Leptospirose: tudo que você precisa saber!

A leptospirose é uma doença conhecida por todo mundo, principalmente por se tratar de uma zoonose (tipo de doença transmitida por animais).

Ela não apresenta distinção entre sexos nem idade, e assim, pode ocorrer em toda a população exposta a riscos.

Sendo causada por uma bactéria, Leptospira interrogans, ela pode ter efeitos gravíssimos e levar o indivíduo à morte.

Formas de transmissão

Para que haja a transmissão para os humanos é preciso que exista contato do homem com secreções animais.

Diferente do que preconiza o senso comum, além dos ratos, existem outros animais que podem ser portadores da doença, eliminando-a na urina. Exemplos são os cães, gatos, bois, cavalos, ovelhas, cabras, etc que estejam infectados com o vírus.

Mas, ainda assim, o principal vetor, ou seja, o transmissor da doença, continuam sendo os ratos de esgoto, devido ao seu grande número e grau de proximidade com os homens.

leptospirose doença

Mas, você deve estar se perguntando como se dá a transmissão. Ela pode ocorrer de diversas formas:

  • Contato direto com a urina: a bactéria causadora, eliminada pela urina animal, pode penetrar por mucosas. Ex: coçar o olho com a mão contaminada.
  • Água: a água contaminada também pode transmitir, e esta é preocupante principalmente em situações de enchente (contato da água com a pele).
  • Alimentos contaminados: o contato de alimentos enlatados, por exemplo, que estejam com a embalagem contaminada, pode ser responsável por esta transmissão.

Sendo assim, reconhece-se a importância de alguns hábitos simples, mas que podem evitar esta séria doença:

  • Lavar latas e alimentos antes do consumo: deixar de molho na água sanitária parece ser uma boa alternativa, de modo a eliminar possíveis agentes causadores de doenças, como o caso da leptospirose.
  • Andar com calçado: andar descalço pode facilitar o contágio pela pele do pé.
  • Não caminhar sobre águas: em casos de enchente, evite andar pelas ruas, pois a chance de infecção é alta.
  • Ferver a água; esta medida elimina diversos patógenos, e também te protege de inúmeras doenças!

Quais os principais sintomas?

Sabendo das formas de transmissão da doença, fica fácil entender o porquê dela ainda ser tão prevalente nos dias atuais.

Depois de contaminado, o indivíduo pode demorar de 3 dias à um mês para iniciar a manifestação dos sintomas.

O conjunto de manifestações clínicas da doença, pode ser chamada de síndrome de Weil, podendo ser confundida facilmente com gripe e dengue:

  • leptospirose bactériaSistema muscular: o indivíduo apresentará dores musculares, principalmente na região da panturrilha.
  • Distúrbios gastrintestinais: vômitos e diarreias também podem ser comuns.
  • Febre: por se tratar de uma doença bacteriana, a febre é uma das formas que o corpo encontra para tentar eliminar o organismo estranho.
  • Icterícia: este sinal é marcado pelos “olhos amarelados”, e pode surgir ainda nos primeiros dias de doença.
  • Hemorragias: em casos mais severos, tem-se a presença de sangramentos que poderão ser fatais para o paciente, que já se encontra debilitado.

Sendo assim, é essencial que o médico seja procurado na presença destes sintomas. A automedicação nestes casos poderá ser fatal.

Como ela costuma ser tratada?

Como acabamos de mencionar, a automedicação nestes casos, pode oferecer riscos gravíssimos ao paciente, visto que diversos medicamentos poderão provocar e/ou intensificar sintomas: o AAS (Aspirina), por exemplo, pode aumentar as chances de hemorragias.

Depois de uma avaliação médica e diagnóstico da doença, juntamente com o médico, serão escolhidas as melhores formas de tratamento, que costumam ser:

  • Antibióticos: doxiciclina, penicilinas e outros antibióticos podem ser utilizados no combate da bactéria causadora da leptospirose.
  • Internação: quando há presença de complicações, como hemorragias, meningites, e outras, é essencial que o paciente seja internado, precisando em alguns casos até mesmo de UTI (unidade de terapia intensiva).

leptospirose transmissão

Quando devo procurar um médico?

Por mais que as dores no corpo e febre possam parecer sintomas típicos de gripe, eles devem sempre servir de alerta para doenças mais graves, como a leptospirose.

A espera pela busca de ajuda, pode intensificar o quadro, e levar o paciente diretamente para uma UTI, sendo mais complexo o tratamento, e também com menores chances de sucesso.

Sendo assim, não ignore qualquer sintoma dos apresentados acima, e procure o médico mais próximo!

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 3,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply