Timpanoplastia – Correção de Perfurações no tímpano

O tímpano é uma membrana fina, que, apesar de ser rígida, ela também é bem sensível. Uma infecção no ouvido médio pode levar a uma perfuração dessa membrana. E é aí que entra o procedimento da timpanoplastia.

Nesse procedimento é utilizado um enxerto para corrigir o problema. Geralmente, esse enxerto é feito com fáscia, pericôndrio ou até com a cartilagem da orelha. A cirurgia é tranquila, mas mesmo assim exige alguns cuidados preparativos.

Na noite anterior é recomendado comer algo leve e em seguida fazer jejum de 8 horas antes da cirurgia. Prepare-se também para fazer repouso: ter alguém para ajudar nos 2 ou 3 primeiros dias é uma ótima maneira de se recuperar. Além disso, o seu médico te encaminhará para que o anestesista possa fazer uma avaliação.

O procedimento deve ser realizado por um médico especializado, um otorrinolaringologista, ou apenas, “otorrino”. Feito a anestesia, o doutor irá analisar a situação e procurar mais ferimentos em seu ouvido, como na bigorna e no estribo. Após verificar se há outros danos nos ossículos da audição, ele começará os reparos.

A cirurgia pode ser feita de 2 formas, dependendo do seu médico e dos equipamentos que ele dispõe. É possível acessar e reparar os danos através do próprio canal, ou seja, através da abertura do próprio ouvido. Outra maneira é realizando um corte atrás da orelha. Alguns especialistas analisam qual a melhor maneira de acordo com o tamanho e a localização do dano ao tímpano.

Pacientes que já passaram pela timpanoplastia relatam que é praticamente indolor, e, quando há dor, ela é bem pequena e pode ser controlada com analgésicos simples. O local também costuma apresentar um pequeno e discreto inchaço.

É possível viver com tímpano perfurado, sem a cirurgia. Mas, nestes casos é essencial o acompanhamento médico frequente, além de muitos cuidados. Como por exemplo, não frequentar piscinas e praias, já que há a possibilidade de entrar água através da perfuração e causar uma grave infecção.

Recuperação da Timpanoplastia

A recuperação da timpanoplastia é bem simples, e, se feito tudo conforme o médico indicar, será rápida e tranquila. Geralmente os pacientes recebem alta no mesmo dia, cerca de 6 a 10 horas após a cirurgia. Nem sempre é necessário pontos, apenas em alguns casos específicos. É feito um curativo na cavidade do ouvido (que pode deixar uma sensação de ter água), e outro no conduto auditivo externo. Esses curativos não são necessários tirar, pois são absorvidos espontaneamente. No caso dos pontos, são retirados após uma semana.

É recomendado repouso de 5 a 7 dias, o que inclui afastamento do trabalho durante esse período. O ouvido precisa estar sempre seco, por isso tenha muito cuidado ao tomar banho e lavar a cabeça: não deixe entrar água no ouvido. Esses cuidados são essenciais para a cicatrização.

Esforço físico ou qualquer levantamento de peso também podem prejudicar o resultado da cirurgia. Evite esse tipo de situação por pelo menos 3 semanas após o procedimento. Viagens aéreas também devem ser evitadas, pois elas podem causar uma modificação na pressão do ouvido, colocando todo o esforço cirúrgico a perder.

Como qualquer outro procedimento, há alguns riscos, porém são raros os casos. O mais comum é que a perfuração não seja totalmente fechada. Porém, isso varia de acordo com o tamanho do ferimento e do grau de infecção.

É raro, mas possível, afetar o nervo do paladar (corda do tímpano), causando um gosto metálico na borda lateral da língua. Isso costuma passar, na grande maioria dos casos, em até 6 meses. Outro risco raro é a audição não melhorar ou ainda piorar.

O valor da cirurgia de timpanoplastia pode variar de acordo com cada região, convênio médico, clínica e até mesmo o próprio profissional. Geralmente, o custo médio é de R$ 1.400,00.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply