Ultrassom Doppler: o que é? Para que serve?

A maternidade traz muitas alegrias para a futura mamãe e a todos ao seu redor. Sentir seu bebê crescendo e se desenvolvendo em seu ventre é uma experiência única e marcante. E para garantir que tudo corra bem, a medicina dispõe de diversos exames e aparatos médicos. Um deles é o ultrassom Doppler. Esse exame permite que o médico e mãe vejam como o bebê está se desenvolvendo.

O pré-natal é fundamental para garantir uma gestação tranquila até a hora do parto. Além do ultrassom Doppler, há ainda outros exames como os de sangue e o ultrassom comum ou ainda o 3D ou 4D. Todos eles são de extrema importância e cada um verifica uma etapa da gravidez. Conheça o ultrassom Doppler e saiba para que ele serve.

O que o ultrassom com Doppler verifica

O ultrassom Doppler é feito para verificar o fluxo de sangue que vai da placenta para o bebê. Ele também verifica como está o fluxo de sangue no corpinho dele. O exame tem uma cor virtual e ajuda o médico a verificar como andam os nutrientes no corpo, o oxigênio e também as batidas do coração do bebê ainda na barriga da mãe. Se houver anormalidades, elas serão logo encontradas pelo médico.

O exame ajuda para que o médico possa ver possíveis problemas como a falta de circulação do sangue. Ele observa a quantidade de líquido amniótico, além da formação dos órgãos internos, um problema com a placenta e alguma de suas artérias. Com tudo isso, analisa se algo pode trazer risco de pré-eclampsia, entre outros problemas para você ou para o bebê.

Caso a pré-eclampsia seja diagnosticada, este exame se torna obrigatório durante toda sua gestação para manter o devido controle. Além disso, o ultrassom Doppler também verifica o cordão umbilical, suspeita de má formação do bebê, incompatibilidade de sangue, suspeita de problemas cardíacos e outras doenças.

Muitos desses problemas podem — e devem — ser tratados ainda no útero materno.

Principal ponto do ultrassom Doppler

O ponto central do ultrassom com Doppler é examinar o crescimento do bebê. Uma parte dos bebês é considerada pequena para idade gestacional. Isso pode ocorrer porque a placenta não está enviando os nutrientes necessários para o feto de acordo com o tempo da gestação.

Com a detecção precoce desse problema é possível ajudar este bebê a se desenvolver normalmente. Ele receberá o tratamento adequado ainda no útero. Isso permitirá que ele nasça no tempo certo e como tamanho adequado. O Doppler pode apontar esse desenvolvimento desacelerado com facilidade.

Como é e quando pode ser feito o ultrassom Doppler

O primeiro exame do ultrassom Doppler costuma ser feito entre a vigésima sexta e a trigésima oitava semana de gravidez. O que corresponde entre o sexto e o nono mês — terceiro trimestre. Mas também pode ser feito no primeiro trimestre da gestação. Afinal, quanto mais cedo melhor, já que através do exame ele poderá receber o tratamento em caso de deficiências nutricionais.

Além da deficiência nutricional, o Doppler vai analisar como anda o fluxo sanguíneo da placenta.

Seu procedimento é igual ao de um ultrassom comum. É feito passando a máquina pelo abdômen da paciente com a ajuda de um gel para que ele deslize e consiga encontrar o feto. Alguns médicos podem pressionar o local para visualizar com maior clareza algum órgão em seu ventre.

Em alguns casos o bebê pode estar se movimentando, o que não atrapalha o exame, mas requer mais esforço para descrição das imagens. Nestes casos, o médico pode procurar outras posições ou esperar alguns instantes para o bebê acalmar. Vale ressaltar que isso não prejudica o andamento do exame ou a gestação.

Caso surja algum diagnóstico negativo, saiba que muitos dos problemas podem ser resolvidos ainda durante a gravidez. É importante que o tratamento seja feito o quanto antes. Por isso é recomendando que o ultrassom Doppler seja feito logo. Em casos de tratamento, cumpra exatamente o que o médico mandar. Isso ajudará no desenvolvimento do seu bebê.

O ultrassom Doppler deve ser feito por todas as gestantes para que se possa desfrutar de bastante tranquilidade. Curtindo sem preocupação todas as maravilhas deste período tão especial e único. Converse com o seu médico. Com este pequeno gesto você pode estar salvando a vida do seu bebê e a sua também.

O exame é simples, indolor e importantíssimo! Não deixe fazer o seu pré-natal, o ultrassom Doppler e todos os outros exames recomendados. A alimentação também merece atenção, por isso cuide-se!



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply