Diprospan: Para Que Serve Esse Medicamento? Como Usar?

O Diprospan é um medicamento versátil, indicado para o tratamento de diversas doenças agudas e crônicas de pele, gastrointestinais, respiratórias, musculares e outras condições que acarretam inflamações em pacientes.

O Diprospan é composto pelos princípios ativos dipropionato de betametasona e fosfato dissódico de betametasona.

Cada ml de Diprospan injetável contêm 6,43 mg de Dipropionato de Betametasona (equivalente a 5 mg de betametasona) e 2,63 mg de fosfato dissódico de Betametasona (equivalente a 2 mg de betametasona), em veículo estéril.

Tem outros componentes como fosfato de sódio dibásico, cloreto de sódio, edetatodissódico, polissorbato 80, álcool benzílico, metilparabeno, propilparabeno, carboximetilcelulose sódica, polietilenoglicol, água para injeção.

Quando Usar

Pode ser usado nos seguintes casos de doenças crônicas e/ou agudas:

  • Alergias;
  • Inchaços;
  • Asma;
  • Rinite;
  • Bronquite;
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC);
  • Artrites;
  • Osteoartrite;
  • Colite ulcerativa;
  • Lesões musculares;
  • Torcicolo;
  • Bursite sob heloma duro;
  • Lombalgia;
  • Dermatite;
  • Lúpus;
  • Psoríase
  • Tumores malignos e outros.

O Diprospan possui efeito anti-inflamatório, antialérgico e antirreumático.

Como Usar

Recomenda-se o Diprospan injetável em quadros clínicos crônicos ou agudos que respondam aos corticoides.  Porém, o uso do Diprospan é coadjuvante, não dispensando terapias tradicionais.

  • Dose inicial:o tratamento deverá ser iniciado com 1 a 2 ml na maioria das condições e repetido caso precise.
  • Aplicação do medicamento: intramuscular, intra-articular, periarticular, intrabúrsica, intradérmica, intralesional e em tecidos moles, mas nunca intravenosa.

Observações:

  • A dose inicial deverá ser mantida ou ajustada até que uma resposta satisfatória seja obtida. Se uma resposta clínica satisfatória não ocorrer após um período de tempo razoável, o tratamento com Diprospan injetável deverá ser descontinuado e iniciada outra terapia apropriada.
  • Diprospan injetável deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e a amola só deve ser retirada da caixa até o momento do uso. Este medicamento deve ser usado apenas com indicação médica.

Benefícios do Diprospan

Quando injetado é rapidamente absorvido pelo organismo, além de ser capaz de controlar os sintomas da doença por longo período de tempo.

É usado para reduzir a inflamação, irritação e dor, além de tratar problemas de pele, artrite e outros problemas articulares ou tendinosos.

Este medicamento também pode ser administrado a mulheres grávidas em risco de parto prematuro. O medicamento ajuda a amadurecer os pulmões do bebê, prevenindo problemas respiratórios em recém-nascidos.

Efeitos Colaterais

O medicamento Diprospan pode causar alguns efeitos secundários indesejados, que podem ser muito graves.

Os efeitos colaterais poderão variar, a depender da quantidade de medicamento utilizada e do tempo de duração do tratamento. Os efeitos colaterais poderão ser:

  • Retenção de sódio;
  • Perda de potássio;
  • Fraqueza muscular;
  • Perda de massa muscular;
  • Osteoporose;
  • Úlcera péptica;
  • Distensão abdominal;
  • Esofagite;
  • Cicatrização comprometida;
  • Equimoses e petéquias;
  • Urticária;
  • Convulsões;
  • Diabetes melllitus;
  • Depressão;
  • Alteração de humor;
  • Euforia;
  • Hipersensibilidade;
  • Choque;
  • Hiperpigmentações e outros.

Uso De Dose Elevada Do Medicamento

A maior dosagem, em regra, não gera riscos mais graves à saúde, salvo em casos de doses realmente muito elevadas.  Pacientes acometidos por diabetes mellitus, glaucoma, úlcera péptica ativa ou que estejam utilizando medicamentos como digitálicos, anticoagulantes cumarínicos ou diuréticos depletores de potássio merecem atenção especial.

Caso tenha aplicado quantidade elevada, beba muitos líquidos e monitore os eletrólitos séricos e urinários, com especial atenção ao balanço de sódio e potássio, além do tratamento relacionado ao desequilíbrio eletrolítico.

Contraindicações

Como é o caso de outros corticoides, Diprospan Injetável é contraindicado em pacientes com infecções sistêmicas por fungos, em pacientes com hipersensibilidade ao dipropionato de betametasona, fosfato dissódico de betametasona, a outros corticosteroides ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Diprospan Injetável não deverá ser administrado em pacientes com púrpura trombocitopênica idiopática.

Antes de tomar este medicamento, informe o seu médico se tiver:

  • Alergia a qualquer medicamento, ou álcool benzílico;
  • Um distúrbio hemorrágico;
  • Uma lesão na cabeça ou no cérebro;
  • Catarata, glaucoma ou outros problemas oculares ou infecção ocular;
  • Depressão ou outra doença mental;
  • Diabetes;
  • Doença cardíaca ou ataque cardíaco;
  • Pressão alta;
  • Doença hepática ou doença renal;
  • Miastenia grave;
  • Osteoporose;
  • Problemas com muito ou muito pouco cálcio, potássio ou sódio no sangue;
  • Convulsões;
  • Doença da tireoide;
  • Tuberculose;
  • Úlceras, diverticulite ou outros problemas intestinais.

Está tomando outros medicamentos, mas não tem certeza sobre o tipo de interação medicamentosa que pode ocorrer? Fale com um farmacêutico ou médico.

Sempre mantenha uma lista de todos os medicamentos que você usa, incluindo remédios naturais e vitaminas.

Quanto Custa?

Diprospan Injetável 5 + 2mg, 1 ampola com 1ml (1 ampola e seringa descartável esterilizada).

De R$ 19,13 a R$ 34,87



O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (15 votes, average: 4,53 out of 5)
Loading...