Você sabe como é feita e a importância da radiografia de tórax?

Popularmente chamada de raio-X de tórax, a radiografia de tórax é um exame de imagem feito com radiação. Os raios-X foram descobertos por Wihelm Roentegn em 1895 e a primeira radiografia é das mãos da esposa de sua esposa. Antes da utilização na identificação de quebras ósseas e doenças, as radiografias eram usadas para fins artísticos.

A radiação usada no exame produz imagens que identificam alterações no sistema cardiorrespiratório. O pedido de radiografia de tórax é feito quando o paciente apresenta falta de ar, tosse persistente, dor torácica e febre. Quebra de costelas, insuficiência cardíaca, edemas pulmonares, pneumonia e pneumotórax são apenas alguns dos identificados pelo raio-X.

Preparação

A preparação do paciente para radiografia de tórax consiste na retirada de relógio, bijuterias, piercings e cintos. Também é preciso retirar a blusa para vestir um avental hospitalar. O último procedimento preparatório para radiografia de tórax é colocar um protetor de chumbo na área genital. Esse protetor impede danos aos espermatozóides e óvulos.

Mulheres grávidas devem evitar exame, pois, a radiação pode causar danos ao bebê e até aborto. Quem está com suspeita de gravidez, precisa informar ao médico.

radiografia de tórax

Como é feita a radiografia de tórax?

Caso tenha marca-passo ou válvula cardíaca, o fato precisa ser informado para avaliação do técnico de raio-X. O exame é feito em uma sala com câmera de raio-X presa a um braço metálico. O paciente fica em pé, posicionado em frente à placa ou sensor com o filme de raio-X, segurando a respiração e movimentar-se apenas por orientação do técnico para mudar de posição.

A mecânica do exame consiste na passagem da radiação pelo corpo e à placa. É essa placa que leva as imagens ao computador. As imagens são reveladas em um aparelho chamado negastoscópio. Ossos e musculatura cardíaca tornam-se estruturas brancas na radiografia de tórax.

Ao contrário do senso comum, as salas de raio-X não representam perigo. Isso porque a quantidade de radiação liberada é pequena. Além do mais, a radiação é liberada somente quando o aparelho está ligado.

Áreas e problemas identificados pela radiografia de tórax

radiografia

Nas radiografias de tórax frontais a clavícula, vértebras, arcos costais e escápulas são alguns dos ossos visualizados. Quando o raio-X é feito de perfil é possível ver o dorso da coluna vertebral e o esterno. Artérias, veias pulmonares e brônquios de maior calibre também são áreas visíveis. Além das doenças citadas no começo desse texto, a radiografia também consegue identificar doença alveolar.

Importância do filme na radiografia de tórax

A interpretação também depende da qualidade do filme. Existem 5 fatores que comprometem o filme de raio-X, confira:

  1. Pouca densidade: a densidade radiográfica ou densidade óptica diz respeito ao escurecimento da imagem. Quanto mais raio-X emitido, a imagem fica mais escura e mais nítida. A pouca densidade pode ser fruto da distância entre o foco e detector ou das estruturas do paciente;
  2. Nitidez: uma radiografia sem nitidez é quando não é possível identificar detalhes como bordas e linhas finas de tecidos. Sem nitidez, inflamações e lesões podem ficar camufladas, o que acaba atrasando o diagnóstico e tratamento. Isso pode trazer riscos ao paciente. Usar maior ponto focal, posicionar o tubo e o receptor numa distância pequena, deixar o paciente longe do receptor e até mesmo movimentos brandos do paciente alteram a nitidez;
  3. Distorção: dizemos que a radiografia está com distorção quando as estruturas não foram capturadas. Distância grande entre o paciente e o receptor e posicionar o paciente longe do receptor deixam a imagem distorcida;
  4. Contraste: é o quanto de cinza tem entre as partes brancas e pretas da imagem. Quando está com muito cinza tem muito contraste, do contrário tem pouco. O contraste é determinado pela penetração dos raios-X. Ele ressalta a anatomia e imagens com pouco ou muito contraste comprometem o diagnóstico.

Interpretação básica da radiografia de tórax

raio x

Primeiramente a radiografia é olhada a uma distância de 1,2 m. Após, olhe o exame mais de perto observando a transparência e possível opacidade dos campos pulmonares. O diafragma direito saudável é mais alto que o esquerdo.

No que diz respeito ao coração, ele também pode estar à esquerda. Outros detalhes a serem analisados sobre este órgão é se a forma está normal. É preciso ver o diâmetro máximo inferior, a metade do diâmetro da caixa torácica e se não há áreas pequenas áreas transparentes na sombra. Em relação aos ossos, devem ser investigadas fraturas, quebras e opacidade.

Você sabia como é feito e a importância da radiografia de tórax? Deixe sua opinião e acompanhe mais posts sobre saúde.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 1,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply