Bursite – Como Prevenir, Causas, Sintomas e Tratamentos

A bursite é uma inflamação da bursa, ou seja, uma bolsa pequena repleta de líquido que está localizada entre tendões, tecidos musculares e ossos. Funciona como um amortecedor.

Trata-se de uma doença não contagiosa que pode ser aguda (temporária) ou crônica. Quando dura a vida inteira, a bursite exige um acompanhamento direto junto a um médico especialista.

A ocorrência é bastante comum nos ombros, mas a bursite também pode atingir cotovelos, quadril, joelhos, tornozelos e os dedos, ou seja, em quaisquer regiões que tenham articulações.

Causas da bursite

A doença costuma se desenvolver em pessoas que fazem esforços repetitivos, o que acaba danificando a bursa em longo prazo, levando à inflamação. De modo geral, a bursite é mais recorrente em pessoas que:

  • Trabalham fazendo movimentos repetitivos, como digitando ou manuseando máquinas diariamente;
  • Praticam esportes regularmente, com futebol, basquete, vôlei e natação, em que há um esforço repetitivo;
  • Ficam em uma só posição por longos períodos diariamente, como permanecer muito tempo sentado ou com os braços apoiados sobre algo.

bursite bursa

Além disso, a bursite também pode surgir por conta de algum trauma ortopédico que a pessoa possa ter enfrentado ou ainda quando o paciente já passou por doenças reumatológicas ou teve gota.

Principais sintomas da bursite

  • Dor nas articulações, intensa em alguns casos, e maior sensibilidade ao pressionar a região afetada, por conta da inflamação;
  • Inchaço, vermelhidão e calor no local, bem como dificuldade para mexer o membro afetado (braço ou perna).

Diagnóstico da bursite

O diagnóstico da doença é feito por um profissional, como o médico ortopedista ou clínico geral. Na ocasião, ele faz um exame físico, para identificar quais são as articulações que estão inflamadas.

Se necessário, o médico também solicita a realização de exames como a ressonância magnética ou ultrassom. Testes de laboratório, como a exames de sangue, ajudam a identificar a inflamação.

Tratamentos para bursite

  • Uso de medicamentos para combater a inflamação, como os anti-inflamatórios não esteroides. Os analgésicos também são indicados para eliminar a dor causada pela doença;
  • Aplicação de injeções de corticosteroide, que elimina a inflamação e ainda proporciona um alívio rápido da dor. Esse é um método de tratamento que costuma ser utilizado principalmente em pacientes crônicos e críticos;
  • Punção para retirar o líquido inflamatório do local, promovendo uma melhora significativa do paciente em pouco tempo;
  • Aplicação de gelo no local, para reduzir inchaços, bem como indicação de redução dos movimentos do membro afetado, para acelerar a recuperação;
  • Realização de terapias junto a um fisioterapeuta, para proporcionar a rápida reabilitação da articulação. Em alguns casos, o médico pode indicar a realização de exercícios específicos para fortalecimento dos músculos da região afetada, o que evita a reincidência da doença;
  • Cirurgia, que costuma ser indicada somente quando os demais métodos de tratamento da bursite não funcionaram. Inclusive, esse procedimento é mais raro de ser realizado, porque os outros procedimentos costumam ser bastante eficientes.

bursite

Prevenção da bursite

A melhor maneira de prevenção da bursite é evitar realizar movimentos repetitivos durante o dia. Caso isso seja impossível, como por exemplo no trabalho, o ideal é adotar algumas medidas que minimizarão o risco de desenvolver a doença:

  • Faça pausas de pelo menos 15 minutos durante o dia, a cada duas horas, para que as articulações não sejam constantemente forçadas;
  • Ao agachar ou levantar, faça o movimento lentamente, dobrando os joelhos com cuidado e colocando peso / força nas pernas, para não sobrecarregar as articulações;
  • Carregue menos peso durante o dia ou faça pausas frequentes ao realizar essa atividade, para evitar o sobrecarregamento das bursas nos ombros;
  • Se ficar sentado por muito tempo, tente alternar entre posições, tomando o cuidado de sempre manter a coluna ereta. Assim, elimina-se o risco de pressionar as bursas do quadril;
  • Procure se manter dentro de um peso saudável, que pode ser conhecido calculando seu IMC (Índice de Massa Corporal). O sobrepeso ou obesidade ajudam a estressar e lesionar as articulações;
  • Faça pequenos alongamentos durante o dia, ainda que durante poucos segundos, para minimizar o risco de lesões;
  • Procure praticar mais exercícios físicos sempre que possível, preferencialmente a musculação, que ajuda a fortalecer os músculos e protege as articulações contra lesões e inflamações.

bursite sintomas

Consulte um especialista

Embora a bursite seja uma doença relativamente simples de ser tratada, o correto é sempre consultar um médico especialista, como ortopedista, para que seja realizado o correto diagnóstico e indicado um tratamento. Não se automedique em hipótese alguma, para não agravar o quadro ou ter reações adversas.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply