Ressonância Magnética – O que é, Efeitos Colaterais e Preço

A Ressonância Magnética é um exame de diagnóstico por imagem utilizado quando o médico suspeita de tumores, lesões, fraturas ou outras condições que podem estar afetando os Órgãos do paciente. Existem diversos tipos de exames de diagnósticos por imagem, como por exemplo, o Raio X e a tomografia, porém a ressonância é o mais preciso de todos, o único problema é o preço alto. Nesse artigo você vai aprender tudo que precisa saber sobre o exame ressonância magnética.

O que é ressonância magnética?

A ressonância magnética usa o campo magnético para criar imagens em alta definição do corpo humano, em especial dos órgãos internos. É como tirar uma foto por dentro do corpo, sem precisar abrir para isso.

Um dos seus benefícios comparado com a tomografia é que ela não precisa de radiação, ou seja, não tem efeito colateral para o paciente. Outra vantagem é que a imagem pode ser em qualquer plano, em quanto a tomografia e o raio-x permite apenas o plano axial.

A ressonância não afeta a função renal do organismo, por isso é indicado também para pacientes nefropatas, diferente do que acontece com a tomografia.

Como funciona a ressonância magnética

A Ressonância não usa radiação, porém em alguns casos o paciente precisa tomar contraste para que as imagens fiquem nítidas. A necessidade do contraste vai depender da parte do corpo em que será realizado o exame. Essa substância é injetada na veia e há casos de alergia, embora sejam raros.

Atualmente o contraste mais utilizado é o gadolíneo. Os efeitos colaterais são momentâneos e duram somente enquanto a substância está no organismo. O efeito mais comum é a náusea.

O exame é bastante simples e indolor. O paciente deita e entra na máquina, assim é inserido em um campo que alinha o hidrogênio do corpo. Quando esse campo magnético é interrompido, o hidrogênio volta para a posição inicial e emite sinais para o computador. Assim, esses sinais são transformados em imagens. Essas imagens são interpretadas pelo médico especialista.

Diferença entre ressonância e raio-x

O primeiro exame de diagnóstico por imagem foi o raio-x, depois surgiu a tomografia que oferecia uma visão mais precisa. A evolução disso é a ressonância magnética que permite uma visualização ainda mais precisa do interior do corpo.

Quando a ressonância é solicitada?

A ressonância é solicitada principalmente nos casos em que a tomografia não oferece uma imagem clara e passível de interpretação. Por ser um exame caro e por poucos hospitais terem porte para realizar, a ressonância é o último exame pedido, apenas quando os anteriores não resolveram a questão.

Preço

Uma máquina de ressonância magnética custa cerca de R$2 milhões, ou seja, custa três vezes mais que uma máquina de tomografia, por isso o preço é alto. Assim poucas clínicas e hospitais estão equipados para o exame. O preço varia dependendo a região do Brasil, a parte do corpo a ser examinada e a clínica, em geral custa de R$800 a R$3.000.

Como solicitar pelos SUS

Poucos hospitais públicos contam com o equipamento para ressonância magnética, nesses hospitais o médico solicita o exame e é só agendar, sem custos.

Quando não há um hospital público preparado para esse tipo de exame, é comum que o paciente seja encaminhado para fazer em outra cidade. Em geral, é necessário apresentar o pedido do médico para a assistente social da área da saúde da sua cidade. Com o pedido em mãos, ela encaminhará o paciente para um hospital público que realize o exame ou para uma clínica particular capacitada. Mesmo sendo clínica particular é o município que arca com os custos do exame.

Em algumas regiões, os municípios não dispõem de assistência social, sendo necessário acionar o Ministério Público para ter acesso ao exame. Para fazer isso o paciente precisa procurar a defensoria pública da cidade e pedir orientação de como proceder. Em muitos casos, a decisão favorável demora meses para ser dada, mas todos os brasileiros tem o direito a saúde. Assim dificilmente o juiz negara a realização do exame. Vale a pena ir atrás dos direitos principalmente se considerar os custos de um exame por imagem como esse.

Ficou com alguma dúvida sobre ressonância magnética? Deixe o seu comentário.



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply