Exame de AFP (Alfafetoproteína) – Valor de referência, Preço médio

O exame de AFP (Alfafetoproteína) é um dos mais eficientes em pacientes com suspeita de câncer hepático.É um marcador tumoral que,por meio de uma amostra de sangue,consegue identificar se há o crescimento de um tumor. Por outro lado, os níveis de AFP podem, também, indicar outras doenças, como infecção benigna (apendicite ou prostatite). Apesar da sua eficiência, é necessário realizar outros exames para comprovar o diagnóstico.

Em grávidas, esse exame pode avaliar defeitos no tubo neural, distinção entre hepatite neonatal e atresia biliar neonatal, além de outros problemas no útero.

Entenda melhor o que é e como funciona o exame AFP (alfafetoproteína):

exame de Alfafetoproteína

AFP: o que é?

É um exame de sangue que detecta o crescimento de tumores no intestino, ovário, testículo, estômago e fígado. Os níveis de referência variam de acordo com o sexo, a idade e, até mesmo, o laboratório em que o exame é realizado.

É importante frisar que outros problemas podem alterar os níveis de AFP, como a cirrose e hepatite crônica. O exame é feito com as células do fígado imaturo do feto, pois quando o bebê nasce possui altos níveis de AFP. Esses níveis vão baixando e normalizando, até um ano de idade. Defeitos no tubo neural, em bebês ainda na barriga da mamãe, também, fazem com que os níveis de AFP da gestante sejam altos. Essa deficiência é causada pela falta de ácido fólico, responsável pela formação do bebê.

Considera-se nível normal de AFP, um resultado inferior a 10 ng/ml. Para pacientes com hepatite crônica, considera-se normal o nível chegar até aproximadamente 500 ng/ml. Acima disso pode indicar presença de tumor.

O fígado é responsável por filtrar boa parte do sangue. Esse exame é eficiente, pois quando as células de câncer soltam de sua origem (por exemplo, o pulmão), elas viajam pela corrente sanguínea. Com isso, as células cancerosas chegam ao fígado. O exame de AFP é um excelente indicador tumoral por esse motivo, mas é preciso realizar outros exames para ter o diagnóstico final.

Alfafetoproteína valor de referencia

AFP elevado em adultos

O Alfafetoproteína em adultos é elevado em algumas situações. Geralmente, o nível de referência utilizado no exame é cerca de 500 ng/mL.Essas situações podem indicar os seguintes problemas:

CHC

O CHC, ou hepatocarcinomahepatocelular,é o câncer com origem nas principais células do fígado. Esse tipo de câncer é muito agressivo e possui um alto índice de óbito. Para aumentar as chances de tratamento é necessário identificar o CHC o quanto antes.

<< Quem faz este exame geralmente é um especialista em mastologia>>

Tumores de células germinativas

Os tumores de células germinativas indicam o crescimento de tumores na região dos testículos e ovários. As células germinativas são aquelas que dão origem aos óculos. Esse tipo de tumor,geralmente, é benigno, porém alguns são cancerosos e fatais. Existem vários tipos de tumores, como os teratomas, disgerminomas, coriocarcionomas e tumores do seio endodérmico.

Câncer metastático no fígado

Geralmente, a origem desse tumor acontece em outros órgãos, sofrendo a metástase no fígado. É comum esse tipo de tumor originar-se no pulmão, no intestino grosso, na mama, no pâncreas ou, ainda, no estômago. A leucemia e também o linfoma podem afetar o fígado.

Exame AFP: passo a passo

Para a realização do exame, é feita a retirada de uma amostra do sangue do paciente. Essa amostra precisa ser removida, preferencialmente, no período da manhã. O paciente deverá estar em jejum de 4 horas. O resultado, geralmente, é disponibilizado no dia seguinte, mas esse período pode sofrer variação, de acordo com o laboratório.

exame de AFP

Vala ressaltar que os níveis de referência podem sofrer alterações, de acordo com a idade. Afinal, os recém-nascidos possuem esse índice elevado, que vai sofrendo quedas até a idade adulta. Isso significa que grávidas podem ter os níveis de AFP elevado, sem indicar presença de tumor. 

Para uma avaliação de câncer mais precisa, recomenda-se realizar outros exames, como a ecografia, radiografia, ressonância magnética ou tomografia computadorizada. O médico poderá pedir esse exame em caso de suspeita de câncer ou de qualquer sintoma de problemas no fígado, como icterícia,perda de peso e falta de apetite,náusea e vômito, fígado e baço aumentados, dores abdominais e inchaço, veias da barriga dilatadas e visíveis na pele, entre outros casos.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply