TPM – Tensão Pré Menstrual – Como prevenir?

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) é um fator que interfere na rotina de muitas mulheres. Ela consiste num conjunto de sensações que começam a aparecer dez dias antes de iniciar o ciclo menstrual. De acordo o Ministério da Saúde, 70% das mulheres brasileiras possuem TPM.

Médicos afirmam que a Tensão Pré-Menstrual pode aparecer em diferentes níveis. Se a TPM interferir de forma significativa nas atividades diárias, a recomendação é procurar ajuda médica para minimizar o problema.

Há diversos aspectos que aumentam o risco de TPM, como o histórico familiar, ansiedade, depressão, idade (sintomas ficam mais evidentes com o envelhecimento), estresse, sedentarismo, dieta com baixo teor de cálcio, entre outros.

tpm

Sintomas

É importante estar atento para os sintomas da TPM que se modificam de acordo com a pessoa e o ciclo menstrual. Os mais conhecidos são:

  • Alterações no humor;
  • Ansiedade;
  • Baixa autoestima;
  • Compulsão por doces e salgados;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldades para dormir;
  • Desatenção;
  • Ganho de peso;
  • Inchaço abdominal;
  • Irritabilidade;
  • Lapsos de memória;
  • Pouca concentração;
  • Sensibilidade e inchaço nas mamas.

Também fazem parte dos sintomas da TPM:

  • Acne;
  • Aumento no número de vezes que urina;
  • Modificação nos hábitos intestinais;
  • Cólicas;
  • Náuseas;
  • Reações alérgicas.

Diagnóstico

Para ter certeza de que está com TPM, o ideal é procurar ajuda de um ginecologista ou de um endocrinologista.

Com a intenção de ajudar no diagnóstico e ganhar tempo, é importante que a paciente apresente diversos dados, como os sintomas apresentados e histórico médico.

Em geral os médicos na primeira consulta fazem diversas perguntas, como:

  • Tem o hábito de usar anticoncepcional? Qual?
  • Com que frequência aparecem os sintomas? Quais são os mais graves?
  • A TPM está interferindo de que forma na sua rotina?
  • Está tomando algum tipo de medicamento e/ou suplemento? Quais?
  • Já tentou algum tratamento contra TPM? Em caso positivo, qual foi?
  • Algum fator faz com que os sintomas se agravem ou sejam minimizados? Pode detalhar?
  • Durante o ciclo menstrual, há dias em que os sintomas não aparecem?
  •  Você consegue prever quando os sintomas estão chegando?

Se você tiver com as respostas para essas perguntas bem formuladas, ajudará o médico a fazer um diagnóstico mais preciso. Sem dúvida, isso vai contribuir para que a TPM não interfira negativamente na qualidade de vida da paciente.

tpm-alterações

Prevenção

Não existe nenhuma maneira de prevenir a TPM. Contudo, é viável adotar alguns hábitos para amenizar os efeitos dos sintomas:

  • Exercícios físicos moderados durante 2h30 por semana;
  • Dieta equilibrada com base em proteínas, frutas, legumes, laticínios com baixo teor de gordura e grãos integrais;
  • Diminuir o consumo de cafeína, álcool, chocolate e sal;
  • Não fumar em hipótese nenhuma.

Remédios

Há medicamentos que podem ser usados para amenizar os sintomas causados pela TPM. Os mais conhecidos no mercado são o Assert, o Duphaston e o Fluoxetina.

Apenas compre um remédio após a indicação de um médico. Jamais tome algum medicamento por conta própria. O tratamento só pode ser interrompido com autorização profissional.

Com essas informações fica mais fácil usar mecanismos para minimizar os sintomas da TPM.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...