Anestesiologia – O que faz, principais funções e salário do anestesista

Anestesiologia é o nome de uma especialidade médica que tem como função estudar e proporcionar o alívio da dor em um paciente no momento em que está sendo sujeitado a uma intervenção cirúrgica. Anestesiologista (ou anestesista, forma popular) é o profissional que atua nesta área tão importante na saúde.

anestesiologia o que é

O que é e para que a anestesiologia

A anestesiologia é o estudo de técnicas e fármacos que são empregados para que se obtenha um estado anestésico – ação esta que tem a responsabilidade do anestesista ou do anestesiologista.

A anestesia é a palavra usada para o estado de total ausência de dor e outras sensações, ou seja, é quando o anestesista obtém um estado reversível de não-reconhecimento do estímulo doloroso que faz parte de uma cirurgia, por exemplo.

A área de atuação da Anestesiologia é interessante e extensa, pois envolve várias outras atribuições que vão desde atividades ambulatoriais como funções em áreas relacionadas.

Por exemplo, uma pessoa interessada em atuar como anestesiologista pode escolher entre diversos âmbitos, como:

  • Clínica da dor
  • Medicina Intensiva
  • Atendimento emergencial
  • Anestesia para transplantes
  • Cuidados paliativos
  • Gestão hospitalar

Esta especialidade médica cresce e muda muito e frequentemente aparecem novas funções, o que provoca novas áreas de atuação.

Para ser um anestesiologista, é necessário cursar seis anos da Faculdade de Medicina e, no mínimo, mais três anos de curso de especialização. Um profissional que lida com a anestesia não somente a aplica, mas também realiza os cuidados com o paciente durante toda a operação e o pós-operatório.

Sendo assim, este profissional realiza exames e procedimentos importantíssimos como:

  • Aferição da pressão arterialquanto ganha anestesista
  • Controle do ritmo cardíaco
  • Checagem da temperatura
  • Atenção ao volume urinário
  • Controle da pulsão
  • Controle da respiração
  • Observância do nível de consciência
  • Checagem da atividade muscular

O objetivo do anestesiologista é cuidar para que o paciente não sofra e esteja seguro, enquanto que o cirurgião realize de modo competente e com tranquilidade seu trabalho.

Anestesia em Intervenções Cirúrgicas

Antes da realização de uma cirurgia, o médico que irá realizar tal procedimento já conversa com o paciente sobre a necessidade de aplicação da anestesia. O próprio cirurgião pode indicar um anestesiologista de sua confiança e com quem está acostumado a trabalhar, para que o paciente marque uma consulta para passar todos os esclarecimentos possíveis.

Esses esclarecimentos nada mais são do que todas as informações pertinentes do estado de saúde e da cirurgia em si.

O anestesiologista examina o paciente, presta e orienta a pessoa sobre a anestesia. Pode também solicitar algum exame adicional, se for necessário. É para o anestesista que se deve falar sobre todos os remédios que se toma ou tomou com regularidade – se o paciente possui alergia a alguma medicação, é fundamental que o profissional tenha conhecimento.

O anestesista passará a cirurgia ao lado do paciente, por isso muitos o chamam de anjo da guarda, já que a anestesia leva o tempo necessário para que o cirurgião faça seu trabalho com presteza, bem como oferece alívio da dor por um tempo variável após a intervenção.

Quanto ganha um anestesista

Há grande demanda por profissionais que atuem na área da Anestesiologia, em especial em cidades do interior do país. Esse fato culmina em salários atrativos e boas ofertas de emprego, o que atrai muitos jovens – é claro que em grandes centros, a disputa por vagas é mais acirrada, mas não impossível.

Sessenta horas semanais resultam em um salário em torno de R$ 9 mil por mês. Esta base é calculada pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia.

Atualmente, conforme dados da Sociedade Brasileira de Anestesiologia, existem cerca de 21 mil anestesistas registrados – entidade esta que regulamenta e solicita que seus membros façam atualizações periódicas de suas situações.

anestesiologia quando procurar

Quando procurar um anestesiologista

Você deve procurar um anestesiologista quando o seu médico pedir para tal, geralmente se já houver uma data marcada. É comum que seja um que já atenda o mesmo centro ou hospital em que será executado o procedimento médico.

As intervenções cirúrgicas que exigem a presença do anestesista promovem maior segurança para o paciente e para o cirurgião.

Conforme o tipo de cirurgia a ser feita, a anestesia pode ser classificada como:

  1. Geral: forma de anestesia que diminui toda a atividade corporal, onde o paciente inclusive precisa ficar entubado para que receba a quantidade de oxigênio suficiente,
  2. Regional: nome dado às anestesias que precisam tirar a sensibilidade de algumas regiões do corpo. Um exemplo é a anestesia raquidiana, utilizada nas cesarianas,
  3. Localizada: serve para tirar a sensibilidade um lugar pequeno, como no caso de um dente ou unha, por exemplo.

Ainda existe a sedação, que tem como intuito deixar o paciente relaxado – forma utilizada quando há necessidade de se fazer uma endoscopia, por exemplo.


O Conteúdo Foi Útil? Deixe seu Voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply