Sarampo: O que é, Como Tratar e Sintomas

O sarampo nada mais é que um tipo de infecção viral muito perigosa para crianças. Essa doença é um problema que assombra mães e pais em todo o mundo. Veja a seguir as principais informações sobre essa doença que toda a pessoa precisa ter conhecimento.

O que é o sarampo?

O sarampo é uma doença contagiosa transmitida por um vírus chamado de Morbillivirus. Tanto adultos quanto crianças estão suscetíveis à doença, porém o maior índice de casos é durante a infância. De acordo com estudos, essa doença tem o maior índice de mortes de crianças em países de terceiro mundo.

Graças às campanhas de vacinas que são realizadas constantemente em todo o Brasil o índice de mortes pelo sarampo foi reduzido para 0,5%, o que é um número muito bom quando comparado a outros países de risco.

Como é transmitido o sarampo?

A transmissão do sarampo é feita pelo ar. Porém o vírus pode ser contraído por outros meios como:

  • A mãe já contaminada pode passar para a criança durante a gestação ou após dar a luz durante o período de amamentação.
  • Gotículas da respiração expelidas através da tosse, respiração e espirro de quem já esteja infectado.
  • Através do beijo pela saliva.
  • Através do compartilhamento de bebidas no mesmo recipiente.
  • Por contato com a pele como aperto de mão e abraço.
  • Pelo contato com objetos contaminados como maçaneta da porta e roupas de cama.

 Quais os sintomas do sarampo?

Geralmente os sintomas do sarampo só aparecem 14 dias após e contração do vírus. Os sintomas mais comuns para diagnosticar o sarampo são:

  • Tosse;
  • Inflamação nos olhos;
  • Inflamação de garganta;
  • Febre alta;
  • Erupções na pele;
  • Manchas avermelhadas;
  • Nariz escorrendo;
  • Coceira ;
  • Perda do apetite;
  • Vômitos;
  • Dor muscular;
  • Dor abdominal.

Não é frequente a aparição desses sintomas específicos, mas em alguns casos também pode ocorre. É necessário observar e ficar alerta caso também ocorra:

Como diagnosticar o sarampo?

Para fazer o diagnóstico do sarampo é necessário buscar ajuda médica. O diagnóstico para o sarampo é simples e feito clinicamente. Para fazer a confirmação é necessário a realização de exames laboratoriais como IGM para sarampo e PCR para constatar a existência do vírus no organismo.

Quem tem mais chances de ter sarampo?

Em geral o sarampo pode ocorrer com qualquer pessoa em diferentes idades, mas normalmente o problema ocorre na infância. Crianças com 5 anos ou menos, gestantes e pessoas com imunidade baixa sem a vacina tendem a ter mais chances de sofrer o ataque do vírus.

Quais os profissionais indicados para diagnosticar?

  • Infectologista: é os especialistas no tratamento de infecções;
  • Pediatra: profissional responsável pelos cuidados a bebes, crianças e adolescentes.
  • Clínico Geral: diagnostica e trata a doença tanto em crianças quanto em adultos.

Como prevenir a infecção do sarampo?

Para fazer a prevenção da doença é necessário tomar a vacina, conhecida também como a tríplice viral. A medicação protege o corpo não apenas contra o sarampo, mas também contra caxumba e rubéola. É indicado a vacinação durante a idade de 12 a 15 meses, após a primeira dose é necessário repetir o procedimento entre 4 e 6 anos de idade.

A medicação contida na vacina é muito eficaz, porém devido o risco de mutação que o vírus possui existem relatos médicos de pessoas que haviam sido vacinadas e depois chegaram a ter sarampo.

Qual o tratamento para o sarampo?

O tratamento do sarampo é formado por:

  • Vitaminas: que auxiliam o corpo a desenvolver suas funções como crescimento e desenvolvimento sem danos causados pelo vírus.
  • Analgésicos: para aliviar as dores.
  • Hidratação.
  • Dieta saudável.

O que a falta de tratamento pode causar?

Não cuidar da doença pode deixar sequelas permanentes no corpo. Por isso quando percebido qualquer um dos sintomas deve ser procurada ajuda médica para a realização do tratamento. Fazer os cuidados necessários que o sarampo requer é de extrema importância para prevenir os seguintes danos:

  • Desnutrição;
  • Danos neurológicos;
  • Infecções respiratórias;
  • Cegueira;
  • Surdez;
  • Problemas de crescimento;
  • Problemas intestinais.

Quanto mais sintomas aparecerem com o sarampo mais as chances de ocorrer às sequelas, por isso é de suma importância o tratamento imediato contra ação do vírus no organismo.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo.



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply