Ibuprofeno – Bula, Gotas e Para que Serve?

O ibuprofeno é um anti-inflamatório bastante prescrito como analgésico (contra a dor) e em casos de inflamações ou febre (anti-térmico). Para tomar esse medicamento é preciso conhecer todas as suas condições. Afinal, com uma enormidade de anti-inflamatórios disponíveis no mercado para venda livre é sempre bom conhecer o que supre melhor a sua necessidade.

Tire aqui todas as suas dúvidas sobre o ibuprofeno com informações completas da bula oficial. E o mais importante: lembre-se que ministrar qualquer tipo de medicamento sem o consentimento do seu médico é um risco muito grande para a sua saúde, portanto só tome o ibuprofeno com a indicação de um médico.

O Ibuprofeno é eficaz e indicado para casos de

ibuprofeno

Nomes comerciais do Ibuprofeno

Como qualquer medicamento o ibuprofeno também é comercializado com outros nomes ou então por diferentes fábricas – os genéricos. As formas mais comuns de encontrar são:

  • Ibuprofeno (Medley);
  • Alivium (Mantecorpo);
  • Advil (Wyeth);
  • Spidufen (Zambon) que também contém argininina.

A única versão que não contém 100% de ibuprofeno é o Spidufen. Este pode ser encontrado nas versões:

  • 770 mg – equivalente a 400 mg de ibuprofeno e 370 de arginina;
  • 1155 mg – equivalente a 600 mg de ibuprofeno e 555 mg de arginina;
  • 600 mg – equivalente a 600 mg de ibuprofeno + arginina;
  • 400 mg – equivalente a 200 mg de ibuprofeno e 200 mg de arginina.

Ibuprofeno

Efeitos colaterais

 

Assim como qualquer medicamento, o ibuprofeno possui efeitos colaterais. Como é um anti-inflamatório compartilha dos mesmos efeitos que a maioria dos medicamentos da categoria. São suas consequências:

  • Zumbidos nos ouvidos;
  • Retenção de líquidos e possibilidade de edemas;
  • Prisão de ventre;
  • Excesso de gases;
  • Coceiras;
  • Diminuição da urina;
  • Náuseas;
  • Azia;
  • Tontura;
  • Sono;
  • Diarreia;
  • Constipação intestinal;
  • Anemia;
  • Depressão;
  • Insônia;
  • Insuficiência renal.

Os efeitos colaterais mais perigosos do uso de ibuprofeno são a úlcera e insuficiência renal. No entanto estes são mais raros e que só aconteceram naqueles que faziam o uso contínuo do medicamento.

Contra indicações do Ibuprofeno

Contra indicação IbuprofenoO ibuprofeno só deve ser administrado sob orientação médica, assim como qualquer outro medicamento. Atente para em quais casos o remédio não deve ser tomado:

  • Pacientes com insuficiência cardíaca;
  • Quem tem insuficiência renal;
  • Sangramentos ativos ou pós-cirúrgicos;
  • Doença hepática;
  • Gastrite ou úlcera;
  • Grávidas ou mulheres em estágio de amamentação;
  • Hipertensão arterial;
  • Não utilizar ibuprofeno em caso de suspeita de dengue ou zika vírus, pois essas doenças diminuem o nível de plaquetas no sangue e remédios da categoria AAS (como o ibuprofeno) inibem a adesão às plaquetas, aumentando o problema.

O remédio também é contraindicado se o paciente faz o uso continuo de alguns medicamentos:

  • Varfarina;
  • Diuréticos (diminui os efeitos);
  • Digoxina;
  • Metrotrexato;
  • Lítio (diminui a eliminação do lítio);
  • Citalopram (aumenta o risco de toxidade do rim);
  • Fluoxetina;
  • Sertralina;
  • Anti-hipertensivos (diminui os efeitos).

Ibuprofeno na gravidez

O ibuprofeno deve ser evitado em casos de gravidez ou para mães em períodos de amamentação já que seus efeitos cardiovasculares no feto ainda são incertos. Mulheres nessa condição só poderão tomar o medicamento sob orientação médica e pelo menor período possível.

Posologia correta do Ibuprofeno

É possível encontrar o medicamento em diferentes nomes, mas todos eles são em dosagens de 200 mg, 400 mg ou 600 mg.

Para quem pretende tomar ibuprofeno com função anti-inflamatória, sua utilização é de 400 mg a 800 mg de 6 em 6 horas, de acordo com a necessidade do paciente.

Em casos de febre, a dosagem recomendada é de 200 mg a cada 4 horas.

A dosagem máxima que pode ser administrada com segurança é de 2.400 mg por dia sem a autorização médica. Além disso, é preciso prescrição e recomendação específica. Também não é recomendado que o uso desse medicamento seja prolongado por mais de uma semana, pois a partir desse tempo os efeitos colaterais podem ser mais comuns.

É possível encontrar o ibuprofeno nas farmácias sendo vendido com diferentes nomes. A maioria deles é um pó que deve ser misturado com água e então ingerido, mas também existem na possibilidade de gotas ou comprimidos.

spidufenOutros nomes mais conhecidos deste medicamento são:

  • Vantil;
  • Doraplax;
  • Nurofen;
  • Lombalgina;
  • Danilon;
  • Daisy;
  • Capfen;
  • Artril;
  • Brufen;
  • Buprovil;
  • Ibupril.

Alguns desses medicamentos podem conter alguma substância associada ao ibuprofeno, é preciso prestar atenção à bula especifica de cada medicamento para confirmar se o paciente não tem nenhuma alergia e está apto a tomá-lo de acordo com as necessidades.

O que fazer caso esqueça de tomar o Ibuprofeno?

Caso tenha esquecido de tomar o medicamento ou tenha atrasado o uso, tome-o assim que lembrar, mas não duplique a dose, se estiver perto do horário da próxima dosagem tome apenas uma vez, sem duplicar.

Dúvidas comuns sobre o Ibuprofeno

Quanto tempo dura o efeito do medicamento?

O ibuprofeno começa a atuar no organismo numa média de 15 a 30 minutos depois da administração. O efeito pode durar até 4 horas. O tempo de efeito depende da dosagem do medicamento e das reações do organismo de cada paciente.

Ibuprofeno causa dependência?

Como qualquer analgésico, o ibuprofeno pode causar dependência. Isso acontece quando os usuários percebem que ao utilizar o medicamento tem as dores aliviadas e não querem nunca mais deixar de estar sob o efeito da droga.

A dependência funciona da mesma forma do que no consumo de drogas ilícitas: por um sistema de recompensa. Quanto maior for o prazer de tomar o medicamento, maior será a necessidade ou tendência dessa pessoa a querer tomá-lo novamente.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças o número de overdose de analgésicos triplicou de 1990 para 2008. Mas o ibuprofeno não está nessa categoria. Os analgésicos que causam maior dependência são os a base de substâncias derivadas do ópio e não os anti-inflamatórios.

Ibuprofeno ou Paracetamol?

Ambos os remédios cumprem, de um modo geral, as mesmas funções: são indicados para cólicas menstruais, dores de garganta, resfriados, dores de cabeça, febre, entre outros.

A diferença entre os dois é que o paracetamol serve mais para redução de dores moderadas e leves ou para febres baixas. O paracetamol age no bloqueio da produção de postaglandinas, evitando que o corpo perceba a dor ou lesão.

Já o ibuprofeno tem funções anti-inflamatórias, um adicional que não está presente no paracetamol. Por tanto se a lesão é proveniente de um pós-cirúrgico, dores nas costas, garganta inflamada, entre outros o ibuprofeno é mais recomendado. Este, além de disfarçar a dor, age diretamente na causa do problema. Para bebês é comum que o ibuprofeno seja recomendado em caso de inflamações no ouvido.

Outra coisa que diferem os medicamentos é o tempo de ação. Enquanto o ibuprofeno demora no máximo 30 minutos para agir no organismo o paracetamol pode dar efeitos somente 40 a 60 minutos após a administração.

Em contrapartida, o paracetamol causa menos efeitos colaterais que o ibuprofeno. O anti-inflamatório pode gerar sensação de mal-estar estomacal devido a sua composição ácida que o paracetamol não possui.

Pode tomar Ibuprofeno e Paracetamol juntos?

Sim, é possível tomar os dois juntos, já que um tem propriedade analgésica enquanto outro é analgésico e anti-inflamatório. A combinação dos medicamentos não irá afetar na eficiência dos efeitos, mas é preciso estar muito atento as dosagens corretas.Dúvidas Ibuprofeno

Para realizar a combinação, o certo é tomar a dose de paracetamol até quatro horas depois da ingestão de ibuprofeno e vice versa. O importante é manter o espaço de oito horas de diferença da dose do mesmo medicamento. Tome cuidado para não cometer excessos.

Não é aconselhável que essa alternância aconteça sem supervisão médica por mais de 3 dias, ela pode acontecer como uma forma de garantir a ausência de dores até o dia da consulta, por exemplo.

Qual o tempo máximo de uso do Ibuprofeno?

Isso vai depender da recomendação médica. Casos de cura para inflamações graves podem durar algumas semanas. Em caso de retirada de dente é de uma semana ou pouco mais, por exemplo. O mais comum, no entanto, é evitar o uso prolongado do medicamento, pois pode acentuar a possibilidade de aparecimento dos efeitos colaterais.

Pode usar Ibuprofeno e tomar bebidas alcoólicas?

Não. A ingestão de álcool juntamente com o tratamento à base de ibuprofeno pode resultar em dores de estômago, vômito, lesões na mucosa gástrica e sobrecarga do fígado.

Ibuprofeno cura ressaca?

Sim. Como o ibuprofeno tem ação analgésica pode ser tomado para esse efeito. Se você bebe com regularidade e procura se livrar da ressaca com frequência não utilize esse medicamento. Em longo prazo o remédio e aspirinas podem gerar lesões no estômago e até causar sangramento. Como o álcool por si só já traz danos a esse órgão, o ibuprofeno seria um intensificador de problemas.

Ibuprofeno dá sono?

Nesse aspecto o medicamento é bastante contraditório, pois entre seus efeitos colaterais está tanto a sonolência quanto a insônia. Tudo vai depender da quantidade tomada e reação do organismo à substância. Casos de facilidade para dormir ao tomar ibuprofeno são mais comuns.

Caso tenha efeito oposto ? a insônia ? procure não administrar remédios para dormir.

Ibuprofeno corta o efeito do anticoncepcional?

Não. Nenhum tipo de anti-inflamatório tem efeito sobre a ação de pílulas anticoncepcionais. São os antibióticos que tem o poder de interferir nessa questão.

Ibuprofeno engorda?

Ganho de peso com ibuprofenoNão existe relação de ganho de peso com administração de ibuprofeno ou outros anti-inflamatórios. Acontece que, se tomado em longo prazo, o ibuprofeno acelera o organismo, podendo causar tanto o emagrecimento quanto justamente o contrário.

Afinal, o uso contínuo de ibuprofeno tem grandes chances de lesionar o estômago, o que causa mais fome. A relação é indireta, por tanto não se pode dizer que o medicamento engorda.

Uso prolongado de Ibuprofeno

O uso prolongado pode causar lesões no estômago, no fígado e principalmente no coração. Estudos da Universidade de Berna indicam que o uso de anti-inflamatórios como ibuprofeno e diclofenaco pode aumentar em até três vezes o risco de doenças cardiovasculares.

A pesquisa analisou 21 testes clínicos em mais de 110 mil pessoas. Os resultados são ainda mais alarmantes em idosos acima dos 65 anos, que comumente utilizam o medicamento para combater dores crônicas proveniente de artrites, problemas lombares, entre outros. Nesses casos o risco de morte devido às alterações cardíacas é relevante.

Superdosagem – o que acontece ao tomar Ibuprofeno demais?

Não deve ser excedido a dosagem máxima de 3.200 mg por dia e em crianças de 200 mg diárias. Caso aconteça, é possível superdosagens com consequência de vertigem, inconsciência, apneia, hipertensão e insuficiência respiratória. No caso de intoxicação é preciso ingerir bastante líquido (de preferência água) ou indução ao vômito.

Dosagem correta do Ibuprofeno

O ibuprofeno pode ser tomado em comprimidos, pó ou gotas. Vai depender da intensidade da dor ou peso do paciente. Veja aqui quanto do remédio é certo tomar para cada caso. Lembre-se que o ibuprofeno não deve ser tomado de estômago vazio a fim de evitar mal estar.

Confira a posologia correta para o ibuprofeno gotas:

  • Para crianças: 1 gota por quilo do paciente. Nunca exceder o máximo de 20 gotas (mesmo que a criança pese mais do que 20 quilos) – máximo 4 vezes ao dia;
  • Para adultos: recomendando entre 20 a 80 gotas – máximo de 3200 mg ao dia;

Ibuprofeno gotas

Ibuprofeno comprimido

Quando for em comprimidos, o ibuprofeno deve ser tomado de 4 em 4 horas ou de 6 em 6 enquanto os sintomas persistirem. Caso não melhore, deve-se tomar mais um comprimido.

Não se deve tomar mais do que 6 comprimidos em um único dia, somente se houver orientação médica. Adultos devem seguir a seguinte orientação ao tomar ibuprofeno em comprimidos:

Iburpofeno 200 mg: recomendado de 1 a 2 comprimidos, de 3 a 4 vezes por dia, com intervalo mínimo de 4 horas.

Ibuprofeno 400 mg: tomar 1 comprimido a cada 6 horas ou de 8 em 8 horas.

Ibuprofeno 600 mg: tomar somente 1 comprimido com repetição de 3 a 4 vezes por dia, de acordo com a orientação do médico.

Ibuprofeno em pó efervescente

No caso do Spidufen, é possível misturar o ibuprofeno do saquinho com um pouco de água. Lembre-se de tomar todo o conteúdo e não deixar muito pó acumulado no copo. A dosagem do Spidufen deve ser seguida conforme orientação médica.

Costumeiramente os de dosagens mais baixas (400 mg) servem para dores musculares, pequenas inflamações ou dores de cabeça. A partir de 600 mg para cima é recomendado para infecções mais graves, pós operatórios, dores de dente, cirurgia do siso, entre outros casos.

O ibuprofeno com arginina do Spidufen serve muito bem para recuperar-se de cirurgias odontológicas, como a retirada do siso, pois além de ser anti-inflamatório tem efeito anestésico local.

O gosto do Spidufen pode não ser muito agradável, apesar de vir com opções de sabor, como anis, menta e outros. Não há problema algum em se alimentar depois da ingestão do medicamento para tirar o gosto ruim.

Uso de Ibuprofeno em animais

Remédio para animaisO ibuprofeno pode ser receitado para alguns animais, como os cães. Porém a dosagem é muito menor do que para os humanos, devido à toxidade.

Somente um veterinário poderá avaliar qual a posologia correta de acordo com os sintomas e tamanho do animal. É comum a recomendação do remédio para casos pós-cirúrgicos ou inflamações. A melhor forma de administração do medicamento para cachorros é a versão em gotas, devido a facilidade de forçá-los a ingerir o remédio.

Os gatos não podem tomar ibuprofeno e nenhum outro tipo de anti-inflamatórios, devido à reação tóxica que o organismo do animal pode desenvolver. Gatos que ingeriram ibuprofeno podem sofrer com vômito, diarreia, forte, odor das fezes, diminuição da urina e dificuldades em se movimentar.

Preço do Ibuprofeno

O preço do ibuprofeno varia conforme a sua dosagem e fabricante. Esse pode ser encontrado nas versões genéricas ou não.

O preço desse medicamento pode variar de R$ 18,00 (600 mg – 30 comprimidos) até R$ 33,00. Dosagens de 200 mg podem ser encontrados no valor de R$ 9,00 a R$ 15,00 e dosagens de 400 mg no valor de R$ 15,00 a R$ 26,00.

O ibuprofeno pode ser comprado em qualquer farmácia sem necessidade de receita médica. No entanto o uso da substância deve ser tomada somente sob recomendação médica para garantir que os efeitos do medicamento não sejam mais maléficos do que benéficos.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (173 votes, average: 4,57 out of 5)
Loading...

Leave a Reply