadas para as pessoas que estão no início de tratamento com o CPAP.

Para as pessoas que estão começando a utilizar o CPAP geralmente é necessário um período de tempo para adaptação. Ter uma máscara CPAP confortável e bem ajustada é essencial para conseguir se adaptar e obter sucesso no tratamento.

Nesse tempo de adaptação pode se tornar um pouco incômodo utilizar o CPAP todas as noites. Porém, logo surgirão os incríveis benefícios de uma boa noite de sono e a pessoa que sofre de apneia de sono não conseguirá mais dormir sem o suporte do aparelho.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply