Ressonância Magnética: Tudo Que Você Precisa Saber!

Atualmente, existe uma infinidade de exames médicos a serem pedidos quando existem suspeitas de determinadas doenças. A maioria destes exames são ofertados pelo SUS, mas em determinados casos, as filas e tempo de espera costumam ser gigantes, e o paciente acaba procurando o serviço particular. E aí entra outra preocupação importante: quanto custa?

Além disso, existem diversas dúvidas sobre quando estes exames são pedidos: meu médico pediu uma ressonância magnética, posso estar com alguma doença grave?

A seguir, você descobrirá tudo sobre a ressonância: como é feita, quando é pedida, quanto você irá gastar e muito mais! Saiba mais e elimine as suas preocupações.

O que é?

A ressonância magnética se trata de um exame de imagem, não invasivo (isto é, não precisa de intervenção cirúrgica, inserção de cateteres, agulhas, etc), e que em determinados casos precisa ser feito com contraste.

O contraste geralmente é aplicado por uma veia, e serve para destacar determinadas regiões, de modo que elas apareçam melhor no exame, para facilitar o diagnóstico.

ressonância magnética como funciona

Diferente da tomografia, é um exame que não utiliza radiação, e assim, livra o paciente de diversos efeitos adversos.

Como funciona?

O paciente entrará na sala do exame, e receberá algumas recomendações. O exame será feito com o indivíduo deitado, e dentro de uma espécie de “tubo”, que emitirá as ondas necessárias para captar as informações essenciais do exame.

Estas “ondas” consistem em um campo eletromagnético, que é capaz de produzir imagens de alta definição sobre o órgão (ou estruturas em conjunto) desejado.

O tempo de exame varia muito conforme a estrutura que se quer atingir, durando em média entre 15 e 45 minutos. Pacientes muito agitados, ou claustrofóbicos, deverão avisar o médico antes da realização do exame, para que este possa tomar condutas adequadas.

Quando é Usado?

Existe uma infinidade de situações em que se pode pedir uma ressonância magnética, isto porque se trata de um exame altamente preciso, e que fornece excelente imagens sobre diversas estruturas.

Quando é Recomendado?

ressonância como é feita

  • Imagem cerebral: a ressonância consegue fornecer dados fantásticos sobre as estruturas do cérebro, podendo ser utilizada em traumas, AVE, e tumores.
  • Nódulos e tumores em geral: pela característica do tecido tumoral, o exame capta e informa a presença deste em diversos órgãos. Tanto é que a ressonância (juntamente com a biópsia), pode ser utilizada para diagnóstico de tumores e neoplasias.
  • Ortopedia: o exame é muito utilizado na ortopedia por fornecer dados precisos sobre ossos, cartilagens e articulações.
  • Avaliação do pescoço: em doenças da tireóide, suspeita de tumores, e até mesmo na apnéia do sono, o exame pode ser solicitado.
  • Avaliação do tórax: em doenças do pulmão e suas estruturas, a ressonância também poderá ser pedida.
  • Investigações no abdomen: além dos tumores já comentados anteriormente, uma ressonância magnética do abdômen pode indicar a presença de infecções, lesões, e até mesmo a quantificação de ferro do fígado.

Estas são apenas algumas das situações em que se é recomendada uma ressonância magnética. Em casos de dúvida, questione o seu médico sobre a recomendação do exame!

Quanto custa?

O valor de uma ressonância magnética varia muito conforme o órgão e/ou estrutura pedidos; também, pode aumentar quando precisa-se de contraste.

Mas, em geral,  o exame gira em torno de R$ 800,00 a R$ 1200,00 reais.

Pós e pré-procedimento

Ressonância Magnética

Diferente de outros exames, não existem preocupações antes do exame!

  • Não é preciso suspender medicações;
  • Não é preciso jejum;
  • Não existem outras restrições alimentares.

Antes da realização do exame, serão dadas algumas recomendações e feitas algumas perguntas:

  • Retirada de objetos metálicos: estes, poderão interferir no funcionamento do exame.
  • Presença de marca-passo: funciona da mesma forma dos objetos metálicos.
  • Implantes auditivos: também poderão interferir no exame.
  • Presença de pinos, próteses e órteses, e também tatuagens feitas com tinta metálica.

Depois do exame, o paciente não precisa se preocupar pois não existem efeitos colaterais, e este poderá voltar para casa após a realização e continuar a realizar suas atividades diárias normalmente!

Agora, é só aguardar o resultado, que varia muito conforme o local onde o exame foi feito, mas costuma sair em mais ou menos, 1 semana.



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply