Dor de estômago – Entenda sua dor, como tratar, prevenir e o que tomar

Dor de estômago é um sintoma muito comum e que pode ser alerta para diversos problemas de saúde como gastrite, úlceras, excesso de gases ou acidez. Pesquisas do Ministério da Saúde indicam que cerca de 30% da população sofre com essa dor.

As dores são reflexos do organismo que servem justamente para avisar e te deixar consciente de que algo não está indo muito bem. Para identificar se a dor de estômago pode ser algum sintoma de doença é bom prestar atenção a outros comportamentos anormais.

como curar a dor de estomago


estomago-iconeSe a dor de estômago estiver associada a gases: 
é possível que o problema seja de má digestão ou ainda a presença de bactérias no estômago. Nesse caso, é bom tomar bastante água para aliviar a dor e consultar um médico que irá recomendar os melhores procedimentos.


estomago-iconeDor de estômago depois de comer:
 na maioria das vezes esse sintoma é sinal de refluxo, as consequências dele são a azia e mal estar. Para evitar, indica-se não deitar após fazer refeições e não ingerir comidas muito gordurosas.


estomago-iconeDor de estômago e vômito:
 esses são os primeiros sinais da úlcera ou da intoxicação alimentar. Em ambos os casos, deve-se ir o mais rápido possível ao médico e evitar tomar remédios sem antes consultar um profissional.


estomago-iconeDor de estômago constante:
 pode ser tanto algum problema dentro do próprio estômago quanto em outros órgãos como o pâncreas, por exemplo. Nesses casos é bom recorrer aos pronto-socorros para aliviar a dor e ainda fazer exames com médicos para analisar qual situação está causando o reflexo de dor no estômago.


estomago-iconeDor no estômago, perda de peso e vômito:
se esses sintomas são recorrentes é preciso consultar um médico, pois há possibilidade de câncer no estômago. E como essa é uma doença silenciosa, mesmo que não tenha certeza da recorrência das dores e sintomas, é bom prevenir, pois quanto antes tratado maiores as chances de cura.

Como evitar dores de estômago

dor-de-estomago-icon-300x197Existem diversas formas de evitar dores de estômago. A melhor forma é evitar alimentos e bebidas ácidas, como por exemplo o café, coca-cola, bebidas alcoólicas, temperos fortes como: curry, páprica e pimentas. Outro fator que está completamente conectado com o estômago é a ansiedade e estresse, estudos já comprovaram que esses dois fatores estimulam o suco gástrico a ficar mais ácido, provocando sensações de queimação, gastrites e até úlceras.

Outro item muito importante de estar atento é aos anti-inflamatórios (ibuprofeno, por exemplo). Esses medicamentos têm como efeito colateral a dor de estômago, já que remove a camada de ácido que protege as paredes do órgão. Por tanto, caso tenha que tomar constantemente esse tipo de remédios é sempre bom associar protetores gástricos (como a ranitidina ou cimetidina) para evitar o efeito colateral.

Evite também tomar remédios com o estômago vazio. A maior parte dos medicamentos, se tomados sem ter se alimentado, podem causar dores no estômago, enjoo e dores de cabeça.

Durante as refeições, procure alimentos sem muita gordura e procure saborear a comida, mastigando-as bem e lentamente. É normal que no dia a dia o estresse faça com que se coma rapidamente. O problema é que ao fazer isso não se mastiga bem os alimentos, dando mais trabalho para o estômago quebrar as substâncias, provocando dores e má digestão.

Remédios para dor de estômago

Para curar a dor de estômago o indicado pelos médicos é tomar remédios antiácidos como o omeprazol, ranitidina, metoclopramida ou buscopan.

Apesar desses medicamentos serem muito eficazes não se indica que os tome toda vez que sentir dor, pois assim como qualquer remédio, contém efeitos colaterais que podem ser muito danosos a saúde se consumidos a longo prazo. Por tanto, antes de apelar para os comprimidos teste métodos caseiros de aliviar a dor. Alguns deles são:

  • Se estiver enjoado, aposte na água gelada. Ela dá a sensação de alívio e ainda ajuda a minimizar a acidez do estômago e facilitar a digestão;
  • Coma pequenos pedaços de batata crua, um antiácido natural isento de efeitos colaterais;
  • Tomar bastante líquido para estimular a ação do estômago e todo o sistema linfático;
  • Apostar no chá de espinheira santa;
  • Afrouxar roupas e repousar;
  • Comer somente comidas leves até um dia após a dor (saladas, frutas, torradas, sopas leves e não muito quentes);
  • Outra fruta que diminui a acidez e melhora a digestão é o mamão. Este pode ser tomado em vitaminas com leite (não o de vaca, de preferência).

O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (47 votes, average: 4,38 out of 5)
Loading...