Hérnia Umbilical: O que é, sintomas e qual médico procurar?

A hérnia umbilical é uma doença em que parte do intestino se projeta pela abertura umbilical nos músculos abdominais.

Em outras palavras, ela é uma protuberância na região do umbigo, proveniente de gordura da cavidade abdominal ou, até mesmo, parte do intestino que faz uma saliência para o exterior, em decorrência de uma parede abdominal interna mais frágil que o normal.

É uma doença comum e, em regra, inofensiva, sendo que se estima, em média, 150 mil casos por ano no Brasil.

Conheça os sintomas, as causas e outras informações sobre a hérnia umbilical.

Sintomas da Hérnia umbilical

Hérnia Umbilical: O que é, sintomas e qual médico procurar?

O principal sintoma é uma protuberância na região do umbigo, com tamanho médio de 1 a 5 cm de diâmetro.

Quando presentes em lactantes ou gestantes, a hérnia umbilical é, geralmente, indolor. Já quando for em adultos, é possível sentir desconforto ou dor, se a protuberância for grande.

Nos bebês, a identificação do nódulo se torna mais fácil quando este está rindo, chorando ou tossindo.

É recomendável procurar um médico quando há um inchaço na região, quando houver presença de vômitos e/ou náuseas e quando a protuberância se tornar dolorosa ou incolor.

Em regra, o médico chega ao diagnóstico somente com exame físico.

Causas da hérnia umbilical e cuidados especiais

É desconhecida a causa exata da formação de uma hérnia umbilical. Em bebês, ela surge quando o feto está em desenvolvimento no útero. Nessa fase, o cordão umbilical atravessa a parede abdominal por meio de uma pequena abertura (para conectar o bebê à mãe), que deve ser fechada logo após o nascimento.

Entretanto, esse fechamento não ocorre completamente, deixando um ponto fraco, em que parte do intestino ou do tecido adiposo pode penetrar, desenvolvendo a hérnia.

Já nos adultos, ela pode se desenvolver nas seguintes causas:

  • Obesidade;
  • Levantamento de objetos pesados constantemente;
  • Mulheres que passaram por múltiplas gravidezes;
  • Realização de cirurgia abdominal anteriormente;
  • Líquido na cavidade abdominal;
  • Tosse forte e prolongada (a força da tosse pode forçar a parede abdominal).

Tratamentos para hérnia umbilical

Hérnia Umbilical: O que é, sintomas e qual médico procurar?

Em relação às hérnias abdominais em bebês, na maioria dos casos, elas se fecham sozinhas até os 12 meses de idade. Entretanto, se ainda existir quando a criança completar 4 anos, é possível que seja necessária intervenção cirúrgica no caso.

Já para os adultos, a cirurgia é o tratamento mais recomendável para evitar futuros problemas, especialmente quando ocorrer crescimento ou dor.

Há dois tipos de cirurgia: por corte na região abdominal ou por videolaparoscopia.No primeiro tipo, o médico-cirurgião realiza uma incisão na base do umbigo. Após, empurra a protuberância ou o intestino gorduroso para o abdômen.

Para evitar que o problema retorne, as camadas musculares são costuradas sobre a área mais fraca da parede do abdômen, a fim de fortalecê-las novamente.

Para fechar a ferida, são usados pontos dissolúveis ou cola especial, podendo receber um curativo de pressão, que deve permanecer por 4 ou 5 dias.

Na cirurgia por videolaparoscopia, são realizados três pequenos furos no abdômen, furos pelos quais o médico introduz instrumentos, com o intuito de empurrar a protuberância para o seu lugar.

Pós-cirúrgico da hérnia umbilical

A recuperação é, normalmente, rápida, sendo queo paciente obtém alta em 1 ou 2 dias.No entanto, alguns cuidados são necessários nas primeiras duas semanas, como:

  • Evitar objetos mais pesados que 5kg durante o primeiro mês após a cirurgia e 10kg três meses depois;
  • Não é recomendável dirigir na primeira semana após a cirurgia;
  • Evite alimentação com fibras, pois pode sentir dores na hora de evacuar;
  • Comer alimentos como ovo, peixe, peito de frango e outros ricos em proteína magra pode ajudar na cicatrização.

Procure imediatamente um médico em caso de mau cheiro, secreções vermelhidão ou outros sintomas de infecção.

Outras informações relevantes sobre a hérnia umbilical:

  • As hérnias umbilicais são comuns em bebês prematuros;
  • São mais comuns de aparecerem em mulheres;
  • Podem ser identificadas como um nódulo no umbigo;
  • O médico pode exigir ultrassonografia abdominal, raios-X ou exames de sangue, para fazer uma triagem das complicações (exames pré-operatórios);

Na presença de qualquer um dos sintomas, procure um médico. Nesses casos, o procure um clínico geral, pediatra (para crianças) ou Gastroenterologista. Eles podem diagnosticar a presença desse anômala.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply