Glicemia em Jejum – Valores de referência, quanto tempo em jejum?

Glicemia em jejum, ou glicemia de jejum, é o nome de um exame que tem como função fazer a medição do nível de açúcar no sangue de uma pessoa. O resultado serve para diagnosticar casos de hipoglicemia ou hiperglicemia, bem como monitorar pacientes em tratamento de diabetes.

Saiba mais sobre esse importante procedimento agora:

  • Como ele é feito;
  • Tempo de jejum;
  • Valores de referência.

glicemia em jejum

Glicemia em jejum: passo a passo do exame

O exame de glicemia em jejum é muito simples e rápido de ser feito, pois dá-se por meio de uma punção venosa, isto é, é por meio do exame de sangue.

Uma pequena quantidade de sangue será coletada de uma veia sua para que ele seja, posteriormente, encaminhada ao laboratório e analisada. Veja o passo a passo dessa coleta fácil, mas que traz medo para muita gente:

  1. Com a requisição do exame em mãos, dada por seu médico, compareça a um laboratório ou hospital, de sua confiança, para realizar a coleta;
  2. Respeitando o tempo de jejum orientado – você será direcionado a uma cadeira ou a uma maca por um profissional capacitado a fazer a coleta;
  3. A área da punção é esterilizada com um antisséptico, normalmente álcool. Uma faixa elástica é amarrada logo acima do seu cotovelo para que a circulação do sangue seja retida e para que as veias consigam ser melhores vistas pelo profissional;
  4. Você pode ser orientado(a) a fazer movimentos de abrir e fechar as mãos, para facilitar o processo. Porém, durante a coleta, a mão deverá ficar fechada firmemente;
  5. Uma vez que o profissional encontrar uma veia, uma agulha estéril será puncionada para que o sangue seja sugado, a vácuo, para o interior da seringa ou do tubo adequado – isso dependerá do laboratório;
  6. Quando a quantidade de sangue for adequada para a análise do exame, a agulha é retirada e o profissional prepara um pequeno curativo sobre o local da punção, para evitar qualquer saída de sangue.

A picada da agulha pode causar um desconforto, mas é passageiro. Muitas pessoas acabam passando por tonturas, e, por isso, optam pela coleta deitadas em uma maca. Se for o seu caso, peça ao profissional.

O tempo do resultado do exame de glicemia em jejum é rápido, mas, também, dependerá das orientações do laboratório.

Jejum para exame de glicemia

O exame de glicemia é caracterizado por sua rapidez e simplicidade, não existindo contraindicações. No entanto, a análise da glicemia é feita quando o paciente está em jejum – algo que muita gente não gosta de cumprir, porém, é extremamente necessário para ter um resultado satisfatório e verdadeiro.glicemia em jejum teste

A glicemia faz parte do grupo de exames que exige um jejum mínimo de 8 horas, quando se trata de adultos.

Crianças com até 3 anos de idade podem realizar um jejum de 3 horas, enquanto que crianças entre 3 a 9 anos de idade devem fazer somente um jejum de 4 a 5 horas.

Você não pode alimentar-se e deve respeitar o período de jejum para o exame de glicemia, por isso, nada de alimentos ou bebidas – embora pequenas quantidades de água sejam permitidas, quanto mais forem evitadas, melhor.

A recomendação quando está relacionado com a glicemia em jejum e com outros exames que exigem um período maior de jejum é de dirigir-se ao laboratório ou hospital para coleta do sangue ainda na parte da manhã, de modo que se cumpra o período de jejum durante a noite, quando se está dormindo.

Valores de referência para glicemia em jejum

Os resultados do exame de glicemia em jejum irão indicar se você está com hiperglicemia ou hipoglicemia.

Entenda, abaixo, sobre os valores de referência do seu exame de glicemia em jejum. Estes valores podem ser variáveis, conforme o local de coleta, por isso visualize-os no laudo do seu exame para melhor entendimento, está bem?

  • Resultados abaixo de 65 miligramas de glicose por decilitro de sangue (mg/dL): podem indicar hipoglicemia – normalmente, sugere-se um novo exame;
  • Resultados normais: entre 65 a 100 mg/dL;
  • Resultados anormais: entre 100 mg/dL e 125 mg/dL.

Estes valores estão próximos ao limite e, geralmente, o médico pede para repetir o exame de glicemia em jejum em outra ocasião. De todo modo, caso isso se repetir, poderá significar pré-diabetes.

  • Resultados acima de 126 mg/dL: há suspeita de diabetes – deve-se repetir o exame, também, porém, caso ocorra um valor igual ou maior a 126 mg/dL, já é diagnóstico para diabetes;
  • Resultados acima de 200 mg/dL: diagnóstico claro de diabetes.

Entretanto, outros sintomas da pessoa precisam ser analisados pelo médico, assim como a solicitação de outros exames, como é o caso da curva glicêmica e a hemoglobina glicosilada, ambas por meio de coleta de sangue.

Obviamente que o aumento de glicose no sangue não está somente ligado com o diabetes. Outros fatores podem ser citados, como é o caso de:

  • Câncer de pâncreas;
  • Hipertireoidismo;
  • Insuficiência renal;
  • Outras doenças da tireoide;
  • Pancreatite;
  • Problemas renais;
  • Síndrome de Cushing.

Já valores muito baixos de glicose podem ser causados por:

  • Doença hepática;
  • Fome;
  • Hipopituitarismo (doença endócrina);
  • Hipotireoidismo;
  • Uso abusivo de álcool;
  • Uso em excesso de insulina (quando a pessoa é diabética).

Para que o resultado do seu exame de glicemia em jejum não tenha alterações, informe para o médico quaisquer medicamentos que esteja tomando, afinal, certas medicações podem afetar os níveis de glicose no sangue.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 3,33 out of 5)
Loading...

Leave a Reply