Herpes – tipos, causas, todas as informações [GUIA COMPLETO]

O herpes é caracterizado como vírus, chamado de HSV, ele pode ser dividido em dois tipos: o primeiro chamado de “Tipo 1” é basicamente o que se associa às lesões orais, mais conhecido como o herpes labial. O segundo, chamado de “Tipo 2” é aquele de um total de 80 a 90% das lesões genitais, mais conhecida como a herpes genital. Em ambos os casos não existe cura, apenas tratamentos.

Em dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a herpes zoster tem se tornado cada vez mais comum na vida dos brasileiros. Os dados apontam que a doença atinge o total de 90% dos brasileiros, destes somente 10% conseguem criar imunidade necessária para que o vírus permaneça adormecido de maneira natural, sem causar grandes danos ao organismo.

Confira aqui detalhes sobre a infecção dessa doença sexualmente transmissível e faça seu diagnóstico da herpes com base em informações oficiais.

Herpes-2

Muitas pessoas desenvolvem ao longo da vida herpes de diferentes tipos e sintomas. Segundo os médicos, as causas principais da contaminação ocorrem através do contato direto de uma pessoa com alguma outra que possua os vírus que sejam do Tipo 1 ou Tipo 2, mesmo quando não existe lesão ativa pelo corpo.

Além disso, também existe uma possibilidade de ser infectado a partir do contato com objetos, como copos ou talheres, os médicos afirmam ser menos comum.

Entre os tipos de herpes, labial e genital são os que mais se destacam, e no caso podem ser transmitidos através de ambos os vírus HSV 1 e HSV 2. O herpes labial seria caracterizado como uma infecção que atinge a região do lábio além da boca e gengivas.

› › › Clique Aqui e Conheça uma Forma 100% NATURAL para Eliminar a Herpes

Sintomas do herpes

Herpes Labial

Esse tipo de doença é considerada o tipo de herpes simples. Ela pode ser causada por contato direto com pessoas que já estavam contaminadas, por meio de beijos ou então sexo oral. Esse tipo é o mais fácil de ser tratado e se diagnosticado com antecedência pode ter cura. Os principais sintomas são:

  • Erupções nos lábios;
  • Bolhas avermelhadas;
  • Lesões na boca;
  • Crostas amarelas que coçam;
  • Desconforto na região;
  • Dor de garganta.

Herpes Genital

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível. Ela pode ser facilmente prevenida com uso de preservativos, no entanto, é preciso tomar bastante cuidado com o sexo oral, ele pode causar a herpes labial. Quando o vírus fica presente nos órgãos genitais causam muito desconforto, caracterizado por:

  • Dores e irritação entre 5 a 10 dias após a relação sexual que originou o contágio;
  • Manchas vermelhas;
  • Lesões genitais e bolhas;
  • Cascas;
  • Úlceras que podem sangrar;
  • Dores musculares;
  • Dores de cabeça;
  • Mal estar no geral.

Esse tipo da doença costuma atacar mais as mulheres, devido a maior exposição de mucosa na vagina.

Herpes Zoster

O herpes zoster é a infecção viral que acomete qualquer parte do corpo. Ela é causada principalmente pelo contato com pessoas contaminadas. Apesar de não ser uma doença grave, ela pode acarretar problemas de movimentação e desconforto no membro acometido. A vacina previne a infecção, no entanto, após a contaminação não tem efeitos. Identificar os sintomas é importante para dar inicio ao tratamento rapidamente:

  • Manchas vermelhas pelo corpo;
  • Calafrios;
  • Desconforto gastro-intestinal;
  • Cócegas e coceira em regiões do corpo;
  • Aparecimento de bolhas esbranquiçadas ou amareladas;
  • Dores de cabeça;
  • Febre;
  • Mal estar.

Esse tipo pode ser considerado um herpes simples e que atinge muitas pessoas. Assim que o herpes labial se desenvolve ele pode causar bolhas pequenas e bem doloridas na região da boca.

No caso da herpes genital pode se dizer que ela é causada a partir da transmissão dos vírus HSV 1 e HSV 2. Geralmente esse tipo é transmitido principalmente através de relações sexuais sem o uso de proteções, mesmo quando não existem lesões com vírus ativo.

Os médicos afirmam que a herpes genital seria uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns, o que  só frisa mais a necessidade de se prevenir e ficar atento aos primeiros sintomas.

Os tratamentos para os tipos de herpes

› › › Clique Aqui e Conheça uma Forma 100% NATURAL para Eliminar a Herpes

Ao se deparar com lesões distintas é interessante consultar a opinião de um médico para que se tenha um diagnóstico correto. Caso seja herpes, o tratamento pode ocorrer de maneira imediata, evitando que essa doença prejudique ainda mais as regiões afetadas.

Não é recomendado o uso de remédios para o tratamento dessa doença por conta da grande quantidade de efeitos colaterais. Como a herpes é uma doença que não tem cura e sim tratamento a sobrecarga de antivirais e  anti-inflamatórios serve para danificar o funcionamento dos rins e fígado.

Além disso, manter o corpo protegido com o vírus adormecido pode custar caro em remédios. Quem mais ganha com isso é a indústria farmacêutica. O tratamento natural é o mais indicado para ficar longe de perigo e aprender a lidar com essa doença sem mesmo que ela apareça na pele.

Herpes-1

Quando não tratada adequadamente as lesões do herpes na pele podem aparecer novamente, os remédios só fazem desaparecer aquilo que o mau hábito de higiene fez surgiu. O ideal é manter práticas simples de limpeza e tratamento nas regiões em que há o surgimento, sem necessidade de sobrecarregar o organismo com efeitos colaterais severos de antiviral, antibióticos e pomadas que não garantem o alívio permanente.

Para quem quer soluções definitivas para o herpes sem precisar ficar refém de efeitos colaterais de remédios, como Zopen,  Aciclovir e Penvir, tem gente que já criou metodologias efetivas no tratamento da doença. A Alessandra Soares criou um livro com o passo a passo completo de como tratar o herpes tipo 1 e 2 de forma completamente natural, são práticas caseiras testadas cientificamente e que t~em mais efeitos que substâncias químicas.

Com práticas simples de higiene, nutrição, hidratação da pele e manutenção da saúde ela explica como fez milhares de pessoas se libertarem de remédios para tratar o herpes sem gastar nada.

O método está se expandindo e ganhando seguidores nos últimos meses, principalmente ao fácil acesso econômico e a possibilidade de tirar o peso da doença das costas; aprendendo a ter relações sexuais seguras e evitar para sempre as consequências da infecção do vírus, como a contração de doenças sérias, exemplo, o vírus HIV (Aids) ou meningite – ambos com potencial letal.

› › › Clique Aqui e Conheça uma Forma 100% NATURAL para Eliminar a Herpes

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (111 votes, average: 4,22 out of 5)
Loading...