8 Alimentos que não podem faltar na mesa de um diabético

A diabetes é uma doença crônica que ocorre devido à baixa produção de insulina pelo organismo, o que leva o aumento da taxa de glicose no sangue. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), existem mais de 12 milhões de diabéticos no Brasil. Embora não tenha cura, é possível controlar a doença com uma associação entre medicamentos, alimentação equilibrada e atividades físicas.

No entanto, essa doença ainda é cercada de mitos e dúvidas, principalmente sobre o que se pode ou não incluir no cardápio alimentar do portador de diabetes. Confira aqui o que não pode faltar na mesa de um diabético com os principais alimentos estabilizadores da curva glicêmica.

Ao contrário do que se imagina a dieta do portador de diabetes não precisa ser limitadora. Mais do que se privar de alguns alimentos o importante é saber o que adicionar ao cardápio para se alcançar uma alimentação saudável e equilibrada. Selecionamos aqui oito deles, que segundo órgãos nacionais e internacionais de combate ao diabetes são grandes aliados no controle da doença. Inclua alguns deles (ou todos) na sua rotina alimentar e mude seu cardápio – e sua vida – para melhor.

1 – Batata Doce

Batata DoceBatata Doce – Esse tubérculo tem estado em alta junto a quem busca boa forma física, por auxiliar na queima de gordura e também no ganho de massa muscular. Mas a batata-doce tem muitos outros benefícios para os portadores de diabetes, devido ao seu baixo índice glicêmico sua absorção pelo organismo é mais lenta, auxiliando no controle da doença. Além disso, contém vitamina A, a qual fortalece o sistema imunológico e fibras solúveis que auxiliam na digestão.

2 – Feijão

feijaoÉ um grande aliado no controle do diabetes, pois é rico em fibras solúveis, antioxidantes, vitaminas e proteínas com baixo índice glicêmico (IG), que ajudam a combater as oscilações nos níveis de glicose no sangue. Segundo pesquisadores da National School of Biological Sciences (México), as proteínas do feijão preto também contêm propriedades biológicas e nutrientes que auxiliam na redução do colesterol e das triglicérides. Nesta classe se incluem a ervilha, o grão-de-bico e a lentilha.

3 – Canela

canelaPode parecer surpreendente, mas essa especiaria tem grande poder no combate ao diabetes. Além de ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue e aumentar a sensibilidade à insulina, estudos apontam que ela tem grande eficácia no combate ao colesterol total e o ruim. Além disso, possui ação termogênica, contribuindo para dietas de emagrecimento. Consumindo uma colher de chá por dia, você pode reduzir em até 26% a taxa de glicose no sangue.

4 – Salmão

salmãoGrande fonte de Ômega-3 e de ácidos graxos, eles auxiliam na redução dos índices de triglicerídeos, colesterol e da inflamação associada à resistência à insulina. Também é rico em nutrientes essenciais, como a proteína Niacina (Vitamina B3) e a vitamina D. Igualmente benéfico para dieta do diabético são a tilápia e o atum.

5 – Gorduras Saudáveis

Óleos SaudáveisAmendoim, nozes, amêndoas, castanhas, óleo de coco e azeite, são alguns exemplos de gorduras saudáveis, ricas em ácidos graxos monoinsaturados que ajudam a eliminar o colesterol ruim e aumentar o colesterol bom. Além disso, são fontes de Ômega- 3, extremamente importante para o controle do diabetes. Por serem de alto valor calórico, devem ser consumidos com moderação.

6 – Abacate

abacateEstá entre as chamadas gorduras nobres, muito benéficas para quem tem diabetes, pois aumentam o bom colesterol e ajudam a reduzir o colesterol ruim.  Estudo realizado pelo American Journal Of Clinical Nutrition,  em 2008, revelou que pessoas que consomem uma quantidade maior de gorduras nobres têm 25% menos probabilidade de desenvolver o diabetes tipo 2.

7 – Maçã

MaçãRica fonte de vitaminas, tem em sua casca uma fibra chamada pectina, altamente eficaz para controlar a glicemia e reduzir o mau colesterol. Segundo Pesquisa da Universidade de Harvard, quem consome cinco ou mais maçãs por semana apresenta menos risco de desenvolver diabetes tipo 2. Além disso, tem baixo índice glicêmico e as fibras ajudam a dar a sensação de saciedade, auxiliando numa dieta de emagrecimento.

8 – Aveia

aveiaPor possuir em sua composição beta-glucana, uma fibra solúvel que retarda a digestão, a aveia impede grandes picos nos níveis de açúcar no sangue. A fibra também mostrou-se eficaz no aumento da sensibilidade à insulina, de acordo com um estudo publicado em 2013 na revista Food and Nutrition Research. Recomenda-se o consumo de quatro colheres de sopa de aveia ao dia.

Café da manhã do diabético

Uma dica importante para o diabético: não abra mão da primeira refeição do dia. Ela é extremamente importante para qualquer pessoa, ainda mais para quem tem diabetes, pois ajuda a evitar o sobrepeso, um dos fatores que levam à doença.

Estudos comprovam que o hábito de tomar café da manhã ajuda a controlar o peso, pois a pessoa sente menos fome ao longo do dia.

Sugestão:

  • 1 xícara de café (sem açúcar – com adoçante).
  • 1 pão francês (50 g) na chapa com pouca margarina.
  • 1 copo (200 ml) de iogurte desnatado com ½ maçã picada e 01 colher (sopa) de granola diet.

TOTAL: 53 g de carboidratos

Diabéticos podem comer banana?

Muita gente tem dúvida se um portador de diabetes pode consumir banana. Livre de colesterol, gordura e sódio, a banana é rica em potássio, fibras e magnésio, e oferece muitos benefícios para uma dieta saudável. De acordo com a American Diabetes Association e a British Associationof Diabetes – UK, o diabético pode comer banana sim, desde que dentro de um plano alimentar equilibrado. O segredo está no tamanho da porção.

Recomenda-seo consumo de 3 porções (01 banana média) por semana.

O que um diabético não pode esquecer

De acordo com o Departamento de Nutrição e Metabologia da SBD, o segredo de uma boa dieta do diabético é disciplina e equilíbrio. Anote alguns conselhos que vão ajudar você a controlar o que come sem passar fome.

Alimentação para diabéticos

1-  Reduza o consumo de sal

O excesso de sal ou sódio leva o coração a bombear sangue mais rapidamente que o normal, causando o aumento da pressão sanguínea. Recomenda-se no máximo 1 colher de chá por dia.

2-  Não pule refeições

Comer moderadamente em todas as refeições é melhor do que pular uma delas e exagerar na outra.

3- Mais refeições, menos quantidade

Procure fazer 4 a 6 refeições por dia e sempre com moderação.

4-  Comer bem sim, comer muito não

O tamanho da porção é fundamental numa dieta de controle do diabetes.

Se exagerar numa refeição, pode ficar sem fome em outra e ficar sem se alimentar por algumas horas pode alterar os níveis de açúcar no sangue.

5- Frituras são muito calóricas

Prefira assados ou grelhados, eles não têm muito óleo e são consumidos mais devagar pelo organismo

6- Cautela com os alimentos dietéticos

Alimentos diet também contêm carboidratos que podem alterar o nível glicêmico.

7- Consuma mais grãos integrais

A farinha e os cereais integrais ajudam a controlar as taxas glicêmicas, além de gerar uma sensação de saciedade que ajuda a comer menos.

8- Prefira frutas ao suco de frutas

Consuma frutas com bagaço. Elas contêm fibras e dão mais sensação de saciedade. Além disso, um suco contém muito mais frutas (frutose) numa só porção.

A meta principal do tratamento do diabetes é reduzir os níveis de açúcar no sangue. E isso é possível com uma mudança em sua rotina, alimentação saudável e atividades físicas. Mas isso não exclui visitas regulares ao seu médico, para controle dos índices glicêmicos. Nunca inicie nem interrompa o uso de um medicamento por conta própria. Embora o diabetes não tenha cura, é possível levar uma vida normal, saudável, ativa e feliz.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (96 votes, average: 4,54 out of 5)
Loading...