Pílula do Dia Seguinte – Dúvidas Mais Comuns das Mulheres. Funciona? Quais Os Efeitos?

duvidas-sobre-pilula-dia-seguinteA pílula do dia seguinte é um método contraceptivo de urgência  geralmente utilizado após relações sexuais desprotegidas (sem uso de anticoncepcional ou camisinha) de forma  a evitar uma gravidez indesejada.  Este medicamento é composto de altas doses de hormônios feminino que impede a fecundação do espermatozoide no óvulo. No entanto a eficácia da medicação depende da forma como é tomada e só faz efeito se tomada em até 72 horas após a relação sexual.

Os momentos que antecedem as relações sexuais são capazes de fazer tanto a mulher como homem esquecer o uso de proteções que possam evitar doenças ou uma gravidez. O clima intenso perante o romance que a mulher e o parceiro estão vivendo se torna tão excitante a ponto de esquecer a necessidade desses métodos. Nesses ocorridos, é preciso ir para a farmácia mais próxima para tomar uma pílula do dia seguinte.

Como tomar a pílula do dia seguinte – Tutorial passo a passo

Aprender como tomar a pílula do dia seguinte se torna imprescindível para que diminuam os riscos de uma possível gravidez e dos efeitos colaterais. Se a mulher manteve alguma relação sexual sem o uso de proteção devida ela pode recorrer aos comprimidos desde que esteja dentro do prazo considerado ideal.

  1. Compre a pílula do dia seguinte na farmácia ou adquira gratuitamente nos postos de saúde
  2. Observe se a caixa do seu medicamento possui uma ou duas pílulas. Caso tenha 2 comprimidos tome o primeiro comprimido em até 72 horas após a relação sexual desprotegida
  3. O segundo comprimido deve ser tomado 12 horas após o primeiro
  4. Caso a pílula seja de unidade única utilize-a em no máximo 24 horas após a relação sexual desprotegida.
  5. Após tomar a pílula mantenha a calma e espere as eficácias, o nervosismo pode salientar a chance de efeitos colateraisComo tomar pílula do dia seguinte

Ao cumprir com os prazos estipulados e orientados, as mulheres podem contar com a grande eficácia da pílula.

Porém, conforme o uso da pílula se afasta da data original da relação sexual a eficácia diminui e os riscos de não fazer efeito se tornam grandes.

Pílula do dia seguinte Funciona? Posso engravidar?

como-usar-pilula-dia-seguinte-1A eficácia da pílula do dia seguinte é muito grande porque elemina as condições necessárias para estar grávida. Mesmo assim o funcionamento da medicação não é de 100%.

A efetividade da pílula do dia seguinte funciona de acordo com o horário em que ela for tomada. Quanto mais próximo da ação sexual desprotegida, melhores as chances. Quanto mais distante, menor é a garantia. Os efeitos variam conforme a seguinte relação:

  • No primeiro dia a pílula do dia seguinte conta com eficácia de até 95% ou mais dependendo do medicamento
  • Já no segundo dia a eficácia cai para 85%
  • No terceiro, as chances são ainda menores e podem chegar próximas do 50%

A pílula do dia seguinte só pode ser utilizada uma vez no mês com comprovação de eficácia. A partir do segunda utilização mensal não há garantias de que possa evitar uma gravidez indesejada e os  efeitos sendo que os efeitos colaterais da medicação aumentam a possibilidade de acontecer.

Deve-se levar em consideração que  a pílula do dia seguinte é um método contraceptivo de emergência e não deve ser nunca utilizado como uma forma de prevenir a gravidez, isso é uma tarefa para métodos preservativos como os anticoncepcionais ou então a camisinha.

Outras possibilidades como por exemplo o Diu, diafragma,  laqueadura ou remoção do útero (no caso de mulheres mais velhas) também são formas mais garantidas e saudáveis de evitar a gravidez.  Converse com sua ginecologista para avaliar quais os métodos contraceptivos melhores para a suas condições. Vários deles não tem efeitos sobre a fertilidade de mulher, ou seja, são reversíveis.  As vezes, somente calcular o seu período fértil é o suficiente para saber o dia correto para manter relações sexuais com segurança.

Quando usar a pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte pode ser considerada pelas mulheres como a pílula dos milagres e que tende a ser lembrada com frequência por pessoas e casais que tiveram descuido diante da relação sexual. Não há problema nenhum em utilizar esse método para evitar uma gravidez indesejada, desde que ele não sirva de muleta e desleixo diante da proteção.

Algumas mulheres criam hábito de recorrer a medicação emergencial – o que pode ser danoso a saúde e ter mais chances de poder engravidar. A melhor forma de prevenir à gravidez é se utilizando de métodos seguros como camisinha feminina ou masculina e outras formas de contraceptivos. Além disso, é importante lembrar que a pílula do dia seguinte previne apenas contra a gravidez indesejada, não tem efeito sobre doenças sexualmente transmissíveis, por isso, use sempre camisinha.quando-usar-a-pilula-dia-seguinte

Tome a pílula do dia seguinte em casos como:

  • Quando a camisinha estoura
  • Se tiver esquecido de tomar o anticoncepcional por mais de um dia
  • Se tiver deixado de tomar mais de dois comprimidos da sua cartela de anticoncepcional
  • Caso esteja a mais de um mês sem utilizar o anticoncepcional
  • Se não houver  utilização de nenhum método contraceptivo durante a relação sexual

As mulheres que também deixaram de tomar dois ou mais comprimidos da sua cartela de pílula tradicional também podem e devem recorrer ao uso da pílula do dia seguinte pois nesses casos também existe grande chance de engravidar.

O uso deve ser feito de maneira responsável, sem se tornar um hábito, pois a pílula tende apresentar vários efeitos colaterais e a eficácia dela pode diminuir conforme o uso contínuo, além da ingestão de muitos hormônios.

Se utilizada em excesso, pode interferir na fertilidade do corpo feminino.

Efeitos colaterais

  • Ausência ou atraso da menstruação
  • Náuseas e vômito
  • Dor de cabeça
  • Dor abdominal
  • Dor muscular
  • Dores nas costas
  • Cólicas
  • Dor nos seios
  • Ansiedade

Os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte podem se assemelhar bastante com os primeiros sintomas da gravidez e isso só contribui para aumentar  a preocupação das mulheres. Tente fazer de tudo para permanecer tranquila e diminuir a tranquilidade sem utilização de medicações, pois o nervosismo contribui para acentuar os sintomas e fazer com que a sensação de uma gravidez fique sempre muito aparente, quando na verdade não é verdadeira.

Efeitos colaterais da Pílula do dia seguinte

Se você tem alguma dúvida sobre a eficácia da pílula do dia seguinte espere ao menos uma semana após a tomada da medicação para fazer testes de gravidez caseiros ou então os testes de farmácia. Fique atenta em relação aos sintomas da gravidez mês a mês para ter ainda mais certeza do seu diagnóstico.

Nomes da pílula do dia seguinte, preço e onde encontrar

Nos dias atuais existem uma vasta quantidade de opções de pílulas e variedade de valores. As mais comuns costumam apresentar em suas fórmulas uma substância chamada de de levonorgestrel (0,75 mg) como é o caso das pílulas desenvolvidas pelas marcas :

  • Postinor-2
  • Pilem,
  • Pozato,
  • Diad,
  • Minipil2-Post,
  •  Poslov

Tipos de pílulas do dia seguinte: 

  • As compostas de progesterona, que contém apenas uma pílula
    As marcas de dose única mais vendidas são: Neodia, Postinor Uno e Prozato Uni
  •  As compostas de levonorgestrel e estrogênio, que devem ser tomadas com intervalo de 12 horas.
    As marcas mais vendidas no Brasil são: Levonorgestrel, Pilem, Diad e Norlevo

Tipos da pilula do dia seguinte

Todas elas são pílulas cujo qual não é exigida receita médica. Você pode ir atá farmácia comprar sem problemas e nem interrogatórios ou necessidade de preenchimento de formulários. As pílulas do dia seguinte podem ser solicitadas em postinhos de saúde de bairro gratuitamente, basta fazer a solicitação na sede. Só não se esqueça da necessidade de tomar em até 72 horas após a relação sexual desprotegida.

A maioria dos medicamentos custam na faixa de R$ 20,00 a R$ 25,00.

Como a pílula do dia seguinte age no organismo?

O medicamento  funciona de três formas diferentes, que variam conforme a o estágio do ciclo menstrual em que a mulher se encontra:

  • Se a mulher já tiver ovulado: A pílula impede a implementação do óvulo fecundado pelo espermatozoide no útero, evitando a gravidez.
  • Se a mulher estiver para ovular: inibe ou retarda a ovulação, fazendo com que os espermatozoides não tenham o que fecundar
  •  Em qualquer período: aumenta a viscosidade do muco vaginal, dificultando que o espermatozoide chegue até o útero.

pilula-do-dia-sgeuinte-como-funciona

Tomei pilula do dia seguinte e não menstruei. E agora?

Tomei-pilula-do-dia-seguinte-nao-menstrueiCalma, isso é comum. Afinal, a ausência de menstruação é um dos efeitos colaterais da pílula porque a carga hormonal no organismo é muito grande o que faz com que todo o seu ciclo menstrual altere. As vezes demora uns dois meses para voltar a regularidade comum.

Sendo assim, o ideal seria procurar por uma farmácia o mais rápido possível. Vale frisar que o uso da pílula não deve ser constante, apenas em casos extremos. Como já explicado acima, se usada em excesso, os efeitos são avassaladores pela grande quantidade de hormônio ingerida. Certifique-se de tomar a pílula do dia seguinte somente em casos de emergência e utilize métodos contraceptivos como camisinhas ou anticoncepcionais.

Fique atenta em todos os motivos para o atraso da menstruação, eles são vários.

O que é a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte é um medicamento  com altas dosagens de hormônios femininos e eficaz contra possibilidade de gravidez em situações de emergência como em relações sexuais desprotegidas, rasgos em preservativos ou esquecimento de usar a pílula anticoncepcional diária.

Se eu já tomo anticoncepcional o que devo fazer? Devo continuar a tomar anticoncepcional normalmente?

Para as mulheres que já tomam anticoncepcionais regularmente, a recomendação é de que não pare continue a tomar os comprimidos até o fim da cartela, pois a pílula do dia seguinte não tem efeito cumulativo e as chances de gravidez continuarão existindo em  próximas relações sexuais desprotegidas. Como a pílula do dia seguinte é uma taxa de hormônio muito forte pode ser que a pessoa tenha o organismo desregulado. Por conta disso, é preciso que

Para saber se está grávida ou não aguarde o seu próximo ciclo menstrual, caso este atrase mais de 15 dias faça testes de gravidez  e consulte um ginecologista.

pilula-do-dia-seguinte

Pílula do dia seguinte gera dificuldades para engravidar?

Não. Essa afirmação não é comprovada cientificamente, o que se sabe é que utilizar de grandes quantidades de hormônio feminino corriqueiramente pode gerar mais dificuldades de fertilização. Isso significa que a pílula do dia seguinte não pode ser utilizada com frequência.

Os anticoncepcionais também podem gerar o mesmo problema à longo prazo, mas tudo depende das reações do organismo de cada um. Cada caso deve ser analisado com um médico especializado, só ele poderá dar o parecer mais completo se baseando nas especificidades do seu organismo e histórico de saúde.

Entenda a eficácia da pílula do dia seguinte? As 72 horas é mito ou verdade?

A recomendação dos médicos é de que a pílula do dia seguinte seja tomada o quanto antes após a relação sexual.  Caso seja administrada poucas horas após o acontecimento, a eficácia do medicamento é de 95%, 24 horas depois é de 88% e após 72 horas não funciona mais.

Após 72 horas, caso o óvulo tenha sido fecundado, a pílula do dia seguinte não irá abortar  o processo de gravidez que se iniciou. Além disso, não existem comprovações médicas de que o uso do medicamento durante a gestação causa danos ao feto.

Eficácia da pilula do dia seguinte

Não se desespere, afinal, a gravidez precisa de algumas situações para que realmente aconteça. Algumas condições podem ajudar a fazer com que as chances diminuam como por exemplo o dia em que você estava do seu período fértil e até condições emocionais.

Pílula do dia seguinte é abortiva?

A pílula do dia seguinte não é abortiva e, por esse motivo é liberada a sua venda em toda a rede de farmácias brasileiras sem necessidade de receita ou prescrição médica. Acontece que a pílula do dia seguinte age antes que a gravidez aconteça, ela a impede antes mesmos que o espermatozoide fecunde o óvulo, ou seja, ela só elimina as condições de uma gravidez ao invés de interromper uma que já está em curso.

No entanto, se você está gravida ou acha que pode estar grávida deve ficar longe desta medicação, pois além de possibilidades de abortos ela pode prejudicar a formação do feto.  Se você tem suspeitas faça um teste de gravidez para se certificar da sua condição e pare de tomar anticoncepcionais caso o resultado seja positivo.

Quais são os prós e contras da pílula do dia seguinte?

PRÓS                                                               

  • Eficaz contra a gravidez
  • Facilidade de compra, médio de custo de R$ 20,00
  • Não é necessário prescrição médica
  • Se encontra em qualquer farmácia

Pilula do dia seguinte efeito colateral

CONTRAS

  • A pílula anticoncepcional concentra níveis de hormônios 10 vezes superiores aos anticoncepcionais normais, é como tomar uma cartela inteira de comprimidos, o que em alguns metabolismos pode causar danos a saúde
  •  Desregula o ciclo hormonal na mulher e impossibilita o uso de tabelinhas
  • Se usada mais de três vezes ao ano aumenta os riscos de câncer de mama, trombose e embolia pulmonar
  •  Contém diversos efeitos colaterais como enjôo, sangramento (espesso ou aguado), diarréia, dores de cabeça e cólicas
  •  Causa sustos:  como a pílula do dia seguinte pode provocar cólicas, vômito e atrasos da menstruação é comum fazer com que as mulheres achem que estão grávidas, quando é apenas o medicamento agindo
  •  Se ingerido com freqüência torna a pele mais oleosa e pode causar aparecimento de espinhas e aumento de peso

O aconselhável é usar métodos contraceptivos que não causam danos à saúde e nem efeitos colaterais como a camisinha ou os anticoncepcionais comuns.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (43 votes, average: 4,79 out of 5)
Loading...