Laringoscopia – Como é feita, dói? Detalhes do procedimento

Chama-se laringoscopia a um procedimento que permite observar as vias aéreas superiores (cavidade nasal, cavidade oral, laringe e faringe) do paciente e que é usado principalmente para diagnóstico de problemas da laringe, via aérea responsável pela produção de som, inclusive das cordas vocais.

Entre os possíveis motivos para que o médico deseje a realização de uma laringoscopia em um paciente podem ser mencionados refluxo gastroesofágico, dor de garganta crônica, suspeita de câncer, tosse crônica, dificuldade para mastigar, rouquidão prolongada ou outro problema prolongado para produzir e manter a voz, paciente tabagista crônico, aparecimento frequente de aftas e sensação frequente e desconfortável de ter algo como um caroço na garganta.

Além de sua utilidade como instrumento de diagnóstico, o procedimento permite ainda a realização de intervenções como, por exemplo, a extração de pólipos, tumores benignos das cordas vocais, nódulos e corpos estranhos ou o dilatamento de regiões estreitadas, além de permitir averiguar como está se dando a evolução de certas doenças.

laringoscopia

Como é feita a laringoscopia

laringoscopioA laringoscopia é realizada com um aparelho chamado laringoscópio, que pode ser introduzido pela boca do paciente – nesse caso, geralmente usa-se um aparelho rígido – ou pelo nariz – caso em que o procedimento pode ser chamado pelo nome mais específico de nasolaringoscopia, na qual geralmente usa-se um aparelho fixo). Quer seja rígido ou flexível, o laringoscópio possui em sua extremidade uma câmera pequeníssima que permite ao médico observar o interior das vias aéreas superiores de seu paciente.

Geralmente, o exame é feito em clínica ou no consultório do médico, e o paciente permanece sentado durante a realização do procedimento. Antes da introdução do aparelho, aplica-se uma anestesia em spray na faringe e na laringe do paciente.

Apesar da anestesia tópica, certo grau de desconforto pode ser inevitável. Em certos casos, o médico pode, a depender da resistência do paciente ao exame, achar melhor fazer uso da sedação. Crianças geralmente pedem esta atitude.

laringoscopia como fazerO profissional responsável pelo procedimento pode visualizar diretamente o interior das vias aéreas ou através de um sistema de vídeo, caso em que o procedimento chama-se videolaringoscopia ou videonasolaringoscopia, dependendo de por onde foi introduzido o laringoscópio.

Se julgado necessário, pode-se fazer uso do laringoscópio também para realizar biópsia de tecido, para que este passe por exame laboratorial. Nesse caso, é recomendável que o procedimento de laringoscopia seja realizada na ala cirúrgica de um hospital.

Confira o passo a passo de como é feito abaixo:

A laringoscopia é um exame relativamente simples e exige pouca preparação. Recomenda-se, contudo, o jejum absoluto (incluindo, portanto, evitar água) de 8 horas antes da realização do exame.

O exame pode ser feito em crianças de qualquer idade, mas a laringoscopia em que o aparelho é introduzido pela boca do paciente exige uma colaboração que nem sempre se consegue obter de crianças, especialmente das mais novas do que 12 anos de idade.

Duração média

A duração média da laringoscopia é de  5 a 10 minutos. Como dito acima, trata-se de um exame razoavelmente simples. Complicações são incomuns, mas, entre as que podem acontecer, estão náuseas (acompanhadas ou não de vômito), lesionamento do nariz, da faringe, da laringe ou da língua e complicações devidas à anestesia ou à sedação. Rouquidão passageira, inchaço ou inflamação da garganta também podem ocorrer depois de realizado o exame.

Embora a laringoscopia praticamente não possua contraindicações, a decisão quanto à necessidade dela depende do julgamento do médico. Este pode ainda julgar o procedimento especialmente desaconselhável no caso de pessoas que sofram de problemas tais como cardiopatias graves, doenças respiratórias crônicas, certos problemas neurológicos ou que apresentem reação alérgica aos remédios usados no procedimento.

O que fazer depois do exame

Após ser concluído o exame, recomenda-se que o paciente guarde repouso absoluto de 12 horas, repouso ao qual devem ser associados cuidados como o de optar por alimentação leve e o de evitar comidas quentes. Recomenda-se ainda que, nas horas seguintes ao procedimento, o paciente evite espirrar, tossir e assoar-se.

Caso tenha sido sedado, o paciente precisará esperar pelo menos meia hora para que se dissipe o efeito do sedativo utilizado. Além disso, ele não deverá nem dirigir nem realizar tarefas complexas durante as 12 horas que se seguirem ao término do procedimento.

É importante prestar atenção às recomendações que o médico fizer com relação aos cuidados que devem ser tomados após ter sido realizado o exame.

Custo do procedimento

Embora possa variar o preço cobrado pelo procedimento, dependendo da região do país e do estabelecimento em que vá ser realizada, o custo médio da realização de uma laringoscopia está por volta dos R$ 250,00.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply