Hipoglicemia: o que é essa doença, como acontece e mais.

Hipoglicemia é o contrário da diabetes, é quando o nível de glicose no sangue fica muito baixo, e causa perca de energia no corpo todo. É comum que pessoas que tenham diabetes sofram de hipoglicemia eventualmente, quando os remédios fazem mais efeito e acabam por ‘tirar’ a glicose em excesso do sangue.

Os níveis normais de glicose no sangue, estão entre 70 mg/dl e 110 mg/dl. Mas cada caso é um caso, e só o médico vai dizer em que ponto ou em que número, seu corpo vai entrar em estado hipoglicêmico.

O que causa hipoglicemia?

Nosso corpo Se alimenta de energia proveniente da conversão dos alimentos em glicose, nos casos em que gastamos mais do que consumimos, nosso corpo fica fraco, a glicose cai e podemos medir isto facilmente do mesmo modo como mediríamos para saber se estamos com diabetes.

É comum que o açúcar baixe depois de ingestão alcoólica, muito tempo em jejum, ou quando atividades físicas são feitas de forma mais intensa sem alimentação prévia, isto mesmo em quem não possui diabetes.

Quem já sofre com a hiperglicemia (diabetes), tem no consumo de medicamentos e hábitos alimentares inadequados, ou mesmo um regime alimentar mais intenso, fatores de risco a mais para causar a hipoglicemia.

Quais os sintomas da hipoglicemia?

Os sintomas aparecem rapidamente, e devem ser tratados assim que observados, veja 20 sintomas a seguir, se você ou alguém que você conhece apresentar mais de um, é bom medir a glicemia, se os sintomas aumentarem, é ideal fazer o tratamento antes que a crise atinja níveis mais altos. Evitar a perca de consciência é o mais importante.

  1. Fome e náusea;
  2. Dor de cabeça;
  3. Irritabilidade;
  4. Suores e calafrios;
  5. Sonolência;
  6. Visão turva;
  7. Tremedeira;
  8. Fraqueza e até falta de ar;
  9. Nervosismo e ansiedade;
  10. Sensação de formigamento;
  11. Confusão mental;
  12. Taquicardia;
  13. Tontura ou vertigem;
  14. Dormência nos lábios e na língua;
  15. Falta de coordenação motora;
  16. Raiva ou tristeza intensa e sem motivo;
  17. Impaciência;
  18. Pesadelos – crise que ocorre à noite;
  19. Convulsões;
  20. Inconsciência.

Quais os riscos de uma crise de hipoglicemia?

Quando a crise hipoglicêmica atinge níveis elevados, além da visão turva, pode haver delírio e alucinações, ainda é possível que o paciente tenha perda de consciência eapresente inclusive convulsões.

Em casos severos, além de lesões, o paciente pode entrar em coma, e até vir a morrer.

Qual o tratamento e remédios para hipoglicemia?

O primeiro passo é sempre que possível, medir a glicose, principalmente em pacientes diabéticos, pois o excesso da glicose – diabetes muito alta – pode ocasionar alguns sintomas similares aos da hipoglicemia.

Mas, quando não é possível medir, o tratamento pode ser a diferença entre voltar ao normal ou agravar a crise (escolha uma das opções e observe):

  • Consuma um copo com água e açúcar,
  • Tome um copo de suco de laranja integral,
  • Um copo de refrigerante comum,
  • Um pedaço de chocolate comum.

Os sintomas devem melhorar em até 15 minutos, observe. Se for possível medir a glicose agora, o faça, caso os sintomas persistam, procure ajuda médica o mais rápido possível.

  • Caso tenha medido a taxa de glicose, e ela estiver baixa, repita a dose de suco, ou do que tiver tomado antes, e volte a medir.
  • Quando a glicose voltar ao normal, verifique se sua próxima refeição será em mais do que 60 minutos, se for, faça um pequeno lanche para evitar outra queda de glicose.
  • O único remédio que auxilia em crises hipoglicêmicas é o Glucagon, mas ele só é indicado pelo médico em casos específicos. O melhor tratamento é via alimentação e ingestão de carboidratos.

Cuidados a tomar depois de uma crise hipoglicêmica

Quando crises de hipoglicemia se tornam comuns, é sinal de que alguma coisa está errada. Se você não faz nenhuma alteração na sua rotina ou na medicação que possa desencadear estas alterações, pode ser preciso pedir ao médico que reveja os medicamentos, e faça novos exames para descobrir as causas.

Em quem tem diabetes tipo 1, as crises de hipoglicemia são mais frequentes, neste caso, é preciso ter um plano de apoio para evitar que algo mais grave aconteça.

  • Avise aos colegas de trabalho, amigos e familiares que você pode ter uma crise de hipoglicemia, isto vai ajudar a identificar o que fazer caso você precise de ajuda;
  • Ande com uma identificação, pode ser um cartão dizendo que é diabético, e informando o que fazer caso você tenha uma crise;
  • Depois de um episódio hipoglicêmico, não opere maquinas nem dirija por cerca de 45 a 60 minutos;
  • Converse com seu médico e verifique se você se qualifica para o uso de Glucagon, um hormônio que estimula a liberação de glicose pelo fígado, caso você perca a consciência, um kit com glucagon injetável pode fazer a diferença.

Importante: se você estiver acompanhando alguém que está passando por uma crise hipoglicêmica grave, com convulsões ou desmaios, nunca dê alimentos ou líquidos e em hipótese nenhuma aplique insulina. Hipoglicemia não deve ser tratada com insulina, pois a insulina vai baixar ainda mais a glicose no sangue.

Chame uma ambulância, e enquanto espera, você pode passar um pouco de açúcar refinado nas gengivas da pessoa, tomando o cuidado de deixar a cabeça dela virada para o lado. Se souber como aplicar e houver o kit de glucagon, pode usar enquanto aguarda a ambulância chegar.



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply